25.6 C
Uberlândia
quarta-feira, junho 19, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosFlorestasMiniequipamentos ganham novos usos com implementos

Miniequipamentos ganham novos usos com implementos

Juliana Pinheiro Dadalto

Larissa Nunes dos Santos

Doutorandas em Engenharia Agrícola na Universidade Federal de Viçosa (UFV)

Haroldo Carlos Fernandes

Professor do Departamento de Engenharia Agrícola da UFV

haroldo@ufv.br

CréditoShutterstock
CréditoShutterstock

As operações agrícolas e florestais, em sua maioria, são mecanizadas ou semimecanizadas. A colheita florestal, por exemplo, quando realizada de forma mecanizada é normalmente feita por máquinas importadas ou adaptadas. O tamanho dessas máquinas pode ser um problema quando se tem áreas de difícil acesso. Buscando resolver esse problema, as empresas investiram em projetos de máquinas mais compactas.

 Esta transformação teve início com os tratores agrícolas de pneus. Antes a tendência do mercado era por uma demanda de tratores de alta potência, chegando até mesmo à tração 4×4.

Com o passar do tempo e com o aparecimento de novas fontes de financiamento destinadas a agricultores de pequeno e médio porte, esta demanda começou a migrar para tratores menores, ou até mesmo microtratores, sendo que estes passaram a apresentar uma grande vantagem, que é a incorporação da tração dianteira auxiliar (4×2).

Portfóliosbrasileiro e estrangeiros

No Brasil, tem-se a utilização de mini escavadeiras para realização de diversas operações agrícolas e florestais. Esse maquinário, por ter dimensões reduzidas, pode ser utilizado em áreas adensadas e pode ser facilmente deslocado para diferentes áreas. Eles ainda possuem custo de aquisição menor em comparação às maquinas usualmente utilizadas.

No exterior, têm-se, na área florestal, equipamentos voltados para áreas menores, como o mini forwarder, da Alstor, fabricado na Suécia. Esse equipamento possui três versões com capacidade de carga que varia de duas a 2,5 ton. A mesma empresa desenvolveu uma mesa processadora (processador Hypro 300) que, acoplada ao mini forwarder, se transforma num harvester (harvesterAlstor 300).

Já existe, na Suécia, uma colhedora de madeira controlada remotamente, o Ebeaver. O projeto é compacto, pesa aproximadamente 1.300 kg e possui tração nas oito rodas. Além da colheita de madeira, ele pode com, alguns implementos, abrir valas e até colocar estacas.

Novas formas de uso

Os usos dos novos implementos são diversos. Por exemplo, na área de limpeza urbana pode-se utilizar esse maquinário na varrição das ruas e na manutenção de jardins. Na área agrícola, pode-se utilizar no preparo do solo, na abertura de valas para irrigação e até na perfuração de poços.

Esses equipamentos ainda podem ser utilizados na destoca ou rebaixamento de tocos, para a renovação de áreas florestais e até em operações da colheita.Já na área eminentemente agrícola, hoje os micro tratores ou os tratores de baixa potência executam todas as atividades necessárias para a condução de uma cultura, preparo do solo, plantio, aplicação de defensivos agrícolas e cultivo mecanizado.

O mercado está repleto de marcas que possuem os mais variados implementos. A Bobcat, por exemplo, possui implementos que podem ser usados desde a limpeza urbana, como as vassouras recolhedoras, até semeadoras de produtos agrícolas.

Existem cabeçotes que podem ser utilizados em tratores agrícolas ou máquinas de pequeno porte (oito toneladas). Um exemplo é o cabeçote harvester, da Nisula, modelo 325C. Esse implemento é equipado com uma faca fixa e três facas em movimento, permitindo um corte rápido e eficaz.

Existem vários fabricantes do skidder para pequenos tratores, que podem ser acoplados ao sistema hidráulico. Esse tipo de equipamento é bem visto pelos produtores, pois não se trata de uma máquina exclusivamente florestal, e pode ter diferentes usos.

A J de Souza Equipamentos Florestais trabalha com mini skidders modelo MSJ 140 para tratores de 20 a 50 cv.

Vantagens dos miniequipamentos

Os mini equipamentos, ou equipamentos compactos, possuem a vantagem de ter acesso a áreas restritas ou de difícil acesso em relação ao espaço. Eles ainda têm a vantagem de serem máquinas de menor valor de aquisição e manutenção, sendo apropriados para produtores de pequenas áreas.

A possibilidade de utilizar diferentes implementos garante que apenas uma máquina possa desempenhar várias funções. No caso do mini skidder, pode-se fazer a extração da madeira e utilizar o trator agrícola para o preparo do solo.

Outra vantagem é a locomoção. Como são máquinas de dimensões reduzidas, elas podem ser facilmente transportadas de uma área para outra utilizando um reboque ou caminhão com plataforma.

Essa matéria completa você encontra na edição de maio/junho 2017  da revista Campo & Negócios Floresta. Adquira já a sua para leitura integral.

ARTIGOS RELACIONADOS

Boro – nova tecnologia proporciona ganhos ao canavial

A suplementação do boro é essencial para um bom resultado na hora de colheita da cana-de-açúcar. Uma nova tecnologia no manejo de boro corrige a deficiência deste micronutriente, evitando a paralisação do crescimento dos meristemas apicais, além de proporcionar a formação correta da parede celular e colaborar ativamente para a síntese e translocamento de carboidratos via floema.

Morgan lança híbrido e apresenta POWERCOREâ„¢ na Agrotins

Marca apresenta portfólio de milho e sorgo e tecnologia que reúne o controle das principais lagartas que atacam a cultura do milho à tolerância...

Aplicação aérea depende do clima para maior efetividade

Chuva, vento ou calor em excesso podem diminuir efetividade das pulverizações; monitoramento garante economia de recursos e eficiência no plano de voo O clima continua sendo...

Relação entre nutrição e fertilidade do solo

José Luis da Silva Nunes Engenheiro agrônomo e doutor em Fitotecnia - Grupo Técnico do Badesul Desenvolvimento, Agência de Fomento do Estado do Rio Grande...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!