26.6 C
Uberlândia
quarta-feira, abril 17, 2024
- Publicidade -
InícioEventosIntensificação sustentável da agricultura e pecuária gera oportunidade aos produtores

Intensificação sustentável da agricultura e pecuária gera oportunidade aos produtores

Divulgação

Segundo estimativas da Associação Rede ILPF, a área ocupada com os sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) no Brasil corresponde a 17,4 milhões de hectares (safra 2020/21). O propósito da entidade, que existe desde 2012, é de ampliar essa área para 35 milhões de hectares até 2030, favorecendo, assim, o compromisso assumido na COP 26 e pelo Programa ABC+ do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Esse é o motivo principal para a realização do 5º Encontro sobre ILPF, que acontece no próximo dia 15 de outubro, em Bom Jesus/PI, no Gurguéia Palace Hotel, a partir das 8h. O evento está com inscrições abertas e é gratuito e recomendado para o público agro, como pecuaristas, agricultores, pesquisadores, engenheiros agrônomos e ambientais, zootecnistas, técnicos em agronegócio e demais profissionais.

Segundo Andrea Franco, coordenadora de marketing da Sementes Oeste Paulista – Soesp, empresa associada à Rede ILPF, o evento irá apresentar dados atualizados e informações importantes sobre gestão de propriedades que fazem ILPF. “O público também pode esperar dicas valiosas para produzir mais, através de planejamento e manejo corretos, sem necessidade de abertura de novas áreas, que é uma das propostas do sistema”, destaca.

ILPF no Piauí

Um dos temas que serão abordados no 5º Encontro é a ‘ILPF no Piauí: estado da arte, resultados e perspectivas’, conduzido pelo pesquisador Marcos Lopes Teixeira Neto, da Embrapa Meio-Norte. Segundo estudo publicado por Polidoro et al. (2020) e encomendado pela Rede ILPF, o estado tinha, até a safra 2020/21, o total de 112.661 hectares com o sistema ILPF, em uma área de 5,6 mi/ha sob uso agropecuário.

O Piauí se beneficia desse sistema, principalmente nas regiões de Cerrado, onde se concentram os polos de produção de grãos. O Estado tem cerca de um milhão de ha de área plantada, onde são produzidos quatro milhões de toneladas de grãos. A Integração Lavoura-Pecuária ou Agropastoril é a mais utilizada, que consiste em um plano de exploração que integra os componentes agrícola e pecuário em um mesmo ano agrícola ou por múltiplos anos. Rotação de culturas e forrageiras entram nessa dinâmica, cujo objetivo é produzir grãos na safra e safrinha, formar pasto para a atividade pecuária na entressafra e ter palhada para plantio direto.

A Embrapa Meio-Norte realiza o trabalho de pesquisa, validação e transferência de tecnologias em sistemas de ILPF nesta região do País. A instituição destaca, em material sobre a estratégia de produção para quatro safras ao ano só com chuvas, que a adoção do sistema de manejo nas próximas décadas trará muitos impactos à economia do Meio-Norte do Brasil. Isso porque, pode incrementar a produção de alimentos, reduzir a pressão por desmatamento, mitigar efeitos climáticos prejudiciais, devido especialmente a veranicos, e propiciar a geração de emprego e renda.

Além disso, o incremento dessa estratégia de produção em todos os estados em que a Rede ILPF atua, está de acordo com a ratificação do Acordo de Paris sobre Mudança do Clima pelo governo brasileiro, em 2016. Este, adicionou à meta do Plano ABC o incremento de mais 5 milhões de hectares com sistema ILPF, totalizando nove milhões de hectares até 2030. “Essa é a nossa preocupação, com os compromissos assumidos na COP 26 e pelo Programa ABC+ do Mapa, assim, o evento chega a sua 5ª edição e esperamos contribuir com mais conhecimento sobre essa prática sustentável e comprovada que está transformando o perfil de propriedades em todo o Brasil”, completa a profissional da Soesp.

Mais palestras

No cronograma do 5º Encontro sobre ILPF também haverá a palestra ‘Benefícios da presença de forrageiras em sistemas integrados: ciclagem de nutrientes, matéria orgânica do solo e impacto na soja’, com o também pesquisador da Embrapa Meio-Norte, Henrique Antunes de Souza. E para dar o testemunho sobre a adoção da ILPF, estará presente o produtor Zaire Adão Maggioni, proprietário da Fazenda São Marcos. ´

O evento ainda terá espaço para perguntas e respostas, com interação dos palestrantes com o público. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas em bit.ly/5encontroilpf  ou https://materiais.sementesoesp.com.br/5-encontro-sobre-ilpf.

ARTIGOS RELACIONADOS

Novidades no controle de formigas

As formigas-cortadeiras são pertencentes aos gêneros Atta, conhecidas como saúvas, e Acromyrmex, conhecidas como quenquéns. São indiscutivelmente as principais pragas florestais do Brasil, já que suas populações em plantios florestais dificilmente diminuem naturalmente.

Cuidados essenciais no cultivo do brócolis

Felipe Oliveira Magro Engenheiro agrônomo da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Turismo/ Prefeitura de Jundiaí felipe_magro@yahoo.com.br Antonio Ismael Inácio Cardoso Engenheiro agrônomo e professor adjunto da FCA/UNESP O mercado...

Sustentabilidade exige visão multifacetária do setor agro

Quinto episódio do projeto "Caminhos do Agro SP" abordou os desafios de um cultivo ambientalmente correto, socialmente justo e que seja rentável Conciliar a atividade agropecuária com a...

Nutrisafra foca em linha nutricional

  A Nutrisafra é focada no segmento HFF e, por ser a Hortitec a maior feira do setor, esta se torna uma boa oportunidade para...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!