27.1 C
Uberlândia
domingo, fevereiro 25, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesAtemoia: O cruzamento que deu certo

Atemoia: O cruzamento que deu certo

Atemoia – Créditos: Shutterstock

A atemoia pertence à família das anonáceas, e é um híbrido interespecífico resultante do cruzamento entre a pinha ou fruta do conde (Annona squamosa L.) e a cherimoia (Annona cherimola Mill.).
Foi introduzida no País em meados da década de 1980, e atualmente é umas das anonáceas mais comercializadas na Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), evidenciando uma crescente procura pelos consumidores.
Segundo a CONAB (2017), em consequência disso, nos Estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná, a área plantada e a produção de atemoia têm aumentado de forma relevante nos últimos anos.

Na ponta do lápis

Para a confecção do custo na plena produção, foi necessário simplificar e agrupar os itens dos custos variáveis e fixos, a fim de evitar más interpretações, devido às diferenças no sistema produtivo dos diversos produtores de atemoia.
Alguns itens também foram adotados para a realização do custo em plena produção. Foi considerada uma propriedade com uma média de funcionários por hectare por ano de 0,65, sendo que durante os processos de colheita, classificação e embalamento 60% desses funcionários ficam dedicados à cultura da atemoia, ou seja 0,43 funcionários por hectare por ano. Produção de 120 mil caixas (3,7 kg), aproximadamente 24 toneladas de frutos.

Tabela 2 – Custos em plena produção para pomar mecanizado de atemoia.
Gasto Valor (R$)/ha
Mão de obra extra (poda, desbrota, colheita e ensacamento) 4.071,36
Correção do solo e adubação 2.698,33
Mão de obra fixa 20.000
Defensivos 4.554,78
Custo packing (classificação e embalagens) 18.159,74
Custo de frete e combustível 5.936,67
Custo proteção do cultivo (malha e ensacamento) 2.240,96
Custos administrativos 2.842,27
Infraestrutura e depreciação 6.475,98
Total 66.980,09
Custo por quilo de fruta produzido 2,8

Em vista do levantado, conclui-se que o custo para implantação e manutenção no primeiro ano de um hectare de atemoia fica em R$ 26.218, e a manutenção no segundo ano tem um custo de R$ 5.739. Já na plena produção o custo é de R$ 66.980,09.

Autoria:
Gustavo Cesar Dias Silveira – Engenheiro agrônomo, mestre e doutorando em Fitotecnia – Universidade Federal de Lavras (UFLA) – gcsagro@gmail.com
Pedro Maranha Peche – Engenheiro agrônomo, mestre, doutor e pós-doutorando em Fitotecnia – Universidade Federal de Lavras (UFLA)
pedmpeche@gmail.com

ARTIGOS RELACIONADOS

Podas em ameixeiras – Por onde começar?

Camila Queiroz da Silva Sanfim de Sant'Anna Doutoranda em Produção Vegetal - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro agro.camilaqs@gmail.com “Não faço podas nos meus pomares de...

Green Has – Soluções para uma agricultura sustentável

A Feibanana tem uma projeção nacional, para onde são levadas informações importantes sobre o mercado e as atualidades do setor. A Green Has, como...

Pragas e doenças do mamoeiro

O desenvolvimento das pragas e doenças no mamoeiro ocorre em decorrência da interação do ambiente (clima, temperatura e umidade); do hospedeiro (mamoeiro), do patógeno (fungos, vírus, bactérias) e do homem (mudas infestadas e práticas culturais).

Variedades de morango para cultivo no verão

  Hugo Reis Vidal Engenheiroagrônomo, consultor técnico na empresa HVIDALConsultoria e diretor da Associação dos Engenheiros Agrônomos do Paraná (EAPR) - Curitiba hugovidal.agro@gmail.com Marli de Jesus dos...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!