18.1 C
São Paulo
segunda-feira, agosto 15, 2022
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Fotossíntese é favorecida pelas substâncias húmicas

Fotossíntese é favorecida pelas substâncias húmicas

 

Eriberto Colatto

Engenheiro agrônomo da Polli Fertilizantes

colattomt@hotmail.com

Crédito Ana Maria Diniz
Crédito Ana Maria Diniz

Sistemas de alta produção com a aplicação de fertilizantes inorgânicos ou dejetos como fertilizantes orgânicos enfrenta gargalos tecnológicos, ambientais e culturais, com implicações diretas sobre o meio ambiente e a produtividade das culturas.

Uma, entre tantas soluções, é “mimetizar“ os efeitos da MO no solo pela aplicação de substâncias húmicas, com o objetivo principal de melhorar a eficiência dos fertilizantes aplicados, diminuir os efeitos nocivos pelo uso indiscriminado de pesticidas e pela diminuição dos impactos socioambientais causados pela adoção de determinadas práticas agrícolas.

As substâncias húmicas

Encontrados em todos os ecossistemas do planeta, as substâncias húmicas (SH) são moléculas complexas presentes nos solos, sedimentos e ambientes aquáticos, resultantes das transformações dos resíduos vegetais.

Decorrente destas transformações, os produtos ou subprodutos destes processos possuem a capacidade de interferir numa série de processos químicos e biológicos em microrganismos e plantas, influenciando na capacidade de retenção de nutrientes, na complexação e transporte de cátions e na resposta a estímulos fisiológicos.

Substâncias húmicas têm efeito sobre os componentes do solo e sobre as plantas, interferindo positivamente tanto em fatores bióticos como abióticos.

Para o solo

No solo, as SH produzem efeitos físicos, químicos e biológicos, com reflexos diretos sobre o meio ambiente e sobre os investimentos aplicados:

ð Melhoram a estrutura do solo, ajudando na infiltração e absorção de água, facilitam a aeração do perfil, e em solos arenosos ajudam a absorver a energia solar pelo escurecimento proporcionado pelas SH, estabelecendo um equilíbrio térmico mais favorável ao estabelecimento de plantas e seedlings.

ð Condicionam o pH dos solos ácidos e também alcalinos para a neutralidade, melhoram e aperfeiçoam a absorção de nutrientes e água pelas plantas, retêm os fertilizantes inorgânicos solúveis em água nas zonas das raízes e reduzem sua lixiviação;

ð Promovem a conversão de elementos nutritivos em formas disponíveis para as plantas, melhoram a absorção de N pelas plantas, diminuem a formação de nitratos, reduzem a reação de fósforo com Ca, Fe, Mg e Al, liberam gás carbônico do carbonato de cálcio do solo e habilitam seu uso na fotossíntese;

ð Reduzem a viabilidade de substâncias tóxicas nos solos;

ð Estimulam a atividade enzimática das plantas, estimulam o crescimento e a proliferação de microorganismos desejáveis no solo, melhoram a tolerância natural das plantas contra as doenças e pragas, estimulam o crescimento de raiz principalmente em profundidade, promovem o desenvolvimento da clorofila, açúcares e aminoácidos nas plantas, estimulando seu crescimento e o aumento de produção, melhoram a qualidade da produção, sua aparência física e o valor nutricional.

Eriberto Colatto, engenheiro agrônomo da Polli Fertilizantes - Crédito Arquivo pessoal
Eriberto Colatto, engenheiro agrônomo da Polli Fertilizantes – Crédito Arquivo pessoal

Benefícios

Os benefícios ecológicos das SH são variados e apresentam soluções rentáveis e eficazes para os problemas ambientais e a preservação do meio ambiente. Em primeiro lugar, as terras com um alto teor de ácidos húmicos são uma garantia para a baixa lixiviação de nitrato e para uma ótima eficiência nutritiva, fazendo com que este nitrato e outros pesticidas não atinjam o lençol freático. Isso é importante, uma vez que os produtores geralmente utilizam mais fertilizantes e defensivos do que a planta absorve.

As SH também promovem uma biorremediação pelo uso excessivo de defensivos. Em segundo lugar, os ácidos húmicos reduzem o problema de alta salinização na aplicação de fertilizantes minerais no solo, reduzindo, sobretudo, a toxicidade de NH4 de fertilizantes que contêm amônia, o que é particularmente de grande importância para plantas jovens.

Em terceiro lugar, os ácidos húmicos são meios efetivos para lutar contra a erosão do solo. Isto é alcançado por aumentar a habilidade de solos coloidais em combinar e por melhorar o sistema radicular e o desenvolvimento da planta.

Bom para a planta

Substâncias húmicas selecionam os compostos nutritivos no solo, para uma forma adequada para a utilização da planta. Assim, o suprimento de nutrientes das plantas é aperfeiçoado, chegando a aumentar 70% o rendimento.

Enfim, justifica-se o uso na agricultura de substâncias húmicas como forma de melhorar a eficiência das adubações, diminuir os efeitos ambientais das nutrições minerais e incrementar a respostas das plantas? Seguramente! Os resultados de campo mostram que o investimento na adoção de práticas que contemplam o uso de SH é inteiramente viável, fazendo com que os resultados obtidos em produtividade e melhoria da qualidade física nutricional das culturas justifique o valor investido.

Essa matéria você encontra na edição de dezembro 2015  da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira já a sua.

 

Inicio Revistas Hortifrúti Fotossíntese é favorecida pelas substâncias húmicas