27.3 C
Uberlândia
sexta-feira, julho 19, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosSoja, milho e feijão agradecem com incremento de produtividade à aplicação de...

Soja, milho e feijão agradecem com incremento de produtividade à aplicação de algas

Fotos Acadian
Fotos Acadian

A Acadian Seaplants, líder mundial em pesquisas, cultivo, colheita e extração de algas marinhas, há pouco tempo criou uma divisão específica para o mercado agrícola, denominada Acadian Plant Health, visando expandir os benefícios dos produtos da companhia para soluções sustentáveis e integradas à agricultura moderna.

A Acadian Seaplants tem uma subsidiária regional no Brasil, denominada Acadian do Brasil LTDA. O foco da Acadian do Brasil está em oferecer o melhor atendimento e a maior agilidade no fornecimento de produtos e prestação de serviços aos clientes em nosso país.

Com uma equipe atuante, a Acadian oferece suporte necessário para atuar nos principais mercados agrícolas brasileiros. Além de toda a tecnologia empregada nos produtos, dispõe de técnicos e distribuidores que estão à disposição dos clientes em todo Brasil, inclusive em Minas Gerais, Sudeste e Sul.

Algas aumenta a produtividade do milho - Fotos Acadian
Algas aumenta a produtividade do milho – Fotos Acadian

Ascophyllum nodosum

A Ascophyllum nodosum é a alga marinha mais pesquisada no mundo (mais de 2.500 publicações), além de ter o uso aplicado na agricultura. Esta alga habita as regiões do Atlântico Norte, e está estabelecida em zona de variação de maré. Está submetida a condições ambientais extremas, sob temperaturas que no verão podem chegar a 35ºC e no inverno a -20° C.

Para sobreviver a estas condições adversas, a Ascophyllum nodosum produz compostos que possibilitam a ela sobreviver e se desenvolver em tal ambiente.E são estes compostos, aplicados por meio dos extratos Acadian em plantas cultivadas, que possibilitam a obtenção de benefícios similares aos da alga, ou seja, melhoram a capacidade de desenvolvimento da planta em situações adversas.

Observou-se, conforme fotos acima, maior número de fileiras por espiga, maior peso de grãos e peso de 20 espigas da testemunha foi de 3,6Kg e o tratamento  com Acadian foi de 4,7Kg.
Observou-se, conforme fotos acima, maior número de fileiras por espiga, maior peso de grãos e peso de 20 espigas da testemunha foi de 3,6Kg e o tratamento com Acadian foi de 4,7Kg.

Extratos Acadian

Os extratos de Aschophyllum nodosum da Acadian Plant Health são resultantes de matéria-prima uniforme e 100% fresca, combinado a um processo de colheita sustentável e processo de extração patenteado, que proporciona uma composição bioquímica única.

O estudo é comprovado por uma metodologia analítica precisa e com resultados consistentes, considerando a bioeficácia em laboratório e a campo (Craigie, 2011).Os extratos Acadian são registrados como fertilizantes organominerais, com garantias nutricionais de potássio e carbono orgânico.

O modo de aplicação dos extratos de algas Acadian® pode ser via irrigação, tratamento de sementes, jato dirigido ao solo e também via pulverização foliar.

Pesquisas

Observou-se, conforme fotos acima, maior número de fileiras por espiga, maior peso de grãos e peso de 20 espigas da testemunha foi de 3,6Kg e o tratamento  com Acadian foi de 4,7Kg.
Observou-se, conforme fotos acima, maior número de fileiras por espiga, maior peso de grãos e peso de 20 espigas da testemunha foi de 3,6Kg e o tratamento com Acadian foi de 4,7Kg.

As plantas cultivadas são muito sensíveis aos diversos estresses, em especial estresse hídrico, principalmente durante a fase de reprodução. A falta de água pode resultar em problemas na germinação, no estande e redução geral no crescimento, além de perdas na produtividade.

Adicionalmente, pode causar aborto de flores e vagens novas, reduzindo, por exemplo, o número de sementes por vagem, o enchimento de grãos e seu tamanho, além de prejudicar a produtividade e a qualidade de forma relevante.

