21.6 C
Uberlândia
terça-feira, abril 16, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosNitrogênio via fertirrigação sinônimo de produtividade para o cafeeiro

Nitrogênio via fertirrigação sinônimo de produtividade para o cafeeiro

A fertirrigação com nitrogênio é sinônimo de produtividade e sucesso para o cafeeiro.

Fabio Olivieri de Nobile
Doutor e professor em Fertilidade do Solo – