Controle fitossanitário também pode ser biológico

0
246
Crédito Shutterstock

Entre as várias pragas que atacam o repolho, encontra-se o pulgão (Brevicoryne brassicae), que causa dano direto por meio da sucção de seiva, provocando engruvinhamento das folhas e prejudicando o desenvolvimento das plantas, o qual pode ser controlado pelo Eleitto na dose 50 – 75 ml/ha.

Eleitto é um inseticida multi-pragas e multiculturas da IHARA. Registrado para 47 culturas, auxilia no combate a diversas pragas do hortifrúti. Composto por dois ativos, apresenta efetividade no controle de insetos sugadores e mastigadores.

Contra fungos

A cultura do repolho sofre com doenças provocadas por bactérias e fungos, sendo o mofo branco uma importante e agressiva doença causada pelo fungo Sclerotinia sclerotiorum e que deve ser feito um manejo adequado da área para o controle desse patógeno.

Eco-shot é o fungicida biológico da IHARA que pode ser utilizado em todas as culturas que são atacadas pelas doenças: antracnose, míldio, mofo branco, mofo cinzento, oídio, pinta-preta e podridão olho-de-boi.

Sem período de carência, Eco-shot pode ser aplicado e o produto final pode ser colhido e comercializado no mesmo dia. Possui aprovação para uso em cultivos orgânicos e é também um grande aliado do produtor convencional no manejo preventivo das doenças, auxiliando na manutenção da lavoura ou da horta com melhor sanidade.

Eco-shot é uma ferramenta importante para auxiliar o produtor, sendo recomendadas pulverizações preventivas na dose de 1,0 a 2,0 kg/ha.