Girassol é o grande aliado das próximas safras

0
22

Cesar de CastroPesquisador da Embrapa Soja

Vicente de Paulo Campos GodinhoPesquisador da Embrapa Rondônia

Girassol – Crédito Shutterstock

Para a produção do girassol, a disponibilidade de nutrientes no solo deve ser classificada como média a alta, principalmente para o potássio, já que sua absorção é elevada, acumulando em média 170 kg de K2O na parte aérea, para cada tonelada de grãos produzida.

Contudo, a quantidade de potássio exportada através dos grãos (aquênios) na colheita é baixa, alcançando em torno de 7,0 kg de K2O por tonelada de grãos. Esta alta capacidade de absorção de nutrientes está diretamente relacionada à capacidade de aprofundamento das raízes e exploração de grande volume do solo, absorvendo os nutrientes que estão abaixo do alcance das raízes de outras culturas, o que se traduz em elevada capacidade de ciclagem de nutrientes.

Essa característica de grande capacidade de explorar as camadas subsuperficiais do solo e reciclar nutrientes, em especial o potássio, se deve à grande capacidade das raízes de explorar um maior perfil do solo e absorver água e nutrientes.


Curiosidade

Como curiosidade sobre a capacidade do girassol acumular nutrientes, a Rússia produziu e exportou potássio no início do século XX utilizando como fonte do K cinza de caule do girassol, onde o nutriente é mais acumulado.


Mais que benefícios

Portanto, os restos culturais do girassol beneficiam as culturas em sucessão, em função dos teores de nutriente e da elevada taxa de decomposição de alguns componentes da planta, como as folhas e os capítulos, que apresentam baixa relação C/N e liberação rápida dos nutrientes contidos na palhada, na superfície do solo. Estes resíduos representam, em média, 24% do total de matéria seca produzida, que é rapidamente decomposta, liberando os nutrientes para a cultura seguinte.

Por outro lado, o caule, que pode representar até 51% da massa total, mostra alta relação C/N e, portanto, uma menor taxa de decomposição e liberação de nutrientes com uma dinâmica mais lenta. Assim, o girassol apresenta duas características interessantes para o cultivo em sucessão em sistemas de rotação em semeadura direta, que são a formação de palhada a alta taxa de reciclagem de nutrientes.

Safrinha

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.