27.3 C
Uberlândia
sexta-feira, julho 19, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasDesafio Nacional de Máxima Produtividade do CESB contará com monitoramento digital 4.0

Desafio Nacional de Máxima Produtividade do CESB contará com monitoramento digital 4.0

Divulgação

A 15ª Edição do Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja, organizado pelo CESB, incentivará ainda mais o uso de tecnologia no campo. Todos os participantes desta edição do Desafio CESB serão contemplados com acesso gratuito ao software de agricultura de precisão e monitoramento SKYFLD®, que deverá fornecer uma infraestrutura para acompanhamento digital das áreas inscritas no Desafio, planejamento e documentação das atividades de campo, além de outras funcionalidades e soluções digitais que visam otimizar a produtividade.

De acordo com o gerente Global de SKYFLD®, André Salvador, a parceria com o CESB propiciará que, de forma ágil e precisa, um número maior de sojicultores monitorem suas lavouras, planejem suas atividades semanais e compartilhem informações com sua equipe de confiança. “O SKYFLD® fornece uma infraestrutura digital para gerenciar talhões, planejar e documentar atividades de campo, além de permitir uma comunicação direta e segura, orientada por dados e com alto nível de confiabilidade e transparência”.

Leonardo Sologuren, presidente do CESB, destaca que esta solução é mais um exemplo de que o CESB não mede esforços para apoiar as boas práticas agrícolas, incentivando o equilíbrio entre os elevados índices produtivos e a sustentabilidade. “A consistente e sólida análise de dados é fundamental para superar as adversidades diárias do campo e também para preservar o ecossistema”, observa.

Além do acesso gratuito a todos os serviços do SKYFLD®, os participantes da 15º edição do Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja que tiverem suas áreas auditadas receberão certificado de participação com sua classificação no Desafio e um laudo/relatório das áreas, contendo: georreferenciamento da área auditada, informações de plantabilidade, descritivo do campo de produção, informações técnicas de manejo, registro fotográfico e informações adicionais caso haja. Nesta edição do Desafio, as demais informações provenientes do monitoramento digital também serão entregues aos participantes, tais como: mapas de biomassa, mapas para semeadura, mapas para fertilizantes, visualização de safras anteriores, notas de Scouting e compartilhamento, dados meteorológicos, mapas para dessecantes e desfolhantes (PGR), ajuste de linhas de plantio, carregamento de dados, entre outros.

Para mais informações e inscrições, o sojicultor deve acessar o site www.cesbrasil.org.br, seguir corretamente todas as instruções e preencher as informações referentes à safra 22/23. O valor é de R$ 150,00 para inscrições não-patrocinadas e 100% gratuitas para inscrições que indicarem algum dos patrocinadores do CESB.

Últimos Vencedores – A 14º edição do Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja teve mais de 5.400 inscrições, contemplou os sojicultores vencedores da safra 21/22 e introduziu uma série de novidades que, devido à grande aceitação do mercado e enorme sucesso, serão mantidas nesta nova edição.

A primeira delas foi a criação da categoria regional Norte, que teve 176 inscritos e registrou uma produtividade média de 78,56 sc/ha. De acordo com Veranice Borges, coordenadora técnica do CESB, a separação das regiões Norte e Nordeste trouxe um grande incentivo aos produtores da região Norte, que devido às condições de solo e clima bem diferentes, não alcançavam uma produtividade média competitiva em relação a região Nordeste. “Essa divisão nos permitiu igualar as condições de competição, que se tornaram mais favoráveis para a Região Norte. Dessa forma, conseguimos incentivar de igual forma os produtores das cinco diferentes regiões do Brasil.  O incentivo às inscrições de áreas dessa região traz para o CESB dados que nos permitem avaliar os sistemas produtivos e levar aos produtores os fatores que possibilitam alcançar as maiores produtividades”, revela.  

Os primeiros vencedores da categoria Norte foram Bertão e Azevedo Produção Agrícola LTDA e o consultor, Murilo Olympik Bortoli Munarini, que obtiveram a importante marca de 90,34 sacas por hectare no Sítio Bom Futuro, em Castanheiras (RO).

A coordenadora técnica do CESB observa que a área total cultivada com soja desta propriedade foi de 945 hectares, com produtividade média de 68 sacas/ha. “Trata-se de um número muito expressivo para uma região de áreas com fertilidade ainda em construção e chuva abaixo do esperado para a localidade”, observa.

A segunda novidade do Desafio do CESB foi o aumento do patamar de produtividade esperado para os participantes. O CESB elevou a tradicional “régua de produtividade” de 90sc/ha para 95sc/ha, devido ao excelente desempenho dos sojicultores, os quais superaram, na última edição do Desafio, mais de 160 áreas em todo o Brasil.

Sologuren analisa que, ao equilibrarem de uma forma sólida a produtividade com a defesa da sustentabilidade, os produtores rurais ampliaram os índices produtivos, o que elevou o grau de competividade do Desafio. “Para contar com auditoria oficial do CESB, o produtor precisa atingir agora pelo menos 95sc/ha. Na última edição, tivemos mais de 920 auditorias distribuídas nas diversas regiões do Brasil. Esse número confirma que os sojicultores vêm entregando excelentes números, mesmo em uma safra com tantas adversidades, como escassez de chuva e pouco enchimento de grãos”, observa.

Período de Inscrições – As inscrições do 15º Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja vão até dia 31 de janeiro de 2023.

O CESB é composto por 19 membros e 27 entidades patrocinadoras: BASF, BAYER, SYNGENTA, JACTO, Mosaic, Superbac, Corteva, Eurochem, ICL, ATTO Sementes, Stoller, Timac Agro, Brasmax, Stara, Ubyfol, UPL, Fortgreen, Yara, Ferticel, Sumitomo Chemical, FT Sementes, Koppert, Massey Ferguson, Yoorin Fertilizantes, Elevagro, Somar Serviços Agro e IBRA. Mais informações pelo telefone: (15) 3418.2021 ou pelo site www.cesbrasil.org.br

ARTIGOS RELACIONADOS

Conheça os principais produtos que o Brasil exporta

Segundo CEO da Logcomex, o primeiro no ranking é a soja

Aumento de produção da soja é possível?

O desenvolvimento de tecnologias próprias permite ao Brasil, líder mundial na produção de soja ...

Manejo eficiente de plantas daninhas na lavoura de soja

Para apresentar as novidades voltadas à lavoura de soja, foi realizado pela BASF um Webinar nos dias 10 e 11 de julho, direcionado para agricultores de várias regiões do País, com o tema: ‘Manejo Eficiente – Plantas Daninhas’. A apresentação foi realizada em 20 cidades, e contou com a participação de produtores rurais, pesquisadores e executivos da BASF.

Corteva Agriscience leva ao Show Rural Coopavel lançamentos e soluções

A Corteva Agriscience marca presença no Show Rural Coopavel, de 7 a 11 de fevereiro, em Cascavel (Paraná)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!