18.1 C
São Paulo
segunda-feira, agosto 8, 2022
-Publicidade-
Inicio Destaques Matéria orgânica é alternativa à falta de insumos

Matéria orgânica é alternativa à falta de insumos

Renata Elisa Viol Engenheira agrônoma, mestra e doutora em Fitotecnia – Universidade Federal de Lavras (UFLA)renataviol@live.com

Matéria orgânica – Crédito: Maria Lígia de Souza

Com a falta de insumos e/ou o elevado preço no mercado agrícola, os agricultores estão apostando em produtos alternativos que possam fornecer nutrientes de maneira orgânica. Para isso, a fertilidade do solo deve ser tratada num contexto mais amplo, sendo consequência da ação dos ciclos naturais que se integram aos processos e transformações dos constituintes orgânicos e inorgânicos do solo.

A matéria orgânica do solo (MOS) tem um papel importante, já que compreende grupos de componentes com funções múltiplas na expressão dos processos químicos, físicos e biológicos do solo.

Uma característica importante da matéria orgânica é a manutenção de uma biomassa ativa, que é composta por comunidades diferentes de organismos, os quais atuam diretamente em numerosas transformações entre os constituintes orgânicos e inorgânicos do solo.

Portanto, o papel funcional dos diferentes compartimentos da MOS está relacionado aos processos do solo relativos à ciclagem (mineralização/imobilização) e disponibilidade (CTC) de nutrientes, agregação de partículas (proteção física da MOS) e complexação com metais (proteção química da MOS e controle da acidez – Al).

Portanto, técnicas que favoreçam o aporte de matéria orgânica – e sua manutenção – são estratégias que auxiliam o processo de viabilização de unidades orgânicas. Por exemplo, a utilização de fertilizante orgânico, com o emprego de técnicas como a compostagem, o uso de biofertilizantes líquidos e a adubação verde.

Alternativas

São opções para a fertilização orgânica, adubos e condicionadores de solos obtidos na própria unidade de produção, como compostos orgânicos, vermicomposto, restos orgânicos e estercos (sólidos ou líquidos).

Os resíduos utilizados como fontes de nutrientes são basicamente os de origem animal (estercos) e os compostos orgânicos. A composição dos estercos varia com a espécie e a idade do animal, tipo de cama utilizada, cuidados em sua manipulação antes da aplicação e alimento consumido.

Compostagem

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.

Inicio Destaques Matéria orgânica é alternativa à falta de insumos