26.6 C
Uberlândia
quarta-feira, abril 17, 2024
- Publicidade -
InícioEventosSemana Internacional do Café celebra oportunidades de negócios e compromissos de ESG

Semana Internacional do Café celebra oportunidades de negócios e compromissos de ESG

Reprodução

Cafeicultores, profissionais, torrefadores, cafeterias e compradores nacionais e internacionais terão a oportunidade de fazer uma nova jornada imersiva pelo atual cenário da cafeicultura brasileira. A Semana Internacional do Café (SIC) 2022 será entre os dias 16 e 18 de novembro, no Expominas, em Belo Horizonte (MG). Neste ano, a SIC celebra sua 10ª edição, como um dos maiores eventos mundiais do setor e principal polo de conexão, atualização, conhecimento, oportunidades de negócios, lançamentos de produtos e novas tendências de consumo da bebida no Brasil, com o tema “Cafés do Brasil: avanços conquistados e os desafios para os próximos 10 anos”.

Para Antônio Pitangui de Salvo, presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Sistema Faemg), o evento se consolidou como uma das maiores feiras do mundo e o maior encontro sobre café do Brasil. Chegamos à décima edição comemorando essa evolução e com grande desejo de continuar oferecendo uma programação diversa, com uma rica troca de conhecimentos que conecta, gera oportunidades e dá acesso a mercados e negócios à toda a cadeia produtiva. Minas Gerais é o maior produtor de café do país, e a SIC faz esta integração do nosso estado com os mercados nacionais e internacionais”. 

“Chegamos ao décimo ano do evento que tem atuado na mobilização do mercado nacional e pretendemos, nesta edição, trazer um overview de todas as conquistas realizadas nesse período, debater o atual contexto e o futuro do setor, reforçando o protagonismo brasileiro na produção, exportação e consumo de café. Muitas empresas ganharam projeção na feira e atualmente são referências em suas áreas”, complementa Caio Alonso Fontes, diretor de planejamento da Café Editora, uma das realizadoras da SIC, em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Sistema Faemg) e o Sebrae Minas. 

Para isso, o evento – que teve a primeira edição em 2013, em Belo Horizonte, capital do estado que é o maior produtor de café do país, em celebração aos 50 anos da Organização Internacional do Café (OIC) – reforçará ainda mais o fomento aos negócios e networking, com exposição de marcas, promoção de encontros, reuniões e cursos, além de oferecer aos visitantes uma extensa grade de conteúdos organizada em três pilares: agronegócio, cafeteria e comercialização. Entre os temas disponíveis nos três dias, será possível conferir apresentações sobre inteligência de mercado, cafeicultura sustentável e o futuro do café, destacando as oportunidades para as novas gerações de produtores, entre outros. Para a abertura, está confirmada a palestra magna “Projeções macro e micro da economia”, com Eduardo Giannetti, um dos principais economistas do país. 

LEIA TAMBÉM:

Publicação da EPAMIG aborda a prevenção de geadas na cafeicultura
Manejo nutricional garante diferencial para produtividade do cafeeiro 

Para Thales Almeida Pereira Fernandes, Secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, a SIC é um evento estratégico e o espaço ideal para toda a cadeia produtiva refletir sobre os próximos passos da cafeicultura. “O café é carro-chefe das exportações do agro no estado, reconhecido internacionalmente como o maior produtor mundial, mas o nosso desafio é ir além. O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Agricultura e suas vinculadas (Emater-MG, Epamig e Instituto Mineiro de Agropecuária – IMA), vem apoiando o produtor para que ele invista na produção de cafés especiais, que têm preços diferenciados no mercado e demanda crescente.  O desafio para os próximos anos é oferecer as condições necessárias para que cada vez mais cafeicultores sejam incluídos neste segmento da produção de valor agregado, que rentabiliza o produtor e faz com que o filho dele queira permanecer no campo e continuar a atividade. E a Semana Internacional do Café cumpre esse papel na medida em que coloca os produtores em contato com as novas tecnologias de plantio, beneficiamento da safra e preparo da bebida, além de aproximar o setor produtivo com o mercado”. 

Parceiro desde a primeira edição, o Sebrae Minas, instituição que atua no fomento ao empreendedorismo nacional, tem contribuído para a promoção da SIC. De acordo com Roberto Simões, presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Minas, o evento é uma vitrine de tendências e reforça a condição do Brasil como o maior produtor de café do mundo. Dez anos após sua criação, maduro e consolidado entre os principais eventos mundiais, a SIC entrou definitivamente na agenda de todos os envolvidos com o café. E o Sebrae Minas se orgulha em fazer parte dessa história. Nesta edição, não será diferente. O evento terá uma programação especial voltada para o alinhamento do setor com as tendências mundiais e para quem procura por orientações técnicas e gerenciais, novas tecnologias, além de um ambiente propício para fazer bons negócios”. 

Neste sentido, atrações de sucesso da SIC também retornam turbinadas. O evento novamente será palco do concurso Coffee of the Year, premiação que reúne os melhores cafés nacionais na avaliação de especialistas certificados pelo Coffee Quality Institute (CQI), compradores e do público, possibilitando aos empresários, produtores, torrefadores, baristas, classificadores, traders e especialistas conhecerem os principais resultados e novidades da safra 2022, em primeira mão.

Outros espaços conhecidos e celebrados pelos visitantes também ocuparão o pavilhão do Expominas, caso da Cafeteria Modelo, que simula uma loja para realização de workshops gratuitos sobre gestão e exemplos de negócios, tipos de produtos e tecnologias para comercialização da bebida; da Torra Experience, em que especialistas apresentam em cursos, suas habilidades e dicas de torrefação; e do Encontro de Mulheres IWCA Brasil (International Women´s Coffee Alliance – Aliança Internacional das Mulheres do Café), com palestras realizadas por mulheres que atuam no setor.

Reforçando o panorama de negócios e oportunidades para compradores e expositores, a área de exposição contará com estandes de marcas que são referências no mercado, como Nespresso, Nescafé, Grupo 3 Corações, Melitta, cooperativas, empresas de médio e pequeno portes e, também, aquelas que estão iniciando a trajetória no mercado e poderão ser conhecidas no Espaço Village. Esses são apenas alguns exemplos do que está programado para a jornada do público, que cresce a cada ano. 

Com números crescentes, o evento partiu de 13 mil visitantes, em 2013, para 23 mil profissionais qualificados e volume de negócios em R$ 50 milhões na última edição presencial, além de ter experimentado as versões virtual e híbrida, em 2020 e 2021, respectivamente, por conta da pandemia.

“O mercado está aquecido, mas não só em volume de produção ou negócios. Existe uma grande busca pelo entendimento do cenário nacional e global, bem como dos recursos disponíveis para atendimento da agenda sustentável, geração de emprego e renda com as cooperativas e todo o ecossistema cada vez mais amplo que o café forma. A SIC conecta pessoas e empresas de forma estratégica, otimizando encontros entre quem produz e quem distribui que de outra maneira não aconteceriam ou levariam mais tempo”, finaliza Fontes. 

O credenciamento está disponível em https://semanainternacionaldocafe.com.br/, onde é possível conferir, também, a programação da 10ª edição da SIC.

ARTIGOS RELACIONADOS

Safra de café em Três Pontas (MG) conta com chuvas de janeiro para garantir qualidade da produção

Segundo previsões da Climatempo, por conta da influência do El Niño, região pode ter chuva acima da média durante o mês O Estado de...

Pesquisa alerta para controle preventivo da mancha-de-Phoma no cafeeiro

Doença deve ser monitorada, principalmente, nos períodos de florada e pós-florada Pesquisadores da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) alertam para o controle...

Novo modelo de produção de arroz com técnica de gotejamento se torna alternativa econômica e sustentável

  Por Carlos Sanches, Engenheiro Agrônomo e Gerente Agronômico da Netafim.   O ano de 2015 começou com algumas perspectivas positivas no setor do agronegócio nacional, enquanto que...

Duckbill comercializa mais de 33 mil cafés por mês em suas lojas

A marca investe em cafés especiais e bebidas à base da especiaria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!