21.6 C
Uberlândia
segunda-feira, junho 24, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosFalsa mosca-branca tem ataque ampliado em cafezais

Falsa mosca-branca tem ataque ampliado em cafezais

 

José Braz Matiello

Engenheiro agrônomo do MAPA/Procafé

jb.matiello@gmail.com

Créditos José Braz Matiello
Créditos José Braz Matiello

A falsa mosca-branca (Aleurothrixus floccosus) é uma praga comum na citricultura, atacando a folhagem das plantas. Na lavoura cafeeira a falsa mosca-branca foi constatada faz 15 anos, inicialmente em mudas, e depois em lavouras adultas, mas não vinha causando problemas, ocorrendo apenas em focos, sem importância econômica.

Neste último ano, entretanto, a falsa mosca-branca passou a preocupar, assumindo uma nova condição de ataque, que se estendeu a cerca de 200 ha de cafezais, na região da Chapada Diamantina (BA).

O ataque ocorreu no período janeiro-maio de 2015, no município de Bonito, a cerca de 1.000 m de altitude. A infestação da mosca ocorreu tanto em lavouras novas, com dois anos de idade, como nas adultas, em cafeeiros de diferentes variedades, em Catuaí, Japy e Acauã.

 Folhas atacadas pela falsa mosca-branca, mostrando os resíduos das formas jovens do inseto, na face inferior do limbo foliar - Crédito José
Folhas atacadas pela falsa mosca-branca, mostrando os resíduos das formas jovens do inseto, na face inferior do limbo foliar – Crédito José

Ataque

A lavoura apresentou ataque na folhagem, onde a mosca atinge a parte inferior das folhas, sendo que ali se desenvolvem as larvas e ninfas, e também ficam pousados os insetos adultos, estes reunidos em grande número por folha.

A maior infestação ocorre nas folhas do topo das plantas, porém, em seguida o ataque tende a descer para os ramos da parte média das plantas. Os dois a três primeiros pares de folhas do ramo são os mais atacados. Com o passar do tempo, algumas folhas secam e caem, embora a desfolha seja lenta e parecendo não ser muito intensa, como ocorre com outras pragas, como o bicho-mineiro, por exemplo.

Na parte inferior do limbo foliar aparece uma crosta, no início branca, depois tomando a cor acizentada e escura, sendo constituída pelo resto das formas jovens da mosca. Em decorrência, forma-se a fumagina e um tipo de mel nas folhas. É possível verificar moscas adultas tanto sobre a face inferior das folhas como voando ao redor dos cafeeiros.

Controle efetivo

Como a falsa mosca-branca possui diversos inimigos naturais, destacando-se fungos do gênero Aschersonia, o qual tem sido detectado em citros, tudo leva a crer que a intensificação do ataque em cafeeiros se deve a algum tipo de desequilíbrio, seja pelo período seco, seja pelo uso continuado de fungicidas, como os cúpricos.

Quanto ao controle da mosca-branca em cafeeiros, nos ataques iniciais vinha sendo efetivo o uso de óleos minerais, mas, ultimamente, eles têm apresentado menor eficiência. Para a cafeicultura não existe nenhum inseticida registrado. Para o controle na citricultura existe o registro no Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) de cinco óleos minerais e um produto à base de dimetoato.

Essa matéria você encontra na edição de outubro da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua.

ARTIGOS RELACIONADOS

Por que tratar as sementes de soja?

  Evaldo KazushiTakizawa Engenheiro agrônomo da Ceres Consultoria Agronômica evaldo@ceresconsultoria.com.br As principais pragas iniciais que atacam as lavouras de soja devem ser monitoradas antes da implantação da...

Satis propõe soluções eficientes para a cafeicultura

  A Satis já está presente no mercado há quase 20 anos, levando sempre tecnologia e muita inovação como solução para o agronegócio, e no...

Aminoácidos – A defesa natural do cafezal

Os aminoácidos são moléculas de características estruturais em comum, formados por um carbono central, quase sempre assimétrico, ligado a um grupamento carboxila (COOH), um grupamento amino (NH2) e um átomo de hidrogênio. Além destas três estruturas, os aminoácidos apresentam um radical chamado genericamente de “R”, que diferencia os mesmos.

Adjuvante com alta tecnologia será apresentado à cafeicultores da Alta Mogiana

Fortgreen levará ao Simcafé, de 6 a 8 de março, em Franca/SP, portfólio inovador voltado a cultura

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!