20.6 C
Uberlândia
sábado, abril 20, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesJunho é o mês de reflexão sobre iniciativas sustentáveis

Junho é o mês de reflexão sobre iniciativas sustentáveis

Além da celebração do Dia Mundial do Meio Ambiente, neste dia 15 será a vez de homenagear a Agricultura Irrigada

A chegada do mês de junho, além de marcar a metade do ano, nos convida também a fazer uma profunda reflexão sobre a importância de iniciativas sustentáveis para agricultura. Para isso foram instituídas duas importantes datas. No último dia 5 de junho, foi celebrado o Dia Mundial do Meio Ambiente, comemoração está estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU), e tem como objetivo principal chamar a atenção de todas as esferas da população para os problemas ambientais e para a importância da preservação dos recursos naturais.

Já hoje, 15 de junho, se comemora o Dia da Agricultura Irrigada. A data foi proposta em 2021, pela PL2975/2021, escolhida estrategicamente por estar no início do período seco na maioria das regiões brasileiras, quando a produção de alimentos é totalmente dependente da irrigação. No Brasil os três sistemas mais utilizados são os sistemas por inundação, comum, por exemplo, a produção de arroz, por gotejamento voltado principalmente para horticultura e por aspersão, com a utilização de pivôs para cultura de grande escala, como, por exemplo, a produção de grãos e fibras.

Nos últimos anos, a agricultura irrigada tem avançado de forma sólida no país. Consoante o relatório da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), a técnica pode crescer 45% até 2030 no Brasil, frente a uma demanda alta de produção de alimentos. Para a Organização das Nações Unidas (ONU), será necessário aumentar em 70% a produção de alimentos até 2050.

Atualmente o Brasil tem potencial para irrigar 55 milhões de hectares, porém possui 8,2 milhões de hectares irrigados. O número representa menos de 20% da área cultivada no país, mas significa mais de 40% do volume total de alimentos produzidos. Isso mostra como a técnica é capaz de otimizar a produção. Alimentos típicos da dieta nacional – arroz, feijão, legumes, frutas e verduras – são produzidos em grande medida por meio da irrigação. No caso do arroz e da horticultura, mais de 90% da produção utiliza o método.

Ganhos diretos

A agricultura irrigada proporciona uma produtividade de duas até três vezes maior do que áreas de sequeiro (não irrigadas). Além disso, a técnica oferece outras vantagens como: melhoria na qualidade dos produtos, redução de custos unitários, atenuação dos impactos da variabilidade climática, otimização de insumos e equipamentos, aumento na oferta e na regularidade de alimentos, assim como a modernização dos sistemas de produção.

A Lindsay América Latina, empresa representada pelas marcas Zimmatic™ e FieldNET™, que atua na fabricação e distribuição de pivôs centrais, laterais e soluções tecnológicas há mais de cinco décadas, assumiu o desafio global em desenvolver novas tecnologias para os sistemas de irrigação. Como por exemplo, o já consagrado FieldNET™, que há anos ajuda produtores no seu dia a dia, monitorando e preservando recursos, reduzindo riscos e maximizando a produtividade. “Ferramentas como essas, contribuem para o consumo sustentável da água, minimiza os riscos de investimento na agricultura, garantindo alta produção mesmo em climas adversos. Temos reduções de consumo de água e energia na casa de 20-30%”, destacou Rodrigo Bernardi, engenheiro agrônomo e especialista em produtos na empresa.

Ele reforça que o controle da aplicação de água através de tecnologias que ajudam a monitorar a real necessidade da planta, faz com que o produtor tenha um melhor manejo de sua lavoura, com o controle da época de plantio, redução por perdas de adubos e defensivos químicos. Ou seja, ele pode tomar decisões antecipadas de forma a reduzir prejuízos.

A maior economia de água consiste em acertar o momento correto que a planta precisa e na quantidade exata, no local correto, sempre aproveitando o recurso que já está disponível no solo. Uma das ferramentas eficientes hoje nesse sentido é o FieldNET Advisor. Com gerenciamento remoto integrado e manejo da irrigação, a solução foi desenvolvida pela Lindsay e é totalmente integrada a plataforma FieldNET.

A ferramenta fornece informações precisas e objetivas de irrigação ao produtor e ainda mostra se os pivôs estão operando como o programado, auxiliando-o nas tomadas de decisões. “Com o FieldNET Advisor a ideia é aplicar realmente o necessário, permitindo que as plantas expressem o máximo do seu potencial produtivo. Mas, isso tudo, com foco em reduzir os custos com energia e o uso da água, sem que a planta entre em estresse hídrico, uma solução altamente eficiente e sustentável”, finaliza Bernardi.

ARTIGOS RELACIONADOS

Inoculante é promotor de crescimento da soja

Inoculante é uma tecnologia agrícola que, além de promover a fixação biológica de nitrogênio, também atua como promotor de crescimento nas plantas.

Bayer reúne especialistas em café para discutir desenvolvimento da cultura no país

Edição do Impulso Bayer Talks tem como objetivo abordar temáticas de inovação, sustentabilidade e negócios na cafeicultura.

O impacto da Inteligência Artificial para os agricultores

Aprenda com líderes da indústria sobre o uso da inteligência artificial na agricultura e os avanços tecnológicos que estão revolucionando os serviços agrícolas.

Dia Mundial do Solo

O dia 5 de dezembro tem por objetivo sensibilizar a sociedade para promover a consciência de que os solos são fundamentais para a sustentabilidade da vida na Terra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!