20.6 C
Uberlândia
terça-feira, julho 23, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesMini hortaliças: super sabor e visual que conquistam

Mini hortaliças: super sabor e visual que conquistam

Divulgação

Atrativas, divertidas e especiais. Estas são algumas características que mantém as mini hortaliças em posição de destaque nas tendências de mercado. Seja no mercado de gastronomia, pelo apelo de sabor e apresentação, ou na educação ambiental em escolas, pela alta aceitação entre as crianças e jovens, por exemplo. O fato é que ainda surgem questionamentos sobre como cultivar e quais as melhores práticas de manejo para colheita de mini hortaliças.

Você sabe exatamente o que define uma mini hortaliça? Basicamente existem dois tipos:

  • Colheita jovem (ciclos reduzidos, como rúcula com 20 dias, cenouras com 60 dias, hortaliças com 7 a 10 dias, no ponto de microverdes, por exemplo)
  • Produtos pequenos mesmo quando adultos (mini abóboras, mini tomates, entre outros)

Convidamos a Engenheira Agrônoma Amanda Inoue para conversar sobre esse tema e tirar as principais dúvidas que observamos.. Acompanhe:

Quais as vantagens de cultivo das hortaliças mini?

As vantagens no cultivo de hortaliças mini estão no ciclo reduzido, proporcionando redução de custos durante a condução das plantas, e até mesmo a possibilidade de mais safras durante o ano em um mesmo local, como por exemplo, em colheitas de baby leafs. A mini hortaliça tem uma apresentação interessante ao consumidor final, pois com porções menores, evitam-se desperdícios e tem um melhor aproveitamento dos alimentos. Para o produtor, possibilita agregar valor ao produto, permitindo uma margem de lucro maior e menores oscilações de preços, comparado ao mercado tradicional.

Sobre os aspectos mercadológicos, como o horticultor pode atuar?

As mini hortaliças, sejam elas devido uma colheita jovem ou pela própria característica genética do material, tem um apelo diferenciado ao consumidor final, podendo o horticultor atuar neste nicho através de venda direta ao consumidor, restaurantes e redes de supermercados. Os produtos, devido tamanhos reduzidos, tem maior facilidade de apresentação em segmentos embalados e higienizados, que os tornam mais atrativos e possibilitam agregar maior valor. 

É fundamental entender em qual mercado pretende atuar, de modo a conhecer o público alvo, para assim trabalhar com as principais variedades de maior interesse inicialmente. 

A diversificação é um passo seguinte muito interessante quando se trata de mini hortaliças, portanto, buscar diferentes variedades para oferecer aos clientes, torna-se uma forma de prospecção e fidelização deles.

“Para quem está começando, pode procurar trabalhar com hortaliças que exigem menores manutenções, de ciclo reduzido como as folhosas, rabanetes, mini cenouras, mini abóboras”, ressalta Amanda.

Lembre de sempre seguir as recomendações de plantio indicadas pelo fornecedor, com atenção a melhor época e cultivares para sua região.

Quais as suas sugestões de mix para embalamento ou venda em composições com mais de um mini?

Trabalhar com mesmas espécies, porém de cores diferentes, sempre é uma boa opção para compor um mix em embalagens, como por exemplo, tomates amarelos e vermelhos, mini pimentões coloridos (mix com vermelho, amarelo e laranja), mini alfaces de diferentes segmentos e cores, ou mesmo elas em composição com rúculas e outras folhosas. 

Uma opção que fica interessante também é o uso de abóboras, como Mini Jack, Ouro Rosa e Pérola Negra, por exemplo. Em maços existe a opção de utilizar rabanetes e nabos, beterrabas em colheita jovem como Merlot, Pinot e Riesling seriam também bem diferentes e atrativas ao consumidor. 

ARTIGOS RELACIONADOS

Mancha púrpura – Doença comum e importante no cultivo da cebola

Valdir Lourenço Jr. Ailton Reis Engenheirosagrônomos, doutores em Fitopatologia epesquisadores da Embrapa Hortaliças Gilmar Paulo Henz Engenheiro agrônomo, doutor em Fitopatologia epesquisador da Embrapa Sede   A mancha púrpura,...

Atlantica Coffee: parceira do produtor 

Empresa do Grupo Montesanto Tavares comemora os resultados da equipe de Boas Práticas que atua nas Matas de Minas. A expectativa é dobrar o...

Sistema Plantio Direto em hortaliças

O Sistema de Plantio Direto (SPD) consiste no revolvimento mínimo do solo, manutenção de palhada como cobertura e promoção da diversificação de espécies, onde tais ações objetivam a conservação do solo.

Cebola híbrida garante oferta o ano todo

Maria Beatriz Pereira da Silva Graduanda em Agronomia pela UFLA e membro do Núcleo de Estudos em Genética e Melhoramento de Plantas (GEN) mariabeatriz12@gmail.com Nathalia Campos...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!