Estudos têm demonstrado o efeito positivo do extrato de Ascophyllumnodosum Acadian® na tolerância das plantas ao estresse hídrico. No entanto, os modos de ação do extrato de algas marinhas envolvidos na melhoria da tolerância ao estresse ainda estão sendo compreendidos.

A resposta das plantas ao estresse hídrico é um processo complexo e dinâmico (Chaves et al., 2003). A folha da planta é o principal receptor de estresse, sendo responsável por desencadear uma cadeia de respostas fisiológicas de expressão dos genes da regulação hormonal (Peleg e Blumwald, 2011) para a osmorregulação (Ahmad Wani e 2014) e adaptação estrutural (Bacelar et al., 2004).

Uso-de-algas-no-tratamento-de-sementes
Uso-de-algas-no-tratamento-de-sementes

A folha da planta tem um mecanismo inerente de regulação dos estômatos que controla a troca gasosa, fotossíntese e atividades metabólicas em resposta às mudanças ambientais por meio da manutenção de um equilíbrio crucial entre ganhos fotossintéticos e as perdas de água (Chaves et al., 2003; Jones et al., 2009; Costa et al., 2013).

A Acadian Seaplants efetuou ensaios com o objetivo de compreender os mecanismos de ação do extrato de algas, simulando as condições de estresse hídrico em plantas de soja, em que imagens térmicas foram utilizadas para auxiliar na detecção, no estágio inicial, das respostas fisiológicas das plantas de soja ao estresse hídrico “in-situ”.

Para realizar o teste do estudo, foi medido o ângulo e a temperatura da folha de plantas de soja individualmente, ao longo de um experimento de deficiência hídrica e recuperação de tensão por cinco dias.

A aplicação de Acadian® em TS=200 ml100 kg + 1000mlha de Acadian® em 2 aplicações foliares)  resultou em incremento de 11 sacas ha na produtividade frente à testemunha.
A aplicação de Acadian® em TS=200 ml100 kg + 1000mlha de Acadian® em 2 aplicações foliares) resultou em incremento de 11 sacas ha na produtividade frente à testemunha.

Vale ressaltar que no experimento as medidas foram efetuadas em plantas tratadas com Acadian® e plantas testemunhas, todas submetidas às mesmas condições de estresse. Essa pesquisa foi um passo importante no entendimento dos benefícios de extratos de algas marinhas, visando melhorar a produtividade da cultura sob estresse hídrico.

Gráfico 01

Resultados

Durante os dois primeiros dias de experiência não houve diferenças estatísticas significativas na temperatura da folha e turgescência entre as plantas tratadas e controle. A diferença entre as plantas tratadas e o controle tornou-se significativa no terceiro dia de estresse hídrico.

No ensaio de campo irrigado em Paracatu (MG) se obteve incremento de 17,5 sacas de feijão/ha com três aplicações de 30 0mL/ha de extrato de algas Acadian nas fases V3, R1 e R5. Crédito:  Luize Hess
No ensaio de campo irrigado em Paracatu (MG) se obteve incremento de 17,5 sacas de feijão/ha com três aplicações de 30 0mL/ha de extrato de algas Acadian nas fases V3, R1 e R5. Crédito: Luize Hess

Essa matéria completa você encontra na edição de dezembro 2016 da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua para leitura integral.

ARTIGOS RELACIONADOS

Alface – Não deixe pendoar

Fábio Akiyoshi Suinaga Pesquisador da área de Melhoramento de Plantas da Embrapa Hortaliças O pendoamento na alface é a expressão da fase reprodutiva dessa espécie. O...

Nutrisafra – A nutrição de ponta que sua lavoura merece

A Nutrisafra sempre se fez presente na Hortitec, a maior feira da América Latina do setor. “Como uma empresa focada em HF, essa é...

Versatilidade do plantio de eucalipto

  José de Castro Silva Doutor em Engenharia Agrícola e professor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF)  Vinícius Resende de Castro Doutor em Recursos...

A compactação do solo durante a semeadura aumenta as doença?

AutoresAlexandre Dinnys Roese Analista – Fitopatologista da Embrapa Agropecuária Oeste Augusto César Pereira Goulart Pesquisador – Fitopatologista da Embrapa Agropecuária Oeste Frequentemente...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!