23.3 C
São Paulo
terça-feira, julho 5, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Destaques Trigo paulista pode atingir 400 mil toneladas em 2022

Trigo paulista pode atingir 400 mil toneladas em 2022

Crédito Wikipedia

O estado de São Paulo tem possibilidade de fechar o ano de 2022 com uma safra recorde de trigo, com volumes na casa das 400 mil toneladas. Esse foi a expectativa apresentada na primeira reunião da Câmara Setorial do grão no estado, realizada na manhã do dia 07 de abril em formato híbrido, com participação presencial na Cooperativa Agrícola de Capão Bonito (CACB) e acompanhamento virtual pelo canal do YouTube do Sindicato da Indústria do Trigo de São Paulo (Sindustrigo).

Segundo o reporte das quatro maiores cooperativas paulistas produtoras de grãos, espera-se que a safra de trigo de 2022 seja recorde, tendo em vista as estimativas apresentadas. “Este número será atingido se as condições climáticas deste ano forem favoráveis para o cultivo, o que levaria a um aumento da produtividade nos campos paulistas, tendo em vista que a área plantada será similar à do ano passado”, explica o presidente da Câmara Setorial de Trigo Victor Oliveira.

Caso essa expectativa se concretize, os produtores de São Paulo reverteriam a queda na produção registrada na safra de 2021, que foi afetada pelas geadas durante o desenvolvimento do trigo. “O fator climático e o aumento nos custos envolvidos na produção foram elementos que limitaram a cultura do trigo na última safra a 255 mil toneladas”, de acordo com Oliveira.

Em contrapartida, um dos fatores que estimulou os produtores paulistas em meio aos desafios de 2021 foi o preço do trigo, o que contribuiu para a rentabilidade dos negócios.

O conflito entre Rússia e Ucrânia e as consequências para o mercado de trigo também fizeram parte da pauta da reunião. O trader da Cofco International Daniel Lima definiu como desafiador o panorama para os próximos meses. “Toda essa situação do conflito tem pressionado a oferta, o que afetará a precificação do trigo em players como a Argentina, que tende a crescer como exportador no mercado internacional. Como os preços no Brasil, de certa forma, refletem o que acontece na Argentina, também sentiremos uma diferença nos valores do trigo”.

Câmara Setorial elege novo presidente

O ciclo de Victor Oliveira como presidente da Câmara Setorial do Trigo de São Paulo chegou ao fim e, durante a reunião, o diretor industrial do Grupo Ocrim Ruy Zanardi foi anunciado como o sucessor ao cargo. “A Câmara Setorial é extremamente importante para que a cadeia seja virtuosa. A clareza, a transparência e o respeito são fundamentais para debater questões de um setor tão plural. Uma cadeia só é forte com elos fortes”, destaca Zanardi.

“Foram dois anos desafiadores, mas de muito aprendizado com o apoio das cooperativas, dos moinhos e dos produtores. É muito gratificante ter participado dessa gestão e desejo boa sorte ao novo presidente e ao setor nos próximos anos”, pontua Oliveira.

Guia de Qualidade da Farinha

A Associação Brasileira da Indústria do Trigo – Abitrigo e a Biotrigo Genética também participaram da reunião da Câmara Setorial, apresentando o Guia de Qualidade da Farinha, publicação lançada em março com o objetivo de informar os produtores e cerealistas sobre os processos realizados na farinha de trigo pela indústria moageira.

“Em contato com a Abitrigo, que trouxe o apoio dos moinhos, elaboramos um material didático aos produtores e às pessoas que trabalham com o recebimento de grãos, levando conhecimento e o sentimento de pertencimento a estes agentes da cadeia do trigo”, afirma a gerente de desenvolvimento de produto para indústria da Biotrigo Kênia Meneguzzi.

“Nossa intenção é sempre aproximar todos os elos da cadeia. Além disso, o que pode tornar o trigo cada vez mais atrativo, independente do momento, é a qualificação do cereal. À medida que o agricultor conhece mais sobre o seu produto, a cadeia como um todo consegue agregar valor até o produto final”, finaliza o superintendente da Abitrigo Eduardo Assêncio.

A reunião da Câmara Setorial do Trigo de São Paulo pode ser revista na íntegra clicando aqui.

Inicio Destaques Trigo paulista pode atingir 400 mil toneladas em 2022