25.6 C
Uberlândia
sábado, abril 13, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesBoa Safra adiciona sorgo ao seu portfólio de sementes

Boa Safra adiciona sorgo ao seu portfólio de sementes

Nova cultura da empresa é tolerante a temperaturas elevadas e adaptável a várias regiões agrícolas do país

Diversificar o portfólio de sementes, atingindo novos mercados com a qualidade e confiança já conhecidas da marca, é a proposta da Boa Safra (SOJA3). Por isso, depois de incluir em seu portfólio o milho no ano passado e forrageiras no início deste ano, a empresa anuncia a entrada do sorgo em uma nova expansão da sua carteira de culturas. 

As sementes de sorgo da Boa Safra possuem vantagens que vão da boa resistência à seca à tolerância a temperaturas elevadas. Elas ainda garantem bom desenvolvimento em várias regiões agrícolas do Brasil. A cultura pode ser uma opção de janela de plantio a partir da segunda quinzena de fevereiro, quando já começa a ficar arriscado o plantio de safrinha de milho. Além disso, também é uma alternativa na produção de etanol.

Créditos: Divulgação

“Basicamente, o sorgo tem duas funções: alimentação animal e humana. Grande parte da produção do cereal ainda é usada para a ração de bovinos, embora também sirva para silagem, forragem e cobertura de solo. No entanto, o produto vem ganhando cada vez mais espaço nas mesas da população brasileira devido às suas inúmeras propriedades nutricionais”, pontua Daniel Vilar, gerente da regional centro da Boa Safra.

“O sorgo é uma cultura menos exigente que o milho em relação à água e se demonstra mais rústico, se comportando bem até em altitudes mais baixas. Outro destaque é o menor custo de produção comparado ao milho (convencional e transgênico) – podendo ficar entre 15% e 25% mais barato”, completa Vilar. 

Dados da Conab mostram que a produção brasileira de sorgo deverá totalizar 4,6 milhões de toneladas na safra 2022/23, com aumento de 47,9% na comparação com a anterior (2021/22), quando foram colhidos 3,1 milhões de toneladas. 

“A Boa Safra vem buscando ampliar o portfólio, mas com produtos que tenham sinergia entre eles e que tenham representatividade no nosso país. O objetivo principal é oferecer sementes de qualidade de forma prática para os nossos clientes. Eles já confiam no nosso trabalho e sabem que, se estamos expandindo a atuação, é porque temos como entregar um produto que refletirá em ganhos de produtividade e escala”, destaca Humberto Pimenta Martins Filho, diretor comercial da Boa Safra.

O executivo acrescenta que, até o fim do ano, novas culturas serão lançadas. “Com esses movimentos, nos consolidamos agora como uma empresa de sementes, reforçando a premissa de que o Brasil planta com a gente e atendendo às revendas e agricultores brasileiros de forma ampla”, finaliza.

ARTIGOS RELACIONADOS

Sistema de plantio direto em alface crespa

No Brasil, o Sistema de Plantio Direto em Hortaliças (SPDH) teve início em meados dos anos 80, com ensaios conduzidos em culturas como: cebola, tomate, repolho, couve-flor, brócolis, abóboras, entre outras hortaliças.

Cumaru: coleta de sementes a todo vapor

O cumaruzeiro é uma árvore muito comum na Amazônia brasileira, ocorrendo em áreas de terra firme e de várzea, podendo atingir até 30 metros de altura.

Tratamento via sementes com bioestimulantes tem benefícios para o milho

Alguns dos benefícios são o estabelecimento de plantas, a resistência a estresses e a produtividade do milho.

BiomaPhós é o lançamento da Simbiose-Agro no Show Rural Coopavel

Resgatar uma poupança de fósforo que se encontra inerte nos solos e entregá-lo para as plantas. Este é o conceito que está inserido no...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!