22.7 C
Uberlândia
terça-feira, junho 25, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãos42º Congresso de Brasileiro de Pesquisas Cafeeiras termina com saldo positivo

42º Congresso de Brasileiro de Pesquisas Cafeeiras termina com saldo positivo

“Produzir mais café, com economia, só com boa tecnologia“, foi o tema desta edição, que apresentou novidades e soluções para a cafeicultura

Fransérgio Leão
Fransérgio Leão

O Congresso Brasileiro de Pesquisas Cafeeiras, em sua 42ª edição, realizado de 18 a 21 de outubro em Serra Negra (SP), terminou com um saldo positivo, tanto quantitativo como qualitativo. “Tivemos uma alta qualidade de público, e também os melhores técnicos, consultores e profissionais da área para divulgar soluções e apresentar novidades para o segmento. Quem visitou o evento presenciou a elite da cafeicultura, o que nos anima a preparar a próxima edição“, diz José Braz Matiello, engenheiro agrônomo do MAPA/Procafé e organizador do evento.

José Braz Matiello, organizador do evento - Fransérgio Leão
José Braz Matiello, organizador do evento – Fransérgio Leão

Mesmo no momento de crise atual, Matiello conta que neste ano o Congresso do Café recebeu um número recorde de trabalhos (440 solicitações e 118 apresentações selecionadas), muitos interessados em melhorar suas tecnologias agrícolas, empresas empenhadas em pesquisas, e melhoria na infraestrutura do evento em geral.

“Depois de 42 anos de evento, nos sentimos satisfeitos e motivados a continuar. O evento reúne muitas informações importantes que podem ser úteis para o cafeicultor aplicar em suas propriedades. Para apresentar as práticas de campo, escolhemos uma fazenda onde instalamos novas variedades de café, com espaçamentos diferenciados e manejos inovadores para que os visitantes pudessem presenciar a evolução da cafeicultura. Por se tratar de uma região montanhosa, pudemos colocar várias práticas à prova“, detalha o organizador do evento.

Por fim, ele resumo dizendo que vale a pena estar presente em eventos do porte do Congresso do Café, que está sempre em busca de novidades para serem aplicadas na lavoura cafeeira.

Fransérgio Leão
Fransérgio Leão

Essa matéria você encontra na edição de novembro 2016 da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua.

ARTIGOS RELACIONADOS

A importância do zinco na nutrição do café

O zinco está ligado diretamente ao metabolismo das plantas, é um micronutriente de grande importância para a cultura do café.

Quais os resultados das safras de soja e milho em todo o país?

Companhia participa pela terceira vez consecutiva do Rally da Safra, que terá início no dia 13 de janeiro em Sinop-MT Alinhada ao compromisso de estar próxima do...

Biológicos contra lagartas do morango

  Dirceu Pratissoli Doutor em Entomologia, professor e pesquisador do NUDEMAFI/CCA-UFES pratissoli@cca.ufes.br Atualmente, duas lagartas vêm provocando danos à cultura do morangueiro, sendo estes quanti e qualitativos, ambos...

Cafés de alta qualidade exigem planejamento

O cenário da cafeicultura atual mostra uma tendência cada vez maior para a produção de cafés diferenciados de alta qualidade, sendo uma alternativa para o produtor agregar valor ao seu produto e aumentar sua rentabilidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!