26.6 C
Uberlândia
terça-feira, abril 23, 2024
- Publicidade -
InícioEventosFenicafé 2023: cerrado de Minas Gerais deve produzir de 6 a 6,5...

Fenicafé 2023: cerrado de Minas Gerais deve produzir de 6 a 6,5 mi scs em 2023 

Divulgação Fenicafé

A região do Cerrado de Minas Gerais deverá produzir uma safra de café parecida em termos de produtividade e volume com a colhida no ano de 2021.

Em entrevista durante a Feira Nacional da Cafeicultura Irrigada (Fenicafé), em Araguari, no Triângulo Mineiro, presidente da Federação dos Cafeicultores do Cerrado, Francisco Sérgio de Assis, disse que a região deve produzir entre 6 a 6,5 milhões de sacas de 50 quilos na safra 2023. A colheita do café arábica inicia entre o final de maio e o início de junho.

“A safra está se desenvolvendo bem. Choveu bastante nos últimos meses, e agora parou. Já as temperaturas estão altas, acima do normal para esta época. Mesmo assim, deveremos ter uma safra bastante parecida com 2021”, salientou o dirigente da Cooxupé. 

A safra poderia ser maior, não fossem as perdas de áreas para as geadas severas registradas em 2021. Houve ainda migração de parte dessas áreas para a produção de grãos, como a soja e o milho. “Então, não vamos alcançar o potencial máximo em 2023. Ainda estamos avaliando o quanto de área perdemos para a soja. Mas ainda assim, teremos uma safra de média a boa”, enfatizou Assis.(Com Fábio Rübenich – Agência SAFRAS)

A Fenicafé  segue até sexta-feira (31/03) no Parque de Exposições Ministro Rondon Pacheco, em Araguari, no Triângulo Mineiro. Assim como em 2022, a Fenicafé faz parte da Café Agro, que soma mais de uma semana de atrações com a Expo Araguari.  O evento é promovido pela Associação dos Cafeicultores de Araguari (ACA) e a Federação dos Cafeicultores do Cerrado com apoio da Embrapa Café e Prefeitura Municipal de Araguari.

ARTIGOS RELACIONADOS

Simbiose – Inovação em controle biológico

Esse foi o segundo ano que a Simbiose participou da Fenicafé, a principal feira da cafeicultura na região do Cerrado. “Para nós, é um...

Incêndios no Pantanal e no Cerrado

Os incêndios no Pantanal e no Cerrado representam uma ameaça crescente à biodiversidade e ao equilíbrio desses ecossistemas.

Podridão parda – Alerta geral para pessegueiros

Givago Coutinho Doutor em Fruticultura e professor efetivo do Centro Universitário de Goiatuba (UniCerrado) givago_agro@hotmail.com Herick Fernando de Jesus Silva Engenheiro Agrônomo e doutorando em Fitotecnia "...

Fenicafé: Escritora apresenta ações para mulheres que buscam um futuro de sucesso

Nubiana Oliveira falou mais de 500 mulheres em um auditório lotado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!