Silício aumenta resistência da fruta

0
258

Autor

Mário Calvino PalombiniEngenheiro agrônomo e proprietário da Vermelho Natural – vermelhonatural@hotmail.com

Morango – Crédito: Shutterstock

O silício é um elemento que pode fazer parte da estrutura da planta, ocasionando barreiras físicas para a infecção e ataque de plantas causados por pragas e doenças. Em cada caso, a forma de atuação do silício é diferente.

Para entender a ação sobre tripes e ácaros, é necessário compreender o sistema bucal, que é do tipo picador, sugador ou raspador, atuando em picar ou raspar a membrana da folha ou flor, extravasando da planta líquidos nutritivos e os sugando, assim, causando danos à planta.

A sílica dificulta este processo, mas não impede. Sua ação ocorre sobre as pragas ao dificultar o processo da alimentação. Ao perceber a dificuldade de obter alimento, a praga diminui a sua oviposição, retardando o crescimento populacional.

No caso de doenças, principalmente antracnose, a infecção é aumentada quando a planta está em uma situação de estresse, as defesas estão baixas e não ocorreu uma boa formação dos tecidos da planta. Tecidos mau formados passam a ser uma porta de entrada para as doenças. A sílica, ao fazer parte destes tecidos, torna-se uma barreira.

Em relação ao oídio, o excesso de crescimento torna os tecidos mais tenros, facilitando a sua infecção. O silício tem a capacidade de equilibrar o crescimento da planta, dificultando o desenvolvimento da doença.

Lembrando que o silício não pode ser considerado um meio eficiente de controle de pragas e doenças, mas uma alternativa auxiliar nos processos.