27.3 C
Uberlândia
sexta-feira, julho 19, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioEventosGlocal Experience Rio

Glocal Experience Rio

Cumprindo a promessa de ser realizada, com ciclos anuais, a Glocal Experience Rio chega a sua segunda edição entre os dias 22 e 25 de novembro, na Marina da Glória, no Rio de Janeiro. O evento vai debater os quatro cenários futuros para o estado do Rio de Janeiro e as estratégias para que sejam alcançados os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) indicados pela ONU para 2030.

Durante o evento serão realizadas duas agendas: a Conferência, com a participação de especialistas brasileiros e internacionais, e as Atividades, com programação expositiva, cultural, de diálogos e exibição de filmes, possibilitando assim a participação ativa de todas as camadas da sociedade. Para participar da Glocal Rio basta acessar o site e se inscrever gratuitamente.
 “Mais do que um evento, a Glocal Experience é um projeto de longo prazo que visa mobilizar atores e ações transformadoras até 2030, reconhecendo que a mudança transformacional precisa de ação coletiva sustentada. Para isso, foi criado um processo em cinco passos: convocar uma equipe que represente um microcosmo do ecossistema; entender as realidades atuais do sistema; construir histórias sobre o que poderia acontecer com o sistema; identificar o(s) cenário(s) futuro(s) desejado(s) e o que pode e deve ser feito para realizá-lo(s); e identificar estratégias, alinhar iniciativas e agir para transformar o sistema”, indica Rodrigo Baggio, Head da Glocal Experience.

Entre os palestrantes confirmados estão:

  • Paul Watson – Cofundador do Greenpeace e fundador da Sea Shepherd, organização dedicada a proteger a vida selvagem e os habitats marinhos. É considerado a figura mais proeminente no movimento ambientalista contra atividades predatórias no mar, premiado e reconhecido por seu trabalho inúmeras vezes. Fundou a Captain Paul Watson Foundation em 2022 e vem operando em campanhas para o combate da caça baleeira na Islândia e na Dinamarca.
     
  • Anápuàka Muniz – Líder indígena, comunicador e empresário, foi candidato a Deputado Estadual pelo Rio de Janeiro e criou o 1º Open Banking Indígena do Brasil: o Mani Bank. Foi cofundador do Movimento Civil Agora e atualmente é Conselheiro Municipal de Cultura do Rio de Janeiro, entre outras atividades.
     
  • Samela Satwere – Indígena do povo Sateré Mawé, bióloga, ativista ambiental no Fridays For Future Brasil, assessora de comunicação na Apib e na ANMIGA e apresentadora no canal Reload. Integra a Associação de Mulheres Indígenas Sateré Mawé e o Movimento de Estudantes Indígenas do Amazonas. Fellow pelo Instituto Arapyau e membro de Uma Concertação pela Amazônia.
     
  • Carlo Pereira – CEO do Pacto Global da ONU no Brasil.
     
  • William Kamkwamba – Inventor cuja história inspirou o filme “O Menino que Descobriu o Vento

Também confirmados estão importantes personalidades como Nelson Motta, Lenine, Sandra de Sá, Nina da Hora, Daniel Munduruku, Samantha Almeida, Tainá de Paula, Bela Gil, Jander Manauara, Isabel Swan e Pastor Henrique Vieira.
 

Os palestrantes discutirão novos objetivos durante a segunda edição da Glocal Experience Rio, como entender as realidades atuais do estado do Rio de Janeiro e as forças que as influenciam; construir de maneira colaborativa e com um grupo diverso, cenários sobre o que poderia acontecer com o estado fluminense; avaliar as implicações destes cenários em relação ao que pode e deve ser feito, tanto para se adaptar a um futuro que não é possível influenciar, quanto para agir na transformação desse futuro; definir ODS alavancadores e estratégias para o estado do Rio de Janeiro até 2030; engajar a sociedade para qualificar o debate público e mobilizá-la em torno do futuro desejado para o estado alinhado com as estratégias até 2030; e desenvolver e fortalecer relacionamentos e confiança entre atores-chave, bem como suas capacidades de escuta e diálogo, pensamento sistêmico e de colaboração.
 

