17.7 C
Uberlândia
sexta-feira, julho 12, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosHortifrútiKoppert comemora 50 anos

Koppert comemora 50 anos

Crédito Koppert
Crédito Koppert

No dia 12 de janeiro, os diretores globais Henri Oosthoek e Paul Koppert anunciaram o aniversário da empresa durante uma comemoração com os funcionários na sede em Berkelen Rodenrijs, Holanda. A comemoração foi transmitida ao vivo para todas as subsidiárias ao redor do mundo.

O aniversário será comemorado ao longo do ano com várias atividades, entre elas, um dia de visitação Àsede e um Simpósio que será realizado em setembro.

Ao longo dos últimos 50 anos, a Koppert cresceu e se tornou a líder mundial em proteção biológica de culturas protegidas. Desde que o seu fundador Jan Koppert começou a usar o ácaro predador Phytoseiuluspersimilis, em 1967, a empresa cresceu e se tornou uma multinacional com um faturamento anual de 190 milhões de euros.

Hoje, conta com 1.200 funcionários distribuídos em 26 países, incluindo mercados como China, Brasil, Estados Unidos e Rússia. A empresa também exporta para mais de 90 países.

Soluções

As soluções naturais da Koppert para pragas e doenças são usadas em todo o mundo. Recentemente, a empresa começou a produzir organismos microbiológicos como fungos e bactérias para cultivo em campo aberto.

Estes organismos aumentam a resiliência das culturas e enriquecem a biodiversidade e os nutrientes do solo. A empresa visualiza isso como um enorme crescimento de mercado.

“Os fertilizantes artificiais e a proteção química das culturas têm desempenhado um papel dominante nos últimos anos, o que teve um impacto negativo na vida do solo. Isso precisa mudar, e fungos e bactérias realmente podem ajudar”, diz Paul Koppert.

“Os microrganismos foram subestimados há muito tempo. Eles oferecem proteção contra doenças e pragas, mas também melhoram a saúde e os níveis de nutrientes do solo, permitindo que os produtores reduzam drasticamente o uso de fertilizantes artificiais. Este é um fator importante na agricultura e na horticultura do amanhã”.

A empresa diz que o uso de proteção química pode ser reduzido consideravelmente no cultivo em campo aberto. “Existe uma crescente demanda em todo o mundo por alimentos de qualidade e seguros”, diz o membro do Conselho Executivo, Henri Oosthoek. “Precisamos avançar para a agricultura e a horticultura que não trabalham contra a natureza, mas em harmonia com ela. Resultando em mais, melhores e mais seguros alimentos com menos pressão sobre o meio ambiente. Essa é a nossa contribuição diária”.

Essa matéria você encontra na edição de fevereiro 2017  da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira já a sua.

ARTIGOS RELACIONADOS

Fungicida APPROVE é o lançamento da IHARA durante a 18ª Expodireto

Com amplo espectro de ação, o APPROVE oferece proteção para até dez culturas; CERTEZA é destaque para o tratamento de sementes   A IHARA, empresa de...

Inimigo natural ataca broca da cana e Helicoverpa armigera

  Harley Nonato de Oliveira Chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Agropecuária Oeste Juliana Simonato Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Entomologia e Conservação da Biodiversidade, da...

Produtor pode usar inseticida inibidor da respiração celular

Ferramenta da multinacional Ascenza, Diador, pode ser utilizada para o combate a essas pragas na batata, algodão, berinjela, café, feijão, pepino, plantas ornamentais, rosa, soja e tomate.

Melhoramento genético de cenouras traz mais produtividade e atende às exigências do consumidor

  No Brasil o cultivo da cenoura está dividido em verão e inverno, sendo o cultivo no verão de maior complexidade, uma vez que existem...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!