25.6 C
Uberlândia
quinta-feira, junho 13, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesDilema das folhosas: produção e consumo em épocas de frio e calor

Dilema das folhosas: produção e consumo em épocas de frio e calor

Divulgação

As folhosas no Brasil se deparam com um dilema quando falamos em produção e consumo em diferentes épocas do ano, principalmente nas regiões Sul e Sudeste, onde se concentram cerca de 60% da produção nacional de folhosas. Quando citamos diferentes épocas do ano o principal ponto é em relação as temperaturas. Ao olhamos nas previsões do tempo que uma frente fria se aproxima, logo podemos prever que durante essa passagem o consumo de folhosas irá diminuir, impactando de alguma forma na cadeia produtiva.

Esse dilema das folhosas ocorre pelo fato de que, em condições de verão nessas regiões do Sul e Sudeste, o normal a se esperar dessa estação são temperaturas mais elevadas e precipitações constantes. Esses dois fatores para os produtores que plantam em campo aberto (que correspondem a maior parte do cultivo no Brasil) não são favoráveis a produção, por conta principalmente da incidência de doenças que comprometem a produtividade e a qualidade do produto final. E é justamente nessa época que temos os maiores níveis de consumo das folhosas. Ou seja, se por um lado temos limitação na produção e altos níveis de consumo, do outro podemos esperar produtos com preço final mais elevado e de menor qualidade.

LEIA TAMBÉM:

Em termos práticos, no verão é comum irmos a um supermercado, quitanda ou feira e encontrarmos uma alface pequena, com pintas ou manchas nas folhas, mas mesmo assim pagarmos R$ 7,00, R$ 8,00 em apenas uma cabeça. E no inverno, nesses mesmos locais de venda, podemos encontrar uma alface grande, com bastante folhas, sem pintas ou manchas e pagarmos por ela R$ 3,00, R$ 4,00. Por isso o título do texto traz essa questão: quando a produção está comprometida por fatores do tempo consumimos mais, mas quando a produção está favorável e com uma oferta grande e de qualidade acabamos consumindo menos. É ou não um dilema?

Com todas essas questões, pode surgir uma dúvida: se no inverno temos uma produção maior e de mais qualidade, por que os preços não estão mais tão baixos como antigamente? Principalmente porque enfrentamos uma alta frequente no custo de produção, que muitos setores estão enfrentando, não apenas de folhosas, não apenas da agricultura, mas de várias faces de nossas vidas.

A Enza Zaden Brasil possui um portfólio de sementes de folhosas que garantem mais benefícios e rendimento ao produtor, para acessar ou entrar em contato com um representante clique aqui.

Autor

Gustavo Hacimoto
Especialista de Desenvolvimento de Produto

ARTIGOS RELACIONADOS

Bioestimulantes: Batata agradece aplicação

Autores Tiago Henrique Costa Silva Mestrando em Agronomia – Instituto Federal Goiano (IFG) - campus Urutaí (GO) tiago@agronomo.eng.br Paulo Cesar Ribeiro da Cunha ...

Mercado de defensivos para milho tem alta de 8%

A consultoria Spark Inteligência Estratégica divulgou seu estudo anual BIP Milho – Business Inteligence Panel. O estudo avaliou o comportamento do mercado de defensivos agrícolas para a cultura na safra de verão 2019/20.

Rally da Safra retorna ao Médio-Norte e Oeste do Mato Grosso

Na terceira semana de trabalho em campo do Rally da Safra, duas equipes técnicas retornam ao Médio-Norte e Oeste do Mato Grosso, percorrendo regiões diferentes, para verificar as condições das áreas de soja de ciclos médio e tardio.

Ciclo fenológico define plantio da cebola híbrida

Daniel Lucas Magalhães Machado Engenheiro agrônomo edoutorando em Produção Vegetal, ICIAG - Universidade Federal de Uberlândia (UFU) danielmagalhaes_agro@yahoo.com.br Ernane Miranda Lemes ernanelemes@yahoo.com.br Roberta Camargos de Oliveira robertacamargoss@gmail.com Engenheiros agrônomos edoutores em...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!