CropLife Brasil participa do Congresso Nacional de Milho e Sorgo

0
178
Foto Fabrício Andrade

A CropLife Brasil (CLB) – associação que atua na pesquisa e desenvolvimento de tecnologias para a produção agrícola sustentável — marcará presença no XXXIII Congresso Nacional de Milho e Sorgo (CNMS). Em formato híbrido, o evento reunirá convidados em Sete Lagoas (MG) e poderá ser acessado de forma remota por todos os inscritos, entre os dias 12 e 15 de setembro de 2022.

De acordo com Roberto Araújo, líder de sustentabilidade na CropLife Brasil, o congresso é um evento técnico-científico onde serão tratados diversos temas de interesse para os produtores rurais, como o manejo da lagarta do cartucho (Spodoptera frugiperda), novas soluções de controle biológico e, também, o manejo dos enfezamentos e da cigarrinha-do-milho. “Esse evento é muito importante para o nosso segmento, pois auxilia na disseminação das boas práticas agronômicas”, destaca.

No dia 13 de setembro, às 10h20, a diretora executiva de Biológicos da CropLife Brasil, Amália Borsari, moderará o painel III, abordando as “Tendências para o Manejo de Spodoptera frugiperda. “Também conhecida como lagarta-do-cartucho, essa praga é uma das principais da cultura do milho, que pode reduzir a produtividade em até 35%. Por isso, iremos apresentar, neste painel, diversas ferramentas modernas de controle e as tendências deste manejo, expondo o que temos de mais inovador no controle. Uma inovação nessa área, por exemplo, é o uso de feromônios de confusão sexual — que diminuem a reprodução da praga — além da utilização de lagartas transgênicas e de bioinseticidas a base de vírus”, explica Amália.

Já no dia 14, às 10h20, o painel VI será sobre “Os desafios do manejo de enfezamentos na cultura do milho”, conversa ministrada por Charles Martins de Oliveira, Pesquisador na Embrapa Cerrados. Na ocasião, o pesquisador apresentará detalhes sobre os estudos aplicados — que estão sendo desenvolvidos pela Embrapa em parceria da CropLife Brasil — para promover o manejo integrado da cigarrinha-do-milho (Dalbulus maidis), disseminando as boas práticas agronômicas para o manejo dos danos causados por enfezamentos.

“Na palestra sobre os enfezamentos do milho abordarei os aspectos mais importantes sobre os patógenos causadores dessas doenças, incluindo sintomas e danos. Falarei sobre a bioecologia, modo de transmissão dos patógenos e estratégias de sobrevivência da cigarrinha-do-milho, com o objetivo de discutir as principais ferramentas de controle disponíveis atualmente para o manejo dessas doenças e do inseto vetor”, comenta Charles Martins de Oliveira, Pesquisador na Embrapa Cerrados.

“Vale ressaltar também que, recentemente, a Embrapa e a CropLife Brasil assinaram um acordo de cooperação técnica para o desenvolvimento de uma pesquisa, com duração de 36 meses, com intuito de desenvolver atividades básicas e aplicadas envolvendo todos os aspectos das interações entre as plantas de milho, a cigarrinha-do-milho e os patógenos, projeto que trará avanços no conhecimento científico, consequentemente, aprimorando as estratégias de manejo desse patossistema no Brasil”, finaliza o pesquisador.

O Congresso Nacional de Milho e Sorgo (CNMS) é realizado a cada dois anos pela Associação Brasileira de Milho e Sorgo. De forma técnica-científica o evento apresenta uma mostra de conhecimento e destaques em temas relevantes. Essa XXXIII edição está sendo organizada pela Embrapa Milho e Sorgo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!