21.6 C
Uberlândia
terça-feira, abril 16, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosTratamento biológico de sementes no feijão

Tratamento biológico de sementes no feijão

Rafael Rosa Rocha
Engenheiro agrônomo e mestre em Ambiente e Sistemas de Produção Agrícola – Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT)
rafaelrochaagro@outlook.com

O período de germinação é determinante para o sucesso na produtividade do feijão. Desta maneira, o tratamento de sementes é fundamental, ou até mesmo indispensável, para proteção do feijão desde o plantio.

Foto: Rafael Rocha

O tratamento de sementes constitui em procedimento biológico, químico ou físico, visando reduzir ou erradicar fitopatógenos associados externa ou internamente às sementes. O objetivo final é permitir a emergência de plântulas sadias e evitar a posterior disseminação de patógenos.

A produtividade da lavoura de feijão depende de uma série de fatores, como clima, região, manejo de pragas e doenças, entre outros. Uma semente com fungos ou atacada por insetos poderá sofrer uma vasta deterioração e, consequentemente, problemas na germinação.

Entre as opções disponíveis que contribuem para o sucesso no campo, o tratamento de sementes está entre as soluções que devem ser levadas em conta pelo produtor. Considerada uma das medidas fitossanitárias mais eficientes, essa técnica potencializa a genética e protege as sementes e plântulas de danos desde o seu contato inicial com o solo – considerado o período mais crítico da lavoura – até o crescimento das plantas.

Além disso, o tratamento de sementes contribui para o desenvolvimento de uma lavoura uniforme e com maior força de enraizamento.

Ameaças

Dentre as ameaças que podem comprometer a produtividade da lavoura de feijão no estádio inicial estão as doenças, como antracnose (Colletotrichum lindemuthianum), mancha-de-alternaria (Alternaria alternata), mancha-de-fusarium (Fusarium oxysporum f.sp. phaseoli) e podridão-dos-grãos-armazenados (Aspergillus flavus), que também podem causar sérios prejuízos ao agricultor.

Mas, dentre essas, a mais agressiva é a antracnose, causada pelo fungo Colletotrichum lindemuthianum, principalmente quando ocorre no início do ciclo da cultura. O tratamento de sementes com fungicidas é uma das alternativas que apresenta bons resultados na prevenção aos prejuízos com esta doença.

Pesquisas

Dentre os organismos mais estudados e utilizados no tratamento das sementes de feijão, destacam-se fungos e bactérias, podendo citar o gênero de fungos Trichoderma e as bactérias do gênero Bacillus.  

O gênero Trichoderma tem ação no controle de fitopatógenos e na promoção de crescimento vegetal e, por serem organismos versáteis, podem atuar de diversas formas no controle de nematoides, como pela produção de toxinas, modificações dos exsudatos radiculares, ou pela colonização do fungo em locais característicos de penetração do nematoide.

Incremento de produtividade

Trabalhos apontam também que no tratamento de sementes, a inoculação com bactérias fixadoras de nitrogênio ajuda a reduzir em 75% a utilização de fertilizantes nitrogenados por hectare, o que resulta em maior produtividade, segundo a Universidade de São Paulo (USP).

Na prática, a inoculação ainda ajuda a reduzir os custos de produção em até 12%, ou seja, melhora a produtividade e diminui os gastos na produção de feijão.

Pesquisas apontam que o tratamento de sementes de feijão à base de nutrientes, extratos vegetais e aminoácidos resultou em um incremento de 2,1 sacas a mais por hectare. No total, a área que recebeu as soluções teve uma produção de 60 sc/ha, enquanto a testemunha teve uma produção de 57,9 sacas/ha, resultando em um acréscimo de 3,6%.

De forma clara, os benefícios do tratamento de sementes, são: sementes tratadas usualmente recebem a adição de compostos químicos que auxiliam na sua instalação e crescimento na lavoura.

Estes compostos possuem atuação fisiológica nas plantas, auxiliando-as a estabelecerem crescimento vigoroso e com melhor aproveitamento do seu potencial produtivo. Esse crescimento é conhecido como efeito fitotônico, que é caracterizado pelas vantagens positivas no crescimento e no desenvolvimento das plantas, proporcionadas pela aplicação de algum ingrediente ativo.

Os principais compostos são:

● Inseticidas, fungicidas, nematicidas, herbicidas, bactericidas e outros agroquímicos, com a função de combater algum tipo de praga ou doença.

● Micronutrientes: estudos indicam que são elementos essenciais para o processo de germinação da semente. 

● Bioestimulantes ou reguladores de crescimento: substâncias compostas por hormônios vegetais ou sintéticos que atuam como promotores de crescimento.

Outro benefício que esse processo oferece é a proteção ambilateral das culturas, que ocorre abaixo e acima do solo antes, durante e depois da germinação.

Vamos ao manejo

São vários os benefícios, mas, como realizar o tratamento? O tratamento de sementes nas fazendas ocorre geralmente momentos antes da semeadura. Faz-se o preparo da calda (de acordo com cada fabricante); a semente é separada e a mistura ocorre em equipamentos.

Fazendas com maior tecnologia possuem tratadoras mecânicas específicas, em que, de uma maneira geral, há uma tratadora com compartimento para as sementes, outro compartimento para o produto químico e um compartimento para misturar as sementes e a calda, que homogeneíza o produto final.

Para o feijão, quase não existe tratamento de semente industrial (TSI, pois um dos motivos de não vender semente tratada é que ela é muito sensível, o que pode acabar perdendo sua viabilidade. Desta forma, os próprios produtores preferem comprar e tratar “on farm”.

ARTIGOS RELACIONADOS

Manejo biológico do solo contribui para aumento de 4 sc/ha na soja

Os produtores de soja que já se planejam para a próxima safra devem ter como foco principal a construção de um solo equilibrado em seus aspectos...

Adubação foliar do amendoim sob estresse provocado por herbicidas

Flávio Reigadas Engenheiro agrônomo e RTV da Brandt do Brasil A cana-de-açúcar faz parte da paisagem agrícola brasileira desde o período colonial, quando o foco...

Percevejos na lavoura de soja: uma grande ameaça para o sucesso do produtor

  *Por Adriano Roland Quando se fala em praga na soja, o percevejo é considerado uma das que mais prejudicam e atacam a cultura, pois o...

Feijão carioca transformado

Uma pesquisa liderada pelo The Good Food Institute em parceria com o IBOPE e 11 empresas ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!