Acadian: Desempenho na cultura da batata

0
58

A batata (Solanum tuberosum L.) é a terceira cultura alimentar mais importante do planeta, e a primeira commodity não grão. Estima-se que mais de um bilhão de pessoas consumam batata diariamente no mundo. Sua produção mundial anual supera 330 milhões de toneladas em uma área de 18 milhões de hectares.

No Brasil, a batata é a hortaliça mais importante, com uma produção anual de aproximadamente 3,5 milhões de toneladas em uma área de cerca de 130 mil hectares. De acordo com a Associação Brasileira da Batata (ABBA), o agronegócio da batata envolve em torno de 5 mil produtores em 30 regiões de sete Eastados brasileiros (MG, SP, PR, RS, SC, GO e BA).

Segundo a dados da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), a produtividade brasileira aumentou 28,1% nos últimos dez anos, principalmente devido à melhoria nas técnicas de cultivo empregadas pelos produtores, associada a cultivares mais produtivas introduzidas nos sistemas de produção e a qualidade das sementes utilizadas.

Em 2011, a produtividade atingiu 26,3 t/ha, superando a média mundial (19,4 t/ha), mas abaixo da produtividade da Argentina (30,0 t/ha), Chile (31,2 t/ha) e, principalmente, de países desenvolvidos, tais como Holanda (46,1 t/ha), Alemanha (45,6 t/ha) e Estados Unidos (42,2 t/ha).

Portanto, é muito importante a incorporação de tecnologias e produtos tecnológicos que possibilitem o aumento da produtividade e da qualidade nos sistemas de produção de batata, visando garantir a competitividade e a sustentabilidade da cadeia brasileira da batata.

Clima

As melhores produções de batata têm sido observadas em regiões de fotoperíodos longos e temperaturas amenas (15 °C a 20 °C), durante a estação de crescimento. Em condições de fotoperíodos curtos, as cultivares tardias são mais afetadas que as de maturação precoce, enquanto em temperaturas moderadas há maior efeito do fotoperíodo em cultivares de ciclo longo.

A temperatura acima da faixa ideal afeta diretamente o metabolismo das plantas e interage com outros fatores ambientais, tendo, assim, efeito significativo no seu desenvolvimento.

No caso específico da batata, temperaturas elevadas não só reduzem a síntese de fotoassimilados essenciais ao desenvolvimento da planta como também a partição aos tubérculos. Como consequência, ocorre queda de rendimento e redução da matéria seca dos tubérculos.

Extrato de algas Acadian

A alga usada na produção do extrato da Acadian, Ascohyllum nodosum, se desenvolve em condições ambientais extremas, sofrendo uma amplitude térmica que varia de 35ᵒC positivos a -20ᵒC negativos, além de oscilação de maré, o que a deixa exposta a condições climáticas e à salinidade.

Devido a esta característica e por ter habilidade de sobreviver em condições adversas, como as citadas, a A. nodossum produz naturalmente diversos compostos naturais para controle de temperatura, da eficiência do uso da água e da salinidade.

Estes compostos naturalmente produzidos pelas algas são extraídos de forma única e de propriedade da Acadian Seaplants. São os responsáveis pelos incrementos de produtividade e manejo de estresses ambientais das plantas, quando aplicados nos cultivos.

Dentre estes compostos, podemos destacar as betaínas, que evitam e protegem danos decorrentes de estresses abióticos (seca, alta e baixa temperatura); manitol, que promove a retenção de água pela célula e mobilidade de nutrientes; oligossacarídeos, indutores dos mecanismos de defesa das plantas e promotores da saúde e fortalecimento vegetal e ácido algínico, que aumenta a absorção e translocação de nutrientes na planta, entre vários outros compostos presentes naturalmente nas algas, além de outros que são criados durante o processo de extração da Acadian, garantindo assim qualidade, consistência e uniformidade do produto.

Com compostos únicos presentes no Acadian, o uso do extrato em cultivos, como da batata, promove mais saúde para as plantas, ativando todo o potencial genético para altas produtividades.

Aplicação foliar de extrato de algas

Trabalho realizado pelo Grupo de Estudos e Pesquisas em Manejo de Fertilizantes e Resíduos (Gemfer) – Unesp Botucatu-SP, sob coordenação do Dr. Prof. Roberto Lyra Villas Boas, teve delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco tratamentos e cinco repetições na região de Itapetininga (SP).

Os tratamentos foram constituídos de cinco doses de extrato de alga Ascophyllun nodosum, 0; 0,5; 1; 2; e 4 L ha-1, aplicado nas plantas via foliar.

Produtividade comercial de tubérculos

A partir da produtividade total de tubérculos de cada parcela experimental, foi feita a classificação pelo maior diâmetro transversal, sendo dividida nas seguintes classes: classe I – tubérculos com diâmetro superior a 70 mm; classe II.1 – tubérculos com diâmetro de 50 a 70 mm; classe II.2 – tubérculos com diâmetro de 42 a 50 mm; classe III – tubérculos com diâmetro de 33 a 42 mm; e classe IV – tubérculos com diâmetro de 33 a 28 mm.

Resultado – produtividade comercial

Com o aumento das doses do extrato de alga, houve produção de tubérculos na classe I nas doses de 1, 2 e 4 L ha-1 e aumento dos tubérculos na classe II.1, ou seja, tubérculos maiores. Verificou-se, também, redução dos tubérculos nas classes II.2 e III com o aumento das doses.

Obteve-se um aumento na produtividade de aproximadamente 6,0 t ha-1 em função da aplicação do Acadian, em que a dose de 4,0 L ha-1 proporcionou uma produtividade de tubérculos comerciais de 52 t ha-1.

Trabalho de campo no município de Mococa (SP)

No trabalho realizado na batata-semente variedade Asterix, foi utilizada a seguinte recomendação: 1,5 L/ha no sulco de plantio e duas aplicações foliares de 0,5 L/ha na amontoa e no início da tuberização.

Avaliação de classificação

Foram realizadas as classificações da batata por tipo: T.0, T.1, T.2, T.3 e T.4.

A área tratada com Acadian, além de promover um incremento de 19 sc/ha, também obteve uma melhor classificação e padrão de tamanho para batata-semente.

• Acadian confere às plantas habilidade de administrar a disponibilidade de água e melhora a absorção de nutrientes.

• Aplicações de Acadian via solo ou foliar conferem aos cultivos tolerância ao estresse ambiental, e ainda ao déficit hídrico, salinidade, altas e baixas temperatura.

• Acadian aumenta a produtividade dos cultivos e incrementa a qualidade das batatas.

• Acadian é um produto que possui certificações internacionais que possibilita uso na agricultura orgânica, pois é produzido de modo sustentável.