24.6 C
Uberlândia
domingo, maio 26, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioEventos13ª Jornada da Soja Copasul

13ª Jornada da Soja Copasul

Dia de Campo integra o calendário de grandes eventos da Copasul e terá palestras sobre sistemas alternativos, como irrigação e plantas de cobertura.

Nesta quarta-feira, dia 17, a Copasul vai realizar em Naviraí a 13ª edição da Jornada Técnica da Soja, que faz parte do seu calendário de grandes eventos e abre o circuito de dias de campo da safra em 2024. A programação do evento terá palestras sobre irrigação, sanidade, plantas de cobertura e ainda apresentação de resultados de trabalhos sobre nutrição e uso de regulador de crescimento, além do tradicional giro pelos campos com variedades de soja recomendadas para a região.

Em 2023, a Jornada Técnica da Soja Copasul reuniu 600 pessoas em Naviraí.
Foto: Divulgação.

O evento está programado para começar às 6h30 da manhã na Fazenda Flor de Maio, do Grupo AgroAS, um dos anfitriões do dia. Logo depois da abertura, uma parte do público presente vai assistir a palestra do engenheiro agrônomo e agricultor William Matté, produtor na região do PAD+DF. Ele vai falar sobre sistema de produção em área irrigada.

“Como a gente está numa área de pivô, o William Matté vai falar sobre manejo de irrigação. O William é um produtor e um agrônomo muito técnico, que planta na região do PAD-DF, que é umas regiões mais tecnificadas de irrigação. Então o William vai mostrar para nós um pouco do sistema produtivo dele, como é que ele faz a irrigação, porque ele usa e onde ele usa. É bom para a gente abrir nossa cabeça sobre manejo, sobre novas culturas, até porque às vezes a gente tem que buscar alternativas diferentes”, contextualizou o engenheiro agrônomo Anderson Guido, gerente corporativo do departamento agronômico da Copasul.

Enquanto parte do público assiste a apresentação de Matté, outra parte vai rodar primeiro pelas dinâmicas de campo para depois conferir a palestra. Estas dinâmicas compreendem uma apresentação sobre plantas de cobertura a ser feita pelo engenheiro agrônomo Douglas Gitti, doutor em sistemas de produção pela Unesp de Ilha Solteira e pesquisador de manejo e fertilidade do solo da Fundação MS.

De acordo com Guido, a palestra do pesquisador da Fundação MS será apresentada num momento oportuno para a tomada de decisão do cooperado, que colhe a soja de olho na formação das possíveis áreas com plantas de cobertura. A escolha pela planta ou pelo mix mais adequado varia de acordo com a janela da colheita, então as informações ajudam o produtor neste processo.

A outra dinâmica de campo que ocorre na parte da manhã é a apresentação de resultados de um trabalho técnico sobre uso de regulador de crescimento realizado junto ao professor doutor em agronomia Evandro Binotto Fagan, pesquisador e professor da Unipam, de Patos de Minas-MG.  “São os consultores do departamento agronômico da Copasul que vão apresentar o tema. A gente está contando o número de vagens, o número de ramificações e tem diferença umas das outras. Quando você examina, você vê a diferença de um tratamento para o outro, é bem bacana”, antecipou Anderson Guido.

Concluída a programação da manhã, os participantes da Jornada vão almoçar na Fazenda Alvorada, pertencente ao Grupo Antigo, também anfitriões do evento. Logo após a refeição, haverá palestra no barracão sobre “Desafios e Perspectivas no Controle Químico de Doenças em Soja”, com a engenheira agrônoma doutora em fitopatologia Carolina Deuner, professora de Agronomia da Universidade de Passo Fundo, e consultora da ProtScience.

Na sequência, haverá mais uma divulgação de resultados, desta vez de trabalhos relacionados a nutrição de plantas, desenvolvido com com o engenheiro agrônomo e diretor da DK Ciência Agronômica, Henry Sako, que estará presente no evento. “São trabalhos importantes desenvolvidos a campo. No ano passado, esses experimentos deram resultados muito interessantes e vamos apresentar para o cooperado porque eles estão dando respostas”, anunciou Guido.

Por fim, haverá a tradicional apresentação das variedades de soja com indicação para plantio na região. “Está muito bonito o campo de variedades. Eu estive lá e, graças a Deus, ele não sofreu com essa estiagem, pegou umas chuvas boas, então estão bonitas as variedades, o que é importante porque dá pra ter uma noção muito boa do seu potencial”, avaliou o gerente do departamento agronômico da Copasul.

O credenciamento para a 13ª Jornada Técnica da Soja poderá ser feito no local, a partir das 6h30 na Fazenda Flor de Maio, em Naviraí. As inscrições são gratuitas e também podem ser feitas antecipadamente pelo formulário a seguir:

Jornada da Soja Copasul 2024: inscrições

ARTIGOS RELACIONADOS

Intempéries desafiam o cultivo de grãos

O clima sempre é elencado como uma preocupação constante para os agricultores.

Como facilitar o acesso do produtor às novas tecnologias agropecuárias?

A tecnologia aplicada é realidade no setor agropecuário brasileiro, que vem batendo recordes em produtividade.

AgroBIT reúne os maiores nomes da inovação no agro

Evento tem entrada franca, inscrições podem ser feitas pelo site.

Com avanço da safra de grãos, aumenta preocupação com ataque de lagartas

Com a safra de soja caminhando para o fim e o plantio da safrinha de milho, aumenta a possibilidade de ataque das lagartas, principalmente a do gênero Spodoptera, uma das mais resistentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!