18.1 C
São Paulo
sábado, agosto 13, 2022
-Publicidade-
Inicio Revistas Grãos Congresso Brasileiro de Pesquisas Cafeeiras traz novas tecnologias

Congresso Brasileiro de Pesquisas Cafeeiras traz novas tecnologias

Slogan ‘Produzir mais café, com economia, só com boa tecnologia’, vem para aproximar o produtor dos tetos produtivos que podem ser alcançados na atividade, aliando ainda a sustentabilidade

 

Créditos Luize Hess
Créditos Luize Hess

O tradicional Congresso Brasileiro de Pesquisas Cafeeiras, neste ano em sua 42ª edição, será realizado no período de 18 a 21 de outubro, no Centro de Convenções do Hotel Fazenda Vale do Sol, em Serra Negra (SP).

O slogan do Congresso, neste ano, será “Produzir mais café, com economia, só com boa tecnologia“. Visando reunir técnicos e pesquisadores das mais variadas instituições do País, de empresas, institutos e universidades, o evento possui como objetivo divulgar os últimos resultados obtidos por meio de trabalhos de pesquisa e inovações no manejo dos cafezais e preparo do café.

Juntamente com a equipe de pesquisa, estarão reunidos técnicos e consultores ligados à assistência, bem como liderança de produtores, integrando a apresentação e a difusão das novas tecnologias.

Nesta edição do Congresso, a Fundação Procafé conta com o apoio dos tradicionais parceiros na organização do evento: Embrapa-Café, Consórcio Pesquisa Café, Secretaria de Agricultura de São Paulo, IAC, UFLA, UNIUBE, Prefeitura Municipal de Serra Negra, Empresas Estaduais, Institutos de Pesquisa, Universidades, Empresas de Equipamentos e Insumos, Cooperativas e Associação de Cafeicultores.

Peso nacional

Para os técnicos e produtores que estarão no evento, os trabalhos e inovações apresentados servirão de base para difusão e aplicação em seu trabalho de assistência ou nas suas lavouras, melhorando e tornando mais econômica a atividade cafeeira.

Para as empresas presentes, será a oportunidade de mostrar seus trabalhos técnico-científicos que dão base para as recomendações de seus produtos e tecnologias, visando atender às necessidades da lavoura cafeeira.

Os expositores apresentam novidades em produtos e serviços - Créditos Luize Hess
Os expositores apresentam novidades em produtos e serviços – Créditos Luize Hess

Trabalhos

A organização do evento tem a expectativa de divulgação de cerca de 300 trabalhos, que serão impressos no livro e CD dos anais. Destes, cerca de 100 serão selecionados para apresentação oral. Além deles, serão apresentados três seminários de fim de tarde, sobre as novas variedades de café, o controle de nematoides e as tecnologias de secagem do café.

Quanto ao público, são esperadas cerca de 600 pessoas, a maioria professores, pesquisadores, técnicos e liderança de produtores.“É preciso dar um dedinho de prosa sobre nossa satisfação de estarmos na 42ª edição do congresso, um tempo longo de trabalho em prol da cafeicultura moderna e produtiva. Assim, estamos realizando o evento, apesar das dificuldades, em continuidade ao processo de difusão de tecnologia, insumo importante, informando o produtor sobre como lidar com sua atividade. Queremos deixar, também, o convite e o prazer de receber a todos no bom ambiente do Hotel Fazenda, prometendo tomarmos juntos aquele cafezinho gostoso, trocando ideias e informações úteis“, convida José Braz Matiello, pesquisador da Procafé e organizador do evento.

Programação

18/10
9h às 12h Abertura do Congresso, homenagens do mérito cafeeiro a diversas personalidades da cafeicultura, lançamento de variedades de café, homenagem ao Colaborador da Pesquisa 2016, lançamento do livro “Cultura do Café no Brasil ” Manual de Recomendações“, e debate sobre a conjuntura cafeeira.
14h às 17h Apresentação de 19 trabalhos de pesquisa.
17h às 18h30 Seminário ” As novas variedades de café.
19/10
9h às 12h Apresentação de 18 trabalhos de pesquisa.
14h às 17h30 Apresentação de 22 trabalhos de pesquisa.
17h30 às 19h Seminário ” Controle de nematoides em cafeeiros.
20/10
9h às 12h Apresentação de 18 trabalhos de pesquisa.
14h às 17h30 Apresentação de 22 trabalhos de pesquisa.
17h30 às 19h Seminário ” Bases e inovações na secagem do café.
21/10
8h às 12h Dia de campo em fazenda da região.
No recinto do evento: Estandes de empresas de insumos e maquinários para a lavoura cafeeira.

A Procafé

A Fundação Procaféfoi criada congregando Cooperativas, Sindicatos e Associações de cafeicultores, para assumir funções de apoio tecnológico à cafeicultura, com base no acervo do ex-IBC, primeiramente com o uso da Fazenda Experimental de Varginha e das instalações e laboratórios a ela ligados e, em continuidade, com a agregação de novos campos experimentais, mediante convênios ou comodatos.

Em 2011 foi solicitado o registro de 14 novas e seguintes cultivares: Catucai Amarelo 24-137,Catucai Amarelo 20-15 cv 479, Arara, Azulão, Acauã Novo, Catucai 785-15 Amarelo, Icatu, Tuiuiu, Katipó, Japy Vermelho, Maracatiá, Rouxinol, Saíra, Japy Amarelo.

Ainda, foram também iniciados os trabalhos de ampliação e reforma do Laboratório de solos e folhas da Fundação Procafé. Em 2016 foi atingida a marca de promoção de 42 edições do Congresso Brasileiro de Pesquisas Cafeeiras, que permitiu a divulgação de mais de 10.000 trabalhos inéditos de tecnologia cafeeira.

Essa matéria você encontra na edição de outubro 2016 da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua.

Inicio Revistas Grãos Congresso Brasileiro de Pesquisas Cafeeiras traz novas tecnologias