24.6 C
Uberlândia
quinta-feira, abril 18, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesBioinsumo natural auxilia produtores de morango a produzir mais sem impactos negativos...

Bioinsumo natural auxilia produtores de morango a produzir mais sem impactos negativos ao ambiente e consumidores

Divulgação

O morango é uma fruta de mercado em expansão. No Brasil, a cultura vem se desenvolvendo, cada vez mais, com destaque para os estados da Região Sudeste (SP, RJ, ES e MG), Sul (SC, RS e PR) Centro-Oeste (GO e DF).

O morangueiro é uma planta que pode ser cultivada em diferentes condições de clima e de solo, no entanto, as altas temperaturas, os longos períodos chuvosos e a incidência de doenças são fatores limitantes, acarretando pouca ou nenhuma produção.

Uma das pragas mais prejudiciais ao cultivo do moranguinho é o ácaro rajado (Tetranychus urticae), que se não for controlado, pode reduzir a produção em até 80%, causando sintomas de endurecimento e coloração marrom do fruto.

O produtor Mauir Aparecido de Almeida, que cultiva moranguinhos há mais de 29 anos no município de Estiva (Minas Gerais) conhece muito bem esse problema. Porém, nesse ano ele começou a vencer essa batalha. “Cultivo 40 mil pés de uma variedade que é muito vulnerável ao ácaro, mas como as minhas plantas estão mais nutridas e mais robustas, estou conseguindo superar o esse problema. Até meus vizinhos que cultivam a mesma variedade há mais tempo foram na minha lavoura e disseram que nunca viram nada igual, devido a cor das plantas e dos frutos”.

LEIA TAMBÉM:

O segredo, segundo o produtor Mauir, é um bioinsumo com matérias primas de origem natural, chamado SuperFifty, uma tecnologia europeia que atua no desenvolvimento pleno da planta e na neutralização de processos oxidativos.

“É uma solução fantástica para hortifruti, especialmente para o moranguinho que é muito sensível. Excelente para enfrentar problemas com altas ou baixas temperaturas e de luminosidade. Ele melhora o pegamento, melhora a floração e ainda aumenta os frutos”, explica Leonardo Duprat, gerente técnico da BioAtlantis Ltda no Brasil.

Sobre a metodologia de aplicação, o experiente produtor faz um alerta: “O ideal é ir aplicando o ano inteiro, especialmente entre uma florada e outra, com intervalo de 8 a 10 dias. Tem que estar sempre incentivando a planta, mantendo o ritmo de aplicação para a planta continuar produzindo bem”, afirma ele. 

O SuperFifty é uma tecnologia desenvolvida pela empresa irlandesa de biotecnologia BioAtlantis, que atua no mercado desde 2007. No Brasil, vem se destacando de Norte a Sul, em regiões produtoras distintas, como os vinhedos da Serra Gaúcha, cultivos de melão na região de Petrolina, no Vale do São Francisco, pomares de abacate e manga no Vale do Paranapanema e de citros e café em todo o interior paulista.

ARTIGOS RELACIONADOS

Aprosoja/MS dialoga com bolsa de Chicago e do Brasil

Com expectativa de lançar ainda em 2020 uma metodologia de precificação da soja brasileira em contratos futuros, com balizadores nacionais, o CME Group (Bolsa de Chicago) e a B3 (Antiga BM&FBovespa), abriram o diálogo para entidades representantes dos agricultores nesta quarta-feira (29)

Besouro-do-morangueiro preocupa produtores

Os coleópteros são pragas que têm preocupado os produtores de morango, pois são ...

Condições das lavouras no Brasil

A agricultura brasileira não parou. Em tempo de quarentena na escalada do Coronavírus ...

Morango hidropônico no sistema de irrigação com circuito fechado

O morangueiro é uma das culturas que tem tido maior migração do sistema de cultivo no solo para o plantio em substrato. Isso significa...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!