26.6 C
Uberlândia
sexta-feira, junho 14, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosTratamento de semente com fitohormônios - Que vantagens há?

Tratamento de semente com fitohormônios – Que vantagens há?

Créditos - Shutterstock
Créditos – Shutterstock

Fitohormônios vegetais são substâncias naturais ou sintéticas que, quando aplicadas em plantas, geram mudanças metabólicas nas suas células e alteram processos vitais e estruturais. Segundo Juliano Gullo de Salvo, engenheiro agrônomo, mestre em Solos e Nutrição de Plantas e coordenador técnico da Green Has do Brasil, a utilização de fitohormônios no tratamento de sementes de feijoeiro pode auxiliar no processo de germinação e desenvolvimento da semente e posterior enraizamento da plântula.

Isso porque os fitohormônios vegetais atuam de forma específica. “Receptores específicos correspondentes a cada um dos diversos fitohormônios estão presentes nas células-alvo e a interação deles com as moléculas receptoras desencadeia respostas celulares que promovem ou inibem o desenvolvimento da planta“, pontua.

Os fitohormônios vegetais promovem a formação de raízes laterais e adventícias e controlam o crescimento em alongamento da raiz. Ademais, são requeridos durante a divisão celular e manutenção da viabilidade das células nas raízes laterais em desenvolvimento.

Isso reflete em maior volume de solo explorado pela raiz, elevando a eficiência na absorção de nutrientes e água e, consequentemente, resultando em maior tolerância ao déficit hídrico, às pragas e doenças.

Fontes

Dentre as fontes de fitohormônios  naturais, Juliano de Salvo destaca os produtos à base de extratos de algas marinhas. “O uso de algas marinhas na agricultura vem apresentando crescimento, ao longo dos últimos anos, por ser um produto natural, cujo extrato apresenta composição hormonal favorável às plantas cultivadas. Em virtude das algas estarem sujeitas a um ambiente com grandes variações de temperatura, marés e condições de crescimento, elas desenvolvem mecanismos fisiológicos de adaptação, baseados na síntese de compostos e fitohormônios específicos“, esclarece.

A aplicação de produtos à base de algas marinhas no tratamento de sementes do feijoeiro, por exemplo, promove estímulo ao enraizamento, devido ao seu balanço hormonal. O agrônomo ressalta que o adequado enraizamento depende da relação entre os fitohormônios auxinas/citocininas.

“Importante que se utilize produtos de qualidade com altos de teores de algas, com pureza e formulação corretas, para garantir a eficiência do produto e seus benefícios“, ressalta Juliano de Salvo. Na prática, a composição (quantidade e tipos de compostos) destes produtos pode ser alterada em função da espécie de alga utilizada para a confecção do extrato, bem como sua época de coleta; método de extração e adição de outros compostos (principalmente macro e micronutrientes).

A aplicação de produtos à base de algas marinhas no tratamento de sementes do feijoeiro promove estímulo ao enraizamento - Créditos Shutterstock
A aplicação de produtos à base de algas marinhas no tratamento de sementes do feijoeiro promove estímulo ao enraizamento – Créditos Shutterstock

Benefícios ao feijoeiro

Os ganhos de produtividade são de forma indireta. O tratamento de sementes auxilia no estabelecimento inicial das plantas, no crescimento vegetativo e no crescimento das raízes, resultando em maior exploração do volume de solo pelo feijoeiro.

Diversos trabalhos relatam que sementes de feijão tratadas com produtos à base de fitohormônios apresentam maior velocidade de germinação e maior matéria seca da raiz, parte aérea e total nos estágios iniciais de desenvolvimento, quando comparadas com sementes não tratadas. “De maneira geral, o tratamento do feijoeiro com fitohormônios vegetais reflete em uma maior produtividade final“, resume o agrônomo.

Soluções nutricionais

A Green Has do Brasil apresenta soluções nutricionais para a cultura, com produtos de alta qualidade, focados em cada fase fisiológica da planta, otimizando e garantindo o fornecimento de elementos em quantidades corretas, de acordo com suas necessidades. Atualmente, comercializa no mercado o produto Algaren B Zn, um produto líquido à base de boro e zinco (micronutrientes muito exigidos no Brasil) complexados por extratos de algas (Eckloniamaxima).

Algaren B Zn favorece o desenvolvimento do sistema radicular e a germinação das sementes; uma boa floração e fecundação (aumenta a fertilidade); pegamento dos frutos (homogeneidade de tamanho); crescimento das gemas laterais; qualidade e o peso dos frutos.

Formulação AgarenBZn®: boro (B); zinco (Zn), 62% de agente complexante e extratos de algas Eckloniamáxima

 

Essa matéria você encontra na edição de maio 2017 da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua.

ARTIGOS RELACIONADOS

5 dicas de manejo que auxiliam na produtividade do hortifrúti

Veja os principais cuidados durante a florada, fase em que se determina a quantidade de frutos que serão gerados pela planta   A florada é a...

ABCSEM promove 2º Seminário Nacional de Folhosas em agosto

O evento será realizado, no dia 31 de agosto, na região serrana do Rio de Janeiro e reunirá os principais representantes da cadeia produtiva...

Desbaste pelo alto – Alternativa para o Pinus taeda

Daniel da Silva Souza Geógrafo, graduando em Engenharia Florestal e consultor ambiental geocentrosul@gmail.com   As florestas plantadas apresentam um desenvolvimento superior quando intervenções silviculturais são conduzidas no povoamento...

Yoorin Fertilizantes participa da FEACOOP 2017

Companhia, que foi a primeira empresa de insumos agrícolas do mundo a receber o selo de sustentabilidade ProTerra, expõe ao mercado sua linha de...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!