13.6 C
Uberlândia
quarta-feira, maio 29, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesA evolução da mecanização da colheita florestal

A evolução da mecanização da colheita florestal

A mecanização da colheita florestal pode ser considerada uma atividade de evolução bastante recente, especialmente no Brasil.

Você já parou para pensar sobre a linha do tempo da mecanização da colheita florestal no Brasil?

Até a década de 1940, a colheita florestal no Brasil foi realizada de forma manual ou semimecanizada, pois ainda não existiam máquinas e equipamentos específicos para este fim. A partir dessa época, as atividades de colheita passaram a depender de máquinas agrícolas e industriais adaptadas.

Credito: Gustavo Castro
  • 1940 – Com uma exploração florestal essencialmente extrativista, a colheita era feita de forma manual e se viam pouquíssimas máquinas agrícolas adaptadas para a colheita florestal. 
  • 1970 – Com o advento dos cultivos florestais de espécies exóticas, se iniciou também a modernização da colheita florestal. Com isso, a indústria nacional começa a produzir algumas máquinas leves e médias para esse fim.  Surgem então tratores adaptados com pinças hidráulicas, mini skidders, skidders e autocarregáveis. 
  • 1980 – Chegam os primeiros Feller Bunchers de tesoura e de sabre, montados em triciclos e grade desgalhadora. 
  • 1994 –  Com a abertura do país para as importações, o aumento no custo de mão de obra, crescem as necessidades por mais ergonomia, mais eficiência e redução de custos e se inicia a mecanização extensiva da colheita florestal.
  • 2000 – Nesse período há o aumento significativo da mecanização da colheita florestal, o que reduz o tempo de colheita de horas por metro cúbico para minutos por metro cúbico.
  • 2020 – Urgência climática desafia a produção de máquinas mais eficientes, com menor impacto ambiental e alta eficiência. 

A fonte dessas informações é o livro Colheita Florestal, 3ª edição, 2014 de Carlos Cardoso Machado. 

ARTIGOS RELACIONADOS

FEACOOP 2015: maior e melhor

  Entre os dias 3 a 6 de agosto,a FEACOOP, feira de agronegócios realizada pela Coopercitrus e Sicoob Credicitrus, oferecerá soluções integradas em insumos, máquinas...

Plantio é a operação mais importante na implantação florestal

Arthur Netto Consultor florestal InvestAgro Reflorestamento arthur@investagro.com.br A adoção do sistema adequado requer uma definição clara de objetivos e usos potenciais dos produtos e subprodutos que...

Iapar lança café resistente aos principais nematoides da cultura

Em áreas infestadas de nematoides é praticamente inviável o cultivo de café, mas o IAPAR lança uma solução O Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) lançou...

Correto manejo nutricional da mandioca

Eli Carlos de Oliveira Engenheiro agrônomo, doutor e professor da Universidade Estadual de Londrina (UEL) elioliveira.agro@gmail.com De todas as plantas cultivadas de interesse econômico, a mandioca (Manihotesculenta...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!