26.6 C
Uberlândia
quarta-feira, fevereiro 21, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosHortifrútiCorreto manejo nutricional da videira

Correto manejo nutricional da videira

 

Marco AntonioTecchio

Engenheiro agrônomo, doutor e professor – Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA)

tecchio@fca.unesp.br

Marlon Jocimar Rodrigues da Silva

Engenheiro agrônomo, pós-doutorando em Agronomia (Horticultura) – UNESP/FCA

Crédito Jailson Lira

Entre as inúmeras práticas culturais visando o aumento da produtividade e qualidade da uva, merece destaque a aplicação balanceada de nutrientes, em quantidades e proporções adequadas para a cultura da videira, mediante adubações equilibradas.

Verifica-se que, embora a prática da adubação seja feita pela maioria dos viticultores, eles a fazem sem conhecimento das reais condições de fertilidade do solo e das necessidades nutricionais das plantas. Dessa maneira, os desequilíbrios nutricionais encontrados nos vinhedos tornam-se frequentes, resultando em queda na produção e na qualidade dos frutos.

 

Essencialidade

Crédito Shutterstock

Dos elementos extraídos pela planta do solo, 14 são considerados essenciais, podendo ser classificados em dois grupos de acordo com a quantidade em que se encontram nos solos e nos vegetais:

Macronutrientes: nitrogênio (N), fósforo (P), potássio (K), cálcio (Ca), magnésio (Mg) e enxofre (S). Quantidades exigidas em kg ha-1.

Micronutrientes: boro (B), cobre (Cu), cloro (Cl), ferro (Fe), manganês (Mn), molibdênio (Mo), zinco (Zn) e níquel (Ni). Quantidades exigidas em g ha-1.

A deficiência de nutrientes minerais no solo pode acarretar diversos problemas para a produção, causando alterações no metabolismo da planta e no suprimento adequado do elemento. Quando isso ocorre, as plantas apresentam sintomas indicadores dedeficiências. Estes indicadores dependem da função do elemento deficiente e da sua mobilidade no vegetal.

 

De olho nos sintomas

Para o bom manejo nutricional da videira, o primeiro passo a ser realizado é a amostragem de solo – Crédito Shutterstock

Os sintomas de deficiência mineral podem aparecer nas folhas novas ou nas mais velhas, a depender da mobilidade do nutriente na planta e a habilidade da planta em translocar estoques existentes deste nutriente.

Os íons N, P, K, Mg e Cl apresentam maior mobilidade, assim, os sintomas iniciais de suas deficiências se manifestam nas folhas mais velhas; S, Cu, Fe, Mn, Zn e Mo, que são íons de pouca mobilidade, e Ca e B que são imóveis, manifestam seus sintomas de deficiência primeiramente nas folhas mais novas.

 

Exigência nutricional da videira

Crédito Jailson Lira

A exigência nutricional refere-se à quantidade de nutrientes que a videira retira do solo, do adubo e do ar atmosférico durante um ciclo de produção. A determinação da quantidade de nutrientes extraídos pelos cachos, folhas e ramos da videira é muito importante, pois em função desses valores é possível estabelecer uma ordem decrescente de exigência da cultura pelos macro e micronutrientes, auxiliando nos programas de adubação.

 

Essa matéria completa você encontra na edição de novembro de 2018 da Revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira o seu exemplar para leitura completa.

ARTIGOS RELACIONADOS

Perspectivas do setor de tomate industrial

  Rafael de Rezende Sant´Ana Engenheiro agrônomo e vice-presidente da ABRATOP (Associação brasileira de tomate para processamento) Abadia dos Reis Nascimento Doutora e professora da Universidade Federal...

Ácidos húmicos e fúlvicos: A resposta na citricultura

AutoresPaulo Roberto Camargo Castro Doutor e professor titular - ESALQ/USP prcastro@usp.br Jeisiane F. Andrade Mestranda em Agronomia - ESALQ/USP As substâncias húmicas são compostos...

Kynetec lança estudos inéditos sobre nutrição de culturas

Levantamentos começam a ser publicados no mês de junho, com ênfase nos cultivos de soja, cana-de-açúcar, café, milho safrinha e algodão.

Fosfito Ação e reação na atemoia

Fosfitos são produtos originados da neutralização do ácido fosforoso (H3PO3) por uma base, e possuem como principais características uma alta e rápida solubilidade e uma grande mobilidade, permitindo maior translocação e penetração pelos tecidos das plantas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!