27.7 C
Uberlândia
segunda-feira, abril 22, 2024
- Publicidade -
InícioEventosEvento técnico norteia o setor para a próxima safra de soja

Evento técnico norteia o setor para a próxima safra de soja

Fundação MT realiza o XXIII Encontro Técnico Soja em Cuiabá-MT, de 25 a 28 de abril. O evento que já tem inscrições abertas é uma grande oportunidade para produtores rurais e profissionais ligados ao agronegócio.

Divulgação

Com o objetivo de informar a classe produtora e profissionais do setor sobre o que há de mais atual sobre a cultura da soja, a Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso (Fundação MT) promove de 25 a 28 de abril, em Cuiabá-MT, a 23ª edição do Encontro Técnico Soja. O evento, já tradicional, contará este ano com nove painéis. Serão quatro dias com foco em debater, junto a especialistas renomados, os temas que impactam a agricultura brasileira e também da América Latina.

“O nosso intuito ao realizar o evento é trazer dados seguros e imparciais sobre a safra 2022/23 e auxiliar os tomadores de decisões em cima dessas informações para facilitar o planejamento da próxima safra”, diz Luís Carlos Oliveira, gestor de marketing e comercial da Fundação MT. Ele destaca que a safra passada alcançou ótimos resultados em produtividade, com ciclo estendido da cultura e ainda com incidência de ferrugem asiática no final do desenvolvimento. “Precisamos então avaliar os detalhes do que aconteceu para nos espelhar e alavancar a produção, principalmente em Mato Grosso, nos próximos anos”, endossa.

Com um total de nove painéis e um momento talk, o Encontro Técnico Soja terá início na noite do dia 25 falando sobre “Mercado e Sustentabilidade”. “Este é o assunto do momento e não poderíamos deixá-lo de lado. Esta é a primeira vez que o trazemos o tema sustentabilidade para discussão”, conta Oliveira. Participam a jornalista do TerraViva, Renata Maron, Aurélio Pavinato, CEO da SLC Agrícola e André Pessôa, presidente da Agroconsult.

O segundo dia, 26, inicia com o painel de Retrospectiva da Safra de Soja 2021/22, com moderação de Élcio Bonfada, pesquisador da Fundação MT, e haverá a participação de representantes de cinco regiões agrícolas de MT. O público também irá acompanhar a palestra “Aspectos da ecofisiologia da cultura da soja na safra 2022/23”, ministrada por Alencar Zanon, professor da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

Ainda neste dia, os participantes saberão mais sobre o “Legado do ensaio de rotação de cultura da soja ao longo de 15 anos: passado, presente e futuro”, com enfoque em: gases do efeito estufa, biologia e física do solo, nematologia e Data Science. Haverá depois a entrega do prêmio Soybean Money Maker.

Para finalizar a programação do segundo dia, ocorre o debate sobre “Atuais desafios do melhoramento de soja para manejo de nematoides e altas produtividades”, com pesquisadores da instituição, representante da Tropical Melhoramento e Genética (TMG) e do Grupo Bom Futuro, além do gerente de fitopatologia da Basf, Daniel Lage.

Terceiro dia com muita informação

O terceiro dia do evento traz dados importantes sobre os inimigos das lavouras. Começando com “Cenário de pragas na cultura da soja safra 2022/23”, além de abordar “Estratégias e manejos para anomalia das vagens e quebramento”. Há na programação o talk-show “Aplicabilidade do uso de biológicos no sistema de produção”, com a participação do pesquisador da Embrapa Meio Ambiente, Wagner Bettiol. A equipe de pesquisadores da Fundação MT, juntamente com Evaldo Takizawa, da Consultoria Takizawa, aborda o uso de biológicos nas áreas de entomologia, nematologia e fitopatologia. E encerrando o dia o tema apresentado será “Cenário de doenças e resultados de pesquisa”, também com profissionais da Fundação MT.

Os participantes receberão informações sobre “Plantas daninhas de difícil controle” no dia 28 de abril. Mais informações e inscrições podem ser acessadas no site da instituição, na aba eventos.

Fundação MT: Criada em 1993, a instituição tem um importante papel no desenvolvimento da agricultura, servindo de suporte ao meio agrícola na missão de prover informação técnica, imparcial e confiável que oriente a tomada de decisão do produtor. A sede está situada em Rondonópolis-MT, contando com três laboratórios e casas de vegetação, seis Centros de Aprendizagem e Difusão (CAD) distribuídos pelo Estado nos municípios de Sapezal, Sorriso, Nova Mutum, Itiquira, Primavera do Leste com ponto de apoio em Campo Verde e Serra da Petrovina em Pedra Preta. Para mais informações acesse www.fundacaomt.com.br e baixe o aplicativo da instituição.

ARTIGOS RELACIONADOS

O que é o agro para você?

A CNA trabalha lado a lado com o produtor rural. Confira a realidade desses trabalhadores.

O impacto da pressão das lagartas na soja

Dia a dia do produtor agrícola, a observação do cultivar passou a ser questão de sucesso da plantação

Safra de grãos 2022/2023 em Minas Gerais caminha para novo recorde

Números impressionantes: levantamento da Conab indica alta de 9,8%, com 18,4 milhões de toneladas.

Mapa lança projeto-piloto para estimular a contratação de seguro rural

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou nesta quinta-feira (25) a Resolução nº 75, do Comitê Gestor Interministerial do Seguro Rural, que aprova o projeto-piloto de subvenção ao prêmio do seguro rural para operações enquadradas no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), para as culturas de milho 1ª safra, soja, maçã e uva, no âmbito do Programa de Seguro Rural (PSR), em 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!