Nosso desejo é que esse trabalho inspire colaborações entre grupos dos mais diversos setores, oriente caminhos e contribua para gerar e impulsionar ações transformadoras e um amplo engajamento da sociedade em direção aos futuros desejados para o estado fluminense”, avalia Rodrigo Baggio, Head da Glocal Experience.

A Glocal Experience 2023 tem patrocínio máster de Águas do Rio e Instituto Aegea, e apoio institucional da Deloitte e FGV. A realização é da Dream Factory.
 

Os quatro cenários futuros para o estado do Rio de Janeiro

Os quatro cenários futuros para o estado do Rio de Janeiro – denominados Ouriço (Resistência), Lagarta Azul (Transição), Boto Cinza (Transformação) e Abelha Uruçu (Regeneração) – foram construídos de forma colaborativa, tendo como base o rico conteúdo de palestras e debates que aconteceram após a primeira edição da Glocal Experience, em julho de 2022. Com a consultoria da empresa Reos Partners, foi criada uma equipe de 50 pessoas, formada por um grupo diverso que exerce papéis de liderança no estado em diferentes setores, territórios, realidades e disciplinas de conhecimento. Esse grupo manteve reuniões e debates periódicos ao longo dos últimos seis meses. A meta é a definição dos cenários desejados que possibilitarão traçar estratégias iniciais para a transformação social do estado do Rio de Janeiro até 2030.

Ouriço (Resistência) – A corrupção e o crime organizado aprofundaram suas raízes e as estruturas do estado do Rio de Janeiro entram em plena decadência. O desemprego aumenta exponencialmente, o PIB cai e o Estado se torna ainda mais dependente do petróleo. As escolas públicas tornam-se espaços fundamentais para as comunidades se manterem unidas. Nesse cenário, a inação leva ao colapso, mas as comunidades resistem.
 

Lagarta Azul (Transição) – Uma parcela da sociedade realiza conquistas importantes, mas a estrutura de corrupção e privilégios impede com que o Estado avance como um todo. A economia verde ganha fôlego com a renovação da economia do turismo. A Baía de Guanabara recupera parte significativa de seu potencial de biodiversidade e se renova como atrativo turístico. Nesse cenário, a atuação cívica promove uma transição e algumas coisas começam a dar certo.
 

Boto Cinza (Transformação) – A sociedade fluminense adere aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), ainda que enfrentando sérias resistências. Os royalties do petróleo são investidos em ações estruturantes e o Estado encontra um caminho de prosperidade. A economia circular se consolida com as cooperativas e empresas de reciclagem. Nesse cenário, um pacto intersetorial em torno dos ODS impulsiona a transformação.
 

Abelha Uruçu (Regeneração) – O estado do Rio de Janeiro é transformado por inovações emergentes que surgem de maneira descentralizada e espontânea em resposta aos desastres climáticos. As comunidades e os coletivos, trabalham com indicadores de felicidade e bem-estar, para dar o tom de uma grande regeneração da vida cultural, econômica, política e ambiental vivenciada pela sociedade fluminense. Nesse cenário, os novos modelos de sociedade ganham força e as comunidades fazem um novo mundo acontecer.
 

Resultado do concurso Transformando Ideias em Ações Sustentáveis

No dia 23, às 14h, serão anunciados os vencedores do concurso “Transformando Ideias em Ações Sustentáveis”, que premiará os três melhores projetos das categorias Robótica, Sustentabilidade e Ações de Integração em torno da comunidade escolar. Os prêmios são um notebook (1º colocado), um tablet (2º colocado) e um smartphone (3º colocado). Quinze finalistas estão na disputa pelos prêmios.
 

