28.6 C
Uberlândia
sábado, abril 13, 2024
- Publicidade -
InícioNotíciasConectividade para uma agricultura mais sustentável

Conectividade para uma agricultura mais sustentável

O uso da agricultura digital promove a redução de desperdício e melhor aproveitamento de água.

Em março temos datas muito importantes, tanto para o Brasil, quanto para o planeta. Nos dias 16 e 20 do mês celebra-se o Dia Nacional da Conscientização sobre as Mudanças Climáticas e o Dia Mundial da Agricultura, respectivamente. Tendo em vista essas datas, a Associação ConectarAGRO coloca em debate a pergunta: como a adoção da conectividade em áreas rurais pode otimizar a produção?

A adoção de conectividade amplia o poder da tecnologia, que é essencial para a incorporação de práticas sustentáveis no campo, mitigando, assim, os efeitos que são os causadores de mudanças climáticas no Brasil e no mundo.

Reprodução: ConectarAGRO

O desenvolvimento da agricultura digital proporciona diversos benefícios para o mercado agrícola brasileiro, que ganha maior agilidade e assertividade na tomada de decisão, aumento na produção, otimização no uso de insumos e melhor monitoramento da fazenda. Consequentemente, temos menor perda de recursos e produtos. Isso porque o produtor tem condições de gerir a safra a partir de dados agronômicos seguros sobre a lavoura, utilizando as informações disponíveis.

Com o uso da agricultura digital, uma grande quantidade de dados e informações é processada, consolidada e analisada. A partir deles, é possível gerar recomendações mais precisas ao produtor, como, por exemplo, a indicação da melhor época de plantio, a fertilização adequada, a performance de cada talhão, a quantidade de sementes a ser semeada, de defensivos a ser aplicada, entre outras. Tudo isso promove a redução de desperdício e melhor aproveitamento de recursos, transformando o agronegócio em uma prática muito mais sustentável.

A agricultura de precisão permite a regulagem automática dos equipamentos para distribuição de fertilizantes e defensivos agrícolas na quantidade adequada em cada pequena área da propriedade.

A ConectarAGRO é uma Associação que, por meio de uma visão comum e colaboração entre empresas de diversos setores, visa contribuir para consolidar e expandir o acesso à internet nas mais diversas regiões agrícolas brasileiras, dando direção e segurança para que os agricultores possam adotar tecnologias onde a conectividade é necessária. Além dessa otimização de recursos, ela torna justa, ainda, a competitividade entre pequenos e grandes produtores.

De acordos com estudos da Associação realizados no Mato Grosso e no Paraná, com a adoção de conectividade na produção rural é possível obter uma redução de até 5% no uso de combustíveis no ano. Significando assim, uma menor emissão de gases causadores do efeito estufa. E essa redução vem acompanhada de um ganho de 2% em produtividade.

“A conectividade em áreas rurais é de extrema importância para otimizar produções e transformá-las em mais sustentáveis. Além da melhor gestão da propriedade é possível observar uma maior produtividade com menor impacto ambiental. Até agora, a união das empresas que integram a ConectarAGRO auxiliou na promoção da conectividade, via banda larga 4G, 700 MHz, para mais de 12 milhões de hectares nestas áreas, o que é um grande passo para adoção da Agricultura Digital no país”, afirma Ana Helena de Andrade, Presidente da ConectarAGRO.

ARTIGOS RELACIONADOS

Organomineral possibilita aumento da produção

O agronegócio pertinente à produção de grãos é tido como uma das principais dinâmicas cadeias de produção nacional, sendo o Brasil um dos maiores produtores e exportadores.

Produtor concilia inovação e tradição para obter bom resultado na produção

Uma das ferramentas utilizadas pelo agricultor João Puliezes Merlo é a tecnologia Advanced da Soesp que completa uma década e acaba de ganhar nova embalagem para as sementes forrageiras.

Mudas de meristema: importância para a produção de banana

Mudas de meristema são essenciais para garantir a produção de bananas de qualidade.

Vai faltar fertilizantes, e preço já subiu

O Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram) alerta para o risco de escassez de fertilizantes e consequente inflação de preços. De acordo com a entidade, isso ocorre devido ao fato de que a agricultura brasileira tem “elevada dependência” na “importação de potássio, tanto da Rússia como da Ucrânia”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!