17.6 C
Uberlândia
quinta-feira, julho 18, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaques27 milhões de toneladas de alimentos são desperdiçadas por ano no Brasil

27 milhões de toneladas de alimentos são desperdiçadas por ano no Brasil

Manuseio e transporte são as principais causas do desperdício e podem ser minimizados com a adoção de programa internacional por empresas alimentícias.

Crédito Igui Ecologia

Levantamento realizado pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar (Rede PENSSAN), mostra que 33,1 milhões de brasileiros estão passando fome e outros 125,2 milhões passam por algum tipo de insegurança alimentar, números que fizeram com que o país retornasse ao Mapa da Fome da Organização das Nações Unidas (ONU). Uma realidade que poderia ser evitada caso o Brasil deixasse de desperdiçar uma média 27 milhões de toneladas de alimentos por ano.

Uma das principais razões para tamanho desperdício se deve ao manuseio e transporte incorreto dos alimentos, aponta análise da ONG Banco de Alimentos sobre dados da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Além deste aspecto, desperdícios por parte de comerciante e consumidor respondem por outros 10% da perda de alimentos no país.

Uma forma de evitar tamanho desperdício é a implantação do programa de avaliação IFS Global Markets Food, que atesta qualidade dos alimentos oferecidos à população e assegura a comparabilidade e transparência ao longo de toda a cadeia de abastecimento, reduzindo custos e tempo para o fabricante de alimentos.

“O programa garante que os produtos sejam produzidos de maneira segura e com qualidade, evitando descarte por alteração antes do vencimento, reduzindo taxas, e etc”, pontua a gerente responsável pelo desenvolvimento da International Featured Standards (IFS), Caroline Nowak. O IFS Global Markets Food também facilita o acesso das empresas a novos mercados, incluindo os internacionais. “Uma empresa avaliada no programa se torna visível a todos os potenciais parceiros comerciais, assim como clientes e fornecedores que podem encontrá-la”, conclui.

“Em um país tão rico quanto o Brasil, que produz uma quantidade enorme de alimentos, ter mais de 70% da população passando por algum tipo de insegurança alimentar é inadmissível”, pontua Alessandra Gaspar Costa, diretora-executiva da APCER Brasil, certificadora de origem portuguesa com presença global. “Notamos um crescimento na adesão do IFS Global Markets Food no país, que atende as cobranças do mercado e aos consumidores que estão mais exigentes”, concluiu.

Sobre a APCER

A APCER é uma empresa de origem portuguesa, reconhecida mundialmente como um dos principais prestadores de serviços de certificação, auditoria a fornecedores, auditoria interna e treinamento. A organização oferece soluções de valor a instituições de qualquer setor de atividade, permitindo que se diferenciem em um mercado cada vez mais complexo e em constante mudança. Conheça mais sobre os serviços oferecidos no site da APCER.

ARTIGOS RELACIONADOS

Congresso Brasileiro do Agronegócio 2021

Em meio às iniciativas, debates e ações implantadas por governos, empresas e ...

Alfaces especiais

Dentre as hortaliças folhosas, a alface representa a mais popular e consumida em todo o planeta ...

A realidade dos biológicos no Brasil

Os biológicos são capazes de estimular os processos naturais das plantas, mitigando os efeitos do estresse e aumentando a eficiência do uso de nutrientes.

Silvicultura de elite: mogno é madeira nobre do Brasil

O mogno, tesouro da silvicultura brasileira, desponta como símbolo de excelência e sustentabilidade na produção florestal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!