O concurso foi idealizado em parceria com a Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro e recebeu inscrições de 88 escolas públicas das 15 regionais da Seeduc e a participação de 246 alunos. Os projetos apresentados têm como foco principal o alinhamento com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), visando a transformação positiva e sustentável do ambiente escolar e da comunidade, estabelecendo um diálogo entre os Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio (PCNEM) e a realização em atividade pertinente ao desenvolvimento integral do aluno e da sociedade.
 

O ano de 2030 é um marco temporal adotado internacionalmente pelas Nações Unidas como referência para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Além disso, coincidirá com o final de um ciclo de gestão do governo do estado do Rio de Janeiro e do país, oferecendo um prazo que é factível para que algumas transformações efetivas possam ser implementadas.
 

O cantor, compositor e ecologista Lenine faz show com entrada gratuita no dia 23/11, às 19h. O artista pernambucano, que também é arranjador, ator, escritor e produtor musical, promete cantar os maiores sucesso de sua vitoriosa carreira – ganhou seis prêmios Grammy Latino, dois prêmios da APCA e foi nove vezes vencedor do Prêmio da Música Brasileira. Para assistir ao show basta se cadastrar gratuitamente no site.
 

Festival MNFST – Manifest Yourself

Dia 25/11, último dia da Glocal Experience 2023, a partir das 15h, será realizado o Festival MNFST – Manifest Yourself, que vai unir música, arte, tecnologia, natureza e sustentabilidade e terá participações de cantores como Criolo, que convida Tasha e Tracie, Baco Exu do Blues, Duda Beat, KVSH, Chimarruts, Leo Janeiro e algumas surpresas.
 

Essa é a única atração da Glocal Experience que não é gratuita. Os ingressos já estão à venda, custam a partir de R$ 90,00 e podem ser adquiridos no site Link.
 

Sobre a Glocal Experience

A Glocal Experience é uma plataforma de ideias e ações para o cumprimento da Agenda 2030, baseadas nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, cuja primeira edição aconteceu em julho de 2022, no Rio de Janeiro.
 

Em sua primeira edição, teve a presença de cerca de 40 mil pessoas, 170 palestrantes, mais de 250 horas de conteúdo, oficinas, workshops, shows e diversos outros tipos de ativações. Além da presença nos principais veículos de comunicação com ampla cobertura da mídia em geral. Com a presença de importantes lideranças indígenas, comunitárias, governamentais, empresariais e de movimentos sociais, nomes de projeção e influência nacional. Deu início ao processo de construção de cenários futuros para o estado do Rio de Janeiro.
 

Em 2023, além do Rio de Janeiro, a Glocal ampliou seu alcance desembarcando em um dos maiores símbolos mundiais da pauta socioambiental: a Amazônia. Um encontro inesquecível entre conteúdo, entretenimento, arte, cultura, líderes e população para retomar o protagonismo mundial da pauta socioambiental foi realizado em Manaus, entre os dias 25 e 28 de agosto.
 

O evento é um catalisador da união de diferentes setores e iniciativas na busca de soluções, reunindo pensadores, especialistas, representantes dos mais variados setores da sociedade para falar sobre o nosso futuro e nosso presente. Nossa premissa é o pensar global e agir local, incentivando pactos entre as diferentes camadas da sociedade para a implementação efetiva da Agenda.
 

GLOCAL Experience 

Quando: de 22 a 25 de novembro

Onde: Marina da Glória

Informações no site


ARTIGOS RELACIONADOS

Fenicafé 2023 começa nesta terça

Sete workshops fazem parte do conteúdo da mais esperada feira de irrigação em cafeicultura do país.

El Niño gera prejuízo na produção de uvas e vinho

Enoconexão, evento gratuito, traz palestrantes para debater efeitos das mudanças climáticas e preparação do produtor no cultivo

“Precisamos monetizar a nossa terra”, afirma economista

Luciana Martins, CEO da MPrado Cooperativas, fala sobre “Agronegócio 2030: Cenários e Tendência” na Fenicafé.

Nidera Sementes apresentou lançamentos de  milho 

Presente em um dos maiores eventos do agronegócio do Brasil, marca é especialista em híbridos de milho e variedades de soja com alta tecnologia  

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!