27.6 C
Uberlândia
sexta-feira, julho 19, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesKoppert lança comercialmente primeiro nematoide para controle biológico do mercado brasileiro

Koppert lança comercialmente primeiro nematoide para controle biológico do mercado brasileiro

Divulgação

A Koppert está lançando no mercado brasileiro o Terranem, bioinseticida formulado com nematoides entomopatogênicos (Steinernema carpocapsae) e indicado para o controle do bicudo da cana-de-açúcar (Sphenophorus levis). Trata-se de uma inovação na agricultura brasileira, que sempre teve os nematoides como pragas de solo. “Estamos chamando o Terranem de nematoide do bem, pois tem a função de controlar uma importante praga dos canaviais, de uma forma sustentável e eficiente, e sem o risco de prejudicar as plantações”, explica Marcelino Borges de Brito, coordenador de desenvolvimento agronômico da Koppert Brasil. 

O Terranem possui em sua formulação altíssima tecnologia envolvida, pois proporciona condições ideais para que os nematoides ajam, além de ótima aplicabilidade agronômica no campo. “Estudos mostram excelentes resultados na aplicação do produto, reduzindo drasticamente a população da praga e consequentemente a porcentagem de toletes atacados, tornando-o uma ótima estratégia para manejo desse inseto que vem causando danos severos na cana-de-açúcar.”

De acordo com a UDOP (União Nacional de Bioenergia), atualmente o bicudo da cana é a espécie que causa mais danos ao potencial produtivo do canavial, pois se estima que cada 1% de toco atacado pela praga haja uma queda na  produção de cana em cerca de 1,6 tonelada por hectare. As larvas do inseto se alimentam da parte basal dos colmos, abrindo galerias circulares e longitudinais, danificando todo o interior, onde permanecem até atingir a fase adulta. Além disso, os seguidos ataques nas áreas de soqueiras e a consequente redução do stand da cultura ocasionam perdas cumulativas nos cortes, obrigando a reformas precoces do canavial, que muitas vezes não passam do segundo corte .

O controle da praga costuma ser difícil e exige diferentes estratégias por parte do produtor. O Terranem, além da efetividade no manejo do bicudo da cana, também tem um poder residual considerável. Isso porque os nematoides penetram por aberturas naturais dos insetos pragas e liberam bactérias que transformam o tecido do hospedeiro em fonte alimentar. Assim, os nematoides se alimentam, se desenvolvem e se reproduzem dentro do inseto, provocando sua morte em algumas horas. Quando degradados, os insetos se transformam em uma substância que fica em contato com a planta e provoca a morte de outras pragas quando estas se alimentam.

ARTIGOS RELACIONADOS

Bacterioses tiram sono de produtores de alface de verão?

Autores José Marcelo Soman Biólogo e doutor em Agronomia/Proteção de Plantas – FCA/UNESP marcelo.soman@unesp.br Tadeu Antônio Fernandes da Silva Júnior Engenheiro agrônomo e...

Pesquisa identifica nematoide nocivo ao cultivo de tomate industrial em Goiás

Nematoide-das-lesões-radiculares (Pratylenchus brachyurus) atinge mais de 540 hectares de tomates em Goiás.

Alerta para os nematoides em soja

Autores Amélio Dall’Agnol amelio.dallagnol@embrapa.br Waldir Pereira Dias Pesquisadores da Embrapa Até um passado recente, os nematoides não representavam grande preocupação fitossanitária para a...

Com maior demanda por produtos sustentáveis, Koppert deve crescer 40% em 2020

A busca por sustentabilidade e rastreabilidade no agronegócio, que já se mostra urgente no Brasil e nos mercados internacionais compradores de produtos agropecuários nacionais, colocaram os produtos biológicos no dia a dia do produtor rural.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!