20.6 C
Uberlândia
terça-feira, julho 23, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosHortifrútiNematoides: diagnose começa no campo

Nematoides: diagnose começa no campo

Thiago Feliph Silva Fernandes
thiago.feliph@unesp.br
Engenheiro agrônomo e mestre em Produção Vegetal – Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Lucas Guilherme Araujo Soares
Vinicius Lima Cardoso
Graduandos em Engenharia Agronômica – Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA)

Crédito: Mário Inomoto

Os nematoides presentes nos solos brasileiros afetam diversas culturas, com prejuízos aproximados de R$ 35 bilhões por ano, de acordo com a Sociedade Brasileira de Nematologia (SBN).

Se não forem tomadas medidas de controle, pode haver grande proliferação desses patógenos, o que é um problema critico na produção agrícola, tendo em vista que, ao se alimentarem do sistema radicular das plantas, a absorção de água e nutrientes fica comprometida.

Danos

Os nematoides causam inúmeros prejuízos para a horticultura, no início destruindo as radicelas das plantas e, posteriormente, em um caso mais grave e sem a tomada de medidas de controle, parasitando todo o sistema radicular das plantas cultivadas.

Isso implica em uma reação em cadeia, tendo menor absorção ou quase nenhuma de água e nutrientes, comprometendo o desenvolvimento vegetativo e, dessa forma, a fotossíntese.

Plantas atacadas

Segundo a Embrapa, o nematoide-das-galhas, Meloidogyne incognita, é uma das espécies mais comumente relatadas causando danos em HF. Possui ampla gama de hospedeiros, que incluem principalmente hortaliças da família das solanáceas, como pimentão, jiló, berinjela e tomate, além da cenoura e batata.

Principais espécies de nematoides

NematoideCulturas atacadas
Meloidogyne spp.Hortaliças tuberosas em geral: batata inglesa, batata yacon, cenoura, beterraba, inhame e gengibre.
  
Pratylenchus spp.Tubérculos em geral.
DitylenchusdipsaciAlho e cebola.
ScutellonemabradysInhame.

Diagnose e controle

A diagnose visual, em um primeiro momento, é difícil, sendo muitas vezes confundida com outros problemas, alguns de origem abiótica, como deficiência de nitrogênio ou déficit hídrico.

No entanto, algumas características, quando a lavoura é observada com cuidado, mostram o aparecimento de reboleiras, círculos bem delimitados em uma área de ocorrência do ataque dos nematoides.

A observação do sistema radicular é a melhor forma de diagnose, podendo ser observadas principalmente galhas e nódulos nas raízes, sendo um sinal bem claro do ataque.

Uma das formas mais eficientes de controle é a prevenção, adotando medidas como a rotação de culturas. Dessa forma, uma espécie em especifico hospedeira de determinada cultura não conseguirá atingir níveis populacionais suficientes para causar danos à cultura. 

Outras formas de controle se dão quando os organismos estão em altos níveis no solo, sendo usados microrganismos ou até plantas hospedeiras alopáticas, como a crotalária.

LEIA TAMBÉM:

ARTIGOS RELACIONADOS

Verticillium no tomate: como reconhecer e realizar o manejo?

Os primeiros sintomas em condições de campo geralmente são observados no início de frutificação da cultura.

Quando dar início às aplicações de fungicidas?

O uso de fungicidas é indicado com auxílio de um profissional qualificado em função do grau de infestação na lavoura. Nisto, o uso de fungicidas é indicado com auxílio de um profissional qualificado em função do grau de infestação na lavoura.

Tratamento de sementes no manejo de nematoides

O tratamento de sementes é uma estratégia eficaz para o manejo de nematoides, protegendo as plantas desde o início e garantindo um cultivo saudável.

Vírus: Como deixar a produção livre deles?

AutoresMarcelo Eiras eiras@biologico.sp.gov.br Alexandre Levi Rodrigues Chaves chaves@biologico.sp.gov.br Pesquisadores científicos - Laboratório de Fitovirologia e Fisiopatologia, Centro de Pesquisa de Sanidade Vegetal,...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!