20.6 C
Uberlândia
sábado, abril 20, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesMelhoramento genético permite cultivo de brócolis

Melhoramento genético permite cultivo de brócolis

A variedade híbrida Master, da TSV Sementes, alia precocidade e resistência a doenças para entregar resultados aos produtores em áreas de temperatura elevada

Barreiras climáticas e sanitárias representavam no passado os principais obstáculos para o desenvolvimento de uma determinada cultura. Porém, com o avanço da pesquisa e desenvolvimento de novas sementes e o trabalho de melhoramento genético, foi possível superar essas adversidades. É o caso do plantio de brócolis no Brasil. Com as sementes adequadas, ele ganhou versatilidade na época de plantio e na resistência a doenças.

Brócolis Master
Créditos: Agristar do Brasil

O avanço na tolerância ao frio e ao calor, bem como às doenças que acometem a cultura, faz com que o cultivo de brócolis tenha mais opções de regiões e períodos de plantio para ocorrer, consequentemente elevando a oferta dessa hortaliça ao longo do ano. Isso coloca o Brasil numa posição de destaque na América do Sul, produzindo aproximadamente a 50% da quantidade total de brócolis do continente, segundo a Associação Brasileira do Comércio de Sementes e Mudas (ABCSEM).

Nesse sentido, a escolha da cultivar adequada é primordial para o êxito da produção. Aquela que passa por processo de melhoramento genético sai na frente da disputa, por colaborar para o aumento da flexibilidade no cultivo desta cultura em termos de localidade e período do ano, redução de riscos e por proporcionar maior produtividade no campo e melhorias quanto à qualidade comercial do produto.

Atingir essa versatilidade é possível graças ao desenvolvimento de cultivares mais precoces e tolerantes a temperaturas mais baixas e mais altas, como é o caso dos híbridos. Isso é positivo para o produtor, que, assim, consegue escalonar melhor sua da produção e ser remunerado com melhores preços em determinadas épocas do ano.

Exemplo de sucesso no Rio de Janeiro

A agricultura é uma prática que passou de geração em geração na família do produtor Clébio Ferreira, cuja propriedade está situada na região de Sumidouro (RJ), uma praça não tradicional no plantio de brócolis, principalmente por conta do clima mais quente da região Sudeste.

No entanto, quando passou a utilizar a cultivar híbrida Master, da TSV Sementes, linha da Agristar do Brasil, comprovou que era possível plantar nesse tipo de condição climática. Hoje, cerca de 10 anos depois de começar a utilizar essa variedade em sua lavoura, ele reflete sobre os ganhos que ela trouxe ao seu negócio.

“No início a produção de brócolis era muito comprometida aqui na região, por não termos um clima ameno o suficiente para essa cultura. Um amigo me apresentou o Master e, já sem esperança de obter bons resultados com essa hortaliça, testei na propriedade. O resultado foi surpreendente, pois eles se desenvolveram de forma adequada e foram os melhores produtos que colhi”, detalha.

A precocidade dessa cultivar da TSV Sementes é a característica que mais chama atenção de Ferreira nesse período produzindo brócolis Master. “Isso, em conjunto com a tecnologia da semente, contribui para a adaptação dessa variedade na minha região, tornando o manejo mais simples e, consequentemente, uma economia com insumos e fertilizantes, por exemplo, ao longo do tempo”, reforça o produtor.

Brócolis Master
Créditos: Agristar do Brasil

Segundo o especialista em Brássicas e Folhosas da Agristar, Silvio Nakagawa, o brócolis híbrido Master pode ser cultivado tanto no inverno quanto no verão, e possui outros atributos que a tornam uma boa opção também em áreas que apresentam doenças típicas dessa cultura.

“Ele apresenta uma cerosidade muito elevada nas folhas, funcionando como uma camada protetora. Isso confere uma tolerância muito maior à Alternaria e a Xanthomonas, doenças que acometem essa cultura, principalmente na época das chuvas ou quando há muita umidade no ar”, pontua o profissional.

Por ter uma planta mais aberta e uma cabeça arredondada, o escoamento da água em períodos chuvosos é facilitado, evitando o acúmulo de gotas de água em sua superfície. “Como o plantio de brócolis é mais indicadado para climas mais frios, o trabalho de melhoramento genético é essencial para produzir uma variedade que se adapte às condições tropicais encontradas no Brasil, como calor e chuvas, e o Master atende muito bem essa proposta”, finaliza Nakagawa.

ARTIGOS RELACIONADOS

Cultivo do baru: rentabilidade como atrativo

Saiba mais sobre a produtividade, o lucro e os desafios sobre o cultivo do baru

Aplicação de regulador de crescimento na Cotocultura

O cultivo do algodão vem crescendo de forma substancial no Brasil, devido ao ...

Benefícios da calagem e gessagem na couve-flor

A couve-flor (Brassica oleracea var. botrytis) é uma planta exigente em fertilidade do solo e requer cuidados quanto ao manejo da fertilidade do solo.

Tecnologia reduz impactos da fitotoxidade no cultivo da soja

Estudos da empresa Satis apontam evolução em resultados finais, com médias subindo de 49 para mais de 60 sacas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!