28.6 C
Uberlândia
quarta-feira, abril 24, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosEmbrapa lança cultivar de soja resistente à ferrugem

Embrapa lança cultivar de soja resistente à ferrugem

Lançamento: Nova cultivar de soja convencional com alta produtividade e resistência à ferrugem asiática.

A Embrapa lançou a cultivar de soja (BRSMG 534), em parceria com a Fundação Triângulo e a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig).

A BRSMG 534 é uma cultivar de soja convencional com alta produtividade, estabilidade de produção e que ainda agrega a tecnologia Shield, linha de cultivares de soja que apresentam genes de resistência à ferrugem asiática.

“A cultivar Shield é uma ferramenta genética importante no contexto do manejo integrado. Mesmo não dispensando o uso de fungicidas, proporciona maior eficiência e segurança ao manejo químico da doença”, explica o pesquisador Roberto Zito.

De acordo com ele, a cultivar se destaca ainda por apresentar resistência às principais doenças da soja (pústula bacteriana, mancha olho-de-rã, cancro-da-haste), ser moderadamente resistência ao oídio e aos dois principais nematoides-de-galha.

A cultivar é do grupo de maturidade 7.2, uma característica relevante, pois permite a realização de uma segunda safra, tanto de milho quanto de algodão ou sorgo. A BRS MG 534 é indicada para diferentes regiões de Goiás (RECs 301, 302, 303, 304 e 401), Distrito Federal (REC 304), Minas Gerais (RECs 302, 303, 304 e 401), São Paulo (REC 302) e Mato Grosso (REC 402).

Coleção de cultivares

A Embrapa Soja, em parceria com a Fundação Meridional, conta ainda com sua coleção de cultivares de soja. São três cultivares de soja convencional (BRS 546, BRS 511, BRS 573), três cultivares transgênicas tolerantes ao glifosato e às principais lagartas da soja (BRS 1061IPRO, BRS 1003 IPRO, BRS 1074 IPRO) e uma cultivar com tolerância aos herbicidas glifosato e dicamba (BRS 2562 XTD).

A BRS 2562XTD é uma excelente opção de refúgio para áreas com a tecnologia I2X, com grupo de maturidade entre 6.0 e 6.4, por sua precocidade. A BRS 2562XTD possui alta estabilidade e apresentação produtiva, adaptada a diferentes ambientes de produção.

Além disso, a cultivar permite semeadura antecipada, possibilitando o encaixe em sistemas de sucessão/rotação de culturas. Esses atributos da lavoura podem variar em razão do clima, solo e manejo, mas, em geral, seguem as características mencionadas. 

Quanto à reação das cultivares às doenças, a BRS 2562XTD é resistente ao cancro-da-haste, mosaico comum da soja e podridão radicular de phytophthora e moderadamente resistente à mancha olho-de-rã e ao oídio.

Também possui resistência aos nematoides de cisto (raças 3 e 14). É indicada para o Paraná (REC 201), São Paulo (REC 201), Mato Grosso do Sul (REC 204 e 301) Goiás (REC 304 e 401), Minas Gerais (REC 304) e Distrito Federal (REC 304).

ARTIGOS RELACIONADOS

Soja: importância do manejo de potássio

A adubação é fundamental para a produção da soja. Veja os benefícios do potássio na cultura.

Reconil® deve tratar até 4 milhões de hectares de soja no ciclo 2020-21

Conforme a companhia, produto foi bem avaliado no Ensaio de Rede anual da Embrapa e transfere resultados favoráveis ao sojicultor, principalmente no controle da ferrugem e de doenças de final de ciclo.

Escolha da semente ideal de soja

No Brasil, atualmente, há mais de 2.000 diferentes cultivares de soja registradas no MAPA.

Focos de ferrugem da soja aumentam no Brasil em 220%

Por ser um ano com chuvas mais frequentes e calor acima da média em algumas regiões, a incidência de doenças está aumentando nas lavouras de soja.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!