20.6 C
Uberlândia
sexta-feira, abril 19, 2024
- Publicidade -
InícioNotíciasSetor vitivinícola do RS será o primeiro projeto de localg.a.p do Brasil

Setor vitivinícola do RS será o primeiro projeto de localg.a.p do Brasil

Trabalho de boas práticas agrícolas na uva para processamento reforça compromisso na busca de ESG e alinhamento com normas internacionais

Créditos Luiz Eduardo Salgado

Produtores rurais, vinícolas e indústrias de processamento de uva estão na etapa final de auditorias para avaliação de conformidade do localg.a.p, protocolo inicial de boas práticas agrícolas do GLOBALG.A.P, uma das certificações mais reconhecidas em nível mundial para o setor primário. No Rio Grande do Sul, o trabalho de implantação e boas práticas agrícolas iniciou em 2014 com o PAS Uva – Programa Alimento Seguro Uva para Processamento. Mais de 1.000 propriedades rurais foram atendidas. Em 2022, ao realizar um estudo comparativo com o localg.a.p, foi verificada uma equivalência técnica de requisitos, o que motivou o setor a realizar alguns ajustes de material e metodologia para passar a atender o protocolo. Um passo fundamental para o setor, alinhando-se às normas internacionais e demonstrando busca por inovação em processos. Esta será a primeira avaliação de conformidade do localg.a.p. do país e, muito provavelmente, uma das mais representativas da América Latina, devido ao número de produtores, empresas e instituições envolvidas.

A etapa seguinte, iniciada em 2023, foi de treinamento. Das 1.000 propriedades rurais capacitadas inicialmente, 500 foram selecionadas para receber consultorias de adequação. Como a forma de avaliação de conformidade escolhida funciona pela modalidade de grupo, as empresas e cooperativas que mobilizaram seus fornecedores também passaram por um processo de qualificação de equipe e estruturação de seus sistemas de gestão da qualidade para localg.a.p. As empresas Tecnovin, Naturasuc, Golden Sucos e as cooperativas Pradense, Garibaldi, Aurora, Nova Aliança, São João e Paraíso, que estão participando da iniciativa, desempenharam um papel fundamental nesta reestruturação.

De acordo com Janine Basso Lisbôa, consultora que atua na gestão e articulação do programa, este trabalho sempre foi desenvolvido, funciona e está evoluindo porque tem o envolvimento de muitas mãos. Nesta fase de transição ao localg.a.p, o sucesso da iniciativa não teria sido possível sem o envolvimento de diversas entidades. O Sebrae-RS desempenhou papel crucial na gestão do projeto, com recursos provenientes do Instituto de Gestão, Planejamento e Desenvolvimento da Vitivinicultura do Estado do Rio Grande do Sul (Consevitis-RS) e da multinacional UPL, especializada em produtos químicos e biológicos. O Consevitis-RS, por meio de convênio de cooperação técnica e financeira com o Sebrae, apoiou a iniciativa através de recursos da parceria com a Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi), do Rio Grande do Sul.

“Este projeto tem uma importância muito grande para a organização e a qualificação dos processos nas propriedades. O Consevitis-RS, em conjunto com parceiros, tem buscado investir esforços e recursos para garantir a qualificação e a certificação destes processos, demonstrando a excelente qualidade da uva, dos sucos, vinhos e espumantes e garantindo as boas práticas necessárias por parte dos produtores, das indústrias e das cooperativas”, avalia o presidente do Consevitis-RS, Luciano Rebellatto.

Auditorias – Outra evolução importante do programa, é a realização das auditorias por uma certificadora. Agora na fase final, as inspeções foram conduzidas pela certificadora Qima/WQS para verificação do SGQs (sistema de gestão da qualidade) e de uma amostra dos produtores rurais por grupo. Os principais pontos avaliados incluem avaliação de análises de riscos por propriedade, caderno de campo, armazenamento de agrotóxicos, qualidade e cuidados com a água, inspeção e manutenção de pulverizadores, uso de EPI, treinamento de trabalhadores e demais procedimentos para garantir a segurança ambiental, dos trabalhadores e do produto final.

Felipe Corso, produtor de uvas na cidade de Antônio Prado, na Serra gaúcha, avalia de forma positiva a participação no processo: “Fui convidado pela cooperativa há cerca de dois anos para participar do Programa Pas Uva. No começo a gente fica com receio de fazer mudanças, da burocracia. Mas acabei me engajando, fazendo o que era solicitado e percebi que vale a pena. Organização nunca faz mal para ninguém”.

A expectativa é de que, em abril, seis empresas e cooperativas e seus grupos de produtores, totalizando em torno de 200 propriedades rurais, obtenham suas cartas de conformidade, encerrando com êxito essa primeira etapa e consolidando o local g.a.p como uma realidade no Brasil. A partir deste piloto, a expectativa é continuar com a parceria, apoiando o setor na implantação das boas práticas agrícolas para atender os requisitos do protocolo localg.a.p nos demais produtores de uva para processamento, garantindo a evolução da cadeia produtiva. “Assim, esperamos estabelecer padrões para uma produção agrícola sustentável, segura e de qualidade”, reforça Angélica Louvani Brandalise, gestora do projeto no Sebrae RS.

LEIA TAMBÉM:

ARTIGOS RELACIONADOS

Tecnologia sem resíduos

Desenvolvida e testada na Europa, solução tem ação decisiva em cultivos variados, como abacates, citros e uvas, que miram o consumidor preocupado com a qualidade e a segurança dos alimentos

Vinícola Legado dá início às festividades da colheita da uva

Este ano, a vinícola localizada em Campo Largo vai oferecer duas experiências distintas em sua tradicional Festa da Colheita, já em sua 9ª edição. O evento acontece nos dias 21 e 22 de janeiro, das 10h30 às 16h

Termotécnica apresenta embalagens iPack para vinhos

A Termotécnica - uma das maiores indústrias de soluções de embalagens em EPS no Brasil ...

Normas técnicas para a produção integrada de uva entram em vigor em julho

A partir do dia 1º de julho deste ano, entra em vigor a Instrução Normativa nº 21, publicada no Diário Oficial da União (DOU), que traz as normas técnicas específicas para a produção integrada de uva em processamento (PIUP).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!