19.6 C
Uberlândia
domingo, junho 16, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosHortifrútiSistemas de colheita de batata - Qual escolher?

Sistemas de colheita de batata – Qual escolher?

 

Maurício Cesar Iung

Engenheiro agrônomo e professor do Curso de Agronomia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, campus Curitiba

mauricio.iung@pucpr.br

Crédito Shutterstock
Crédito Shutterstock

O processo de colheita da batata consiste em três operações básicas: arranquio ou levantamento, quando os tubérculos são desenterrados e deixados sobre o solo; catação ou recolhimento, quando as batatas previamente arrancadas são acondicionadas em utensílios ou equipamentos para transporte (sacas, “big bags“, carretas, etc.), e transporte, quando o material é retirado da lavoura e encaminhado para processamento e/ou comercialização.

Estes processos podem ser didaticamente classificados como:

ðManual: quando todas as operações são realizadas manualmente.

ðSemi-mecanizado: quando parte das operações é feita manual e parte mecanizada. É o tipo mais comum, sendo a catação a parte da operação que é manual e as demais mecanizadas. Ainda é o tipo mais comum no Brasil

ðMecanizada: quando todas as operações são mecanizadas.

Mecanização

Nos últimos 20 anos a prática da mecanização na bataticultura vem sendo gradativamente utilizada pelos produtores.Embora a tecnologia exista há vários anos, e a colheita mecanizada fora do Brasil, sobretudo nos países desenvolvidos, seja a regra, aqui ainda há resistência dos produtores na sua utilização.

A resistência se dá pela exigência de altos valores de investimentos, em alguns casos até milhares de euros; incertezas do mercado, sobretudo com as oscilações constantes do preço do produto na lavoura; e até descrédito quanto à qualidade do produto colhido pela colheita totalmente mecanizada, quando a batata é para consumo in natura.

 A colheita manual tem sido cada vez menor entre os bataticultores - Crédito Ana Maria Diniz
A colheita manual tem sido cada vez menor entre os bataticultores – Crédito Ana Maria Diniz

Vantagens da colheita mecanizada

Entre as vantagens da colheita mecanizada estão: rapidez na colheita; menor gasto com mão de obra; maior produtividade em virtude de redução de perdas na colheita e maior jornada de trabalho, otimizando máquinas e equipamentos.

Estima-se que o custo da colheita da batata em sistemas semi-mecanizados corresponda de 06 a 9,0% do custo total da lavoura. Este valor chega a cair pela metade quando se utiliza o sistema totalmente mecanizado, mesmo que o investimento em maquinário seja pelo menos seis vezes maior do que no semi-mecanizado.

Em tempos de enxugamento de custos, baixa de preços e estreitamento da margem de rentabilidade do produtor, qualquer ação que diminua custos trará segurança ao produtor.

Quanto à mão de obra, está cada vez mais escassa. O trabalho na colheita da cultura, fazendo catação dos tubérculos, se dá a pleno sol e com grande probabilidade de danos ergonômicos aos trabalhadores, afastando, sobretudo, os mais novos da atividade.

A legislação trabalhista, ao contribuir positivamente para as relações de trabalho, exigindo a contratação mesmo que temporária dos trabalhadores e lograr melhores condições de higiene e segurança do trabalho (Norma Regulamentadora nº 31 de 2011), contribui para aumentar o custo da atividade.

A colheita manual tem sido cada vez menor entre os bataticultores - Crédito Ana Maria Diniz
A colheita manual tem sido cada vez menor entre os bataticultores – Crédito Ana Maria Diniz

No entanto, nem tudo são vantagens. O alto valor inicial dos investimentos; a dificuldade do recebimento de batata a granel em algumas lavadoras; a exigência de cultivo em solos menos argilosos e com um preparo ainda mais apurado (ausência de torrões, pedras e/ou plantas daninhas); e a desconfiança do mercado ante a possibilidade de danos ocasionados nos tubérculos colhidos mecanicamente, depreciando o produto e, consequentemente, diminuindo o preço, contribui para desestimular o produtor a colher de forma totalmente mecanizada.

Sobre este último aspecto, há produtores que, mesmo já tendo o sistema para colheita mecanizada, quando a produção se destina ao consumo in natura utiliza o semi-mecanizado. A opção pelo mecanizado se dá somente para batatas que são destinadas à indústria.

Mecanização x qualidade

A qualidade do produto colhido é inerente à prática agrícola utilizada durante todo o ciclo e, principalmente, à maturação da epiderme do tubérculo, ou como o produtor diz, “firmar a pele da batata“ em área onde se promove a dessecação da parte aérea com operação antecedente à colheita.

É importante deixar um intervalo de pelo menos 12-15 dias para realizar a colheita. É nessa fase que os maiores problemas com a colheita mecanizada acontecem. Caso o produtor prefira colher um pouco mais cedo para aproveitar a oportunidade de preço, corre o risco de colher um tubérculo imaturo e que pode apresentar defeitos (esfolamento) quando chegar à lavadora.

Entre as vantagens da colheita mecanizada estão a rapidez na colheita - Crédito Luize Hess
Entre as vantagens da colheita mecanizada estão a rapidez na colheita – Crédito Luize Hess

 

Essa matéria completa você encontra na edição de dezembro 2017  da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira já a sua para leitura integral.

ARTIGOS RELACIONADOS

Tecnologia digital – O futuro chega ao campo

Estamos vivendo uma nova revolução de valores e de requisitos para a sustentabilidade. O Agro 4.0 já é realidade nos ecossistemas de inovação e em parte do agronegócio, com franca expansão no Brasil. Neste cenário, a tecnologia digital é essencial, tanto para o monitoramento no campo como no aproveitamento das informações (Big Data) para a tomada de decisões com suporte em ampla base de conhecimento (data analysis), no funcionamento de equipamentos e implementos inteligentes (IoT + IA) e no tratamento de imagens coletadas e transmitidas em tempo real (5G).

Colheita de café pode ocorrer mais cedo devido ao clima

Williams Ferreira            Pesquisador da Embrapa Café/EPAMIG UREZM na área de Agrometeorologia e Climatologia, atua principalmente em pesquisas voltadas para o...

Amendoim sobre palhada de cana – Mecanização vem com força total

A KBM " Equipamentos Agrícolas Ltda.é uma fábrica de equipamentos agrícolas com foco muito grande em equipamentos para a cultura de amendoim, além de...

Secagem estática do café – Tecnologia sem movimentação dos grãos

  Carlos Henrique Cardeal Guiraldeli Engenheiro agrônomo cguiraldeli@gmail.com   O mercado altamente competitivo da cafeicultura contemporânea tem forçado os cafeicultores a buscar uma produção cada vez mais sustentável. O...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!