19.6 C
Uberlândia
domingo, junho 23, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioMercadoCasas de madeira, um novo mercado para o eucalipto de MS

Casas de madeira, um novo mercado para o eucalipto de MS

madeira-roliçaA área de florestas plantadas de eucalipto em Mato Grosso do Sul já chegou a 1.000.000 de hectares segundo dados divulgados semana passada pelo Projeto SIGA da Aprosoja-MS.

Ao mesmo tempo em que é uma comemoração, levanta outro problema, quem vai consumir todo este maciço florestal nos próximos anos? As fábricas de celulose já vão consumir perto de metade desta área, mas e o restante? O governo do Estado, em parceria com a Reflore, Fiems, Senar e Famasul, está atendo a este problema estimulando a vinda de novas empresas e a diversificação da cadeia produtiva.

O Senar e a Famasul por sua parte estão promovendo, em parceria com a Paulo Cardoso Comunicações, no próximo dia 31 de maio emTrês Lagoas, mais uma etapa do Programa Mais Floresta com o tema Casas de Madeira ” um novo mercado para o eucalipto.

“Este é um mercado que está crescendo muito em todo o Brasil. No âmbito da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) as entidades já estão debatendo este assunto para regulamentar o setor. Quando se normatiza um produto, toda a cadeia produtiva ” fabricantes, fornecedores e consumidores ” se organiza e otimiza a produção. A publicação dessa norma, considerada um marco para o desenvolvimento da construção no País, é resultado do diálogo e da parceria entre o setor produtivo e fornecedores“, explicaPaulo Pupo, superintendente executivo da ABIMCI ” Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente.

Interior de casa de eucalipto
Interior de casa de eucalipto

E a construção de casas de madeira vem crescendo em todo o Brasil. O segundo conjunto habitacional do projeto Minha Casa Minha Vida do país, totalmente fabricado com madeira no sistema wood frame, se encontra em Mato Grosso do Sul, mais exatamente na cidade de Dourados, onde estão sendo construídas 440 casas.

“E o nosso objetivo neste evento do dia 31 é o de trazer informações de qualidade para que o setor saiba exatamente como é este mercado, como conduzir uma floresta de eucalipto para serraria, como construir uma casa de madeira e conhecer a experiência da Argentina, que tem a mesma área de florestas plantadas que o nosso estado, e utiliza a madeira para a construção civil já há muitos anos“, salienta Paulo Cardoso, coordenador do evento.

banner-treslagoas

Mais informações sobre o Programa Mais Árvores do dia 31/05/17 em Três Lagoas acesse o site www.senarms.org.br/projetos/mais-floresta e faça também a sua inscrição gratuita para assistir presencialmente e também ao vivo via internet pelo site www.maisfloresta.com.br.

ARTIGOS RELACIONADOS

Doenças presentes em pinus

Maria Elisa de Sena Fernandes Doutora em Genética e Melhoramento de plantas e professora da Universidade Federal de Viçosa, Campus de Rio Paranaíba (MG) Flávio Lemes...

FEACOOP 2015: a feira da alta tecnologia

  A Feira, que acontece em Bebedouro de 3 a 6 de agosto, será uma vitrine de tecnologias com equipamentos deprecisão que podem melhorar a...

Doenças em viveiros: Preocupação de produtores de eucalipto e seringueira

As principais doenças de viveiros de mudas são o oídio (Erysiphe) (eucalipto clonado), a mancha foliar de Cylindrocladium pteridis e outras espécies como: Cylindrocladium candelabrum, C. ilicicola, C. parasiticum, e C. quinqueseptatum.. Eucaliptus urophylla, E. citriodora, E. cloeziana e E. grandis (algumas procedências) as mais suscetíveis. Existem outras espécies associadas aos principais gêneros e espécies de eucalipto e também mogno.

Laboratórios do IMA dão suporte às ações de fiscalização e contribuem para a sanidade dos rebanhos e das lavouras mineiras

Pioneiros no diagnóstico de várias doenças, atendem a diversos estados brasileiros O Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) possui uma rede laboratorial qualificada para realizar exames...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!