20.6 C
Uberlândia
sábado, abril 20, 2024
- Publicidade -
InícioNotíciasFertilizantes com aminoácidos fortalecem o agronegócio

Fertilizantes com aminoácidos fortalecem o agronegócio

Aposta em pesquisa e tecnologia coloca a Ajinomoto® Fertilizantes no caminho do desenvolvimento de insumos agrícolas inovadores e sustentáveis.

Divulgação

No cenário do agronegócio brasileiro, a dependência de fertilizantes importados sempre foi um desafio significativo. O Plano Nacional de Fertilizantes (PNF), sujeito a revisão a cada quatro anos, busca impulsionar a produção de insumos nacionais por meio do incentivo à ciência, tecnologia, inovação e sustentabilidade. Nesse contexto, a Ajinomoto® Fertilizantes, divisão de agronegócios da Ajinomoto do Brasil, tem se destacado na produção de fertilizantes com aminoácidos para fortalecer a produção de insumos e aumentar o uso desses produtos no mercado agrícola brasileiro. 

Segundo Rafael Hirano, gerente da área técnica da Ajinomoto® Fertilizantes, uma das diretrizes do PNF é fomentar a competição de diferentes origens de matéria-prima, o que beneficia empresas como a Ajinomoto do Brasil, reconhecida por oferecer soluções diversificadas para diferentes culturas, com o foco na sustentabilidade. “Apesar de o plano não mencionar especificamente os aminoácidos, acreditamos que essa abordagem permitirá maior visibilidade para produtos com diferentes modos de produção, como é o nosso caso”, destaca.  

Pesquisa, Tecnologia e Inovação 

A aposta em pesquisa e tecnologia coloca a companhia no caminho do desenvolvimento de fertilizantes inovadores. Segundo o executivo, a empresa tem trabalhado com afinco para explorar o potencial dos aminoácidos, demonstrando como essa abordagem pode revolucionar o mercado agrícola nacional. 

“Nosso foco é a aplicação e funcionalidade dos aminoácidos nas plantas. Estamos investindo e aprofundando nosso conhecimento sobre como cada aminoácido pode auxiliar no desenvolvimento das culturas agrícolas. Como o maior produtor mundial de aminoácidos, o Grupo Ajinomoto acredita que a qualidade das substâncias produzidas é fundamental para obter resultados positivos”, pontua. 

Mudanças climáticas 

Os aminoácidos são essenciais na eficiência da absorção e no aproveitamento de nutrientes pela planta, garantindo ampla mobilidade desses componentes benéficos em seu interior. Diante das mudanças climáticas e seus efeitos sobre a imunidade das plantas, a Ajinomoto® Fertilizantes apresenta duas soluções: AMINO Imune e AMINO Proline. 

O AMINO Imune é um fertilizante organomineral de alta tecnologia, com composição rica em substâncias fundamentais para o desenvolvimento de plantas saudáveis. O fertilizante contribui para reforçar a imunidade das plantas, sendo um importante aliado no manejo fitossanitário contra ataques de pragas e doenças. 

Já o AMINO Proline, também um fertilizante organomineral de alta tecnologia, desempenha um papel fundamental no auxílio às culturas em condições severas de estresse. Composto por uma mistura exclusiva de aminoácidos, o fertilizante é indicado para proteger as plantas em situações de déficit hídrico e temperaturas extremas, permitindo uma melhor resposta ao estresse. 

“Os aminoácidos não substituem a demanda por macro e micronutrientes essenciais para as plantas. Sua função é auxiliar e potencializar o uso desses nutrientes, otimizando o desempenho das culturas. Para proporcionar informação aos produtores brasileiros sobre os benefícios dessas substâncias, realizamos palestras, treinamentos com revendedores e divulgação online em plataformas digitais. Além disso, a Ajinomoto do Brasil mantém uma presença ativa no campo e busca parcerias com pesquisadores e professores de instituições renomadas para aprofundar o conhecimento técnico sobre o tema”, finaliza Rafael.

ARTIGOS RELACIONADOS

Influência dos organominerais no café

Os fertilizantes organominerais é uma tecnologia que vem sendo utilizada na lavoura ...

Brasil é referência em tecnologia para o setor florestal

Com um setor produtivo de árvores plantadas responsável por um PIB de R$ 244 bilhões, em uma área de 9,93 milhões de hectares, o país tem desempenhado um papel de destaque não só na produção, mas também na introdução das principais inovações para impulsionar o setor.

Produtor precisa pensar em alternativas aos fertilizantes

A alta dos insumos e até o risco de um possível desabastecimento para as próximas safras desperta atenções no campo. Boa gestão e produtos alternativos como os biológicos podem ajudar a diminuir os impactos.

Novas tecnologias na produção de ameixa

Nilva Terezinha Teixeira Engenheira agrônoma, doutora em Solos e Nutrição de Plantas e professora de Nutrição de Plantas, Bioquímica e Produção Orgânica do Centro...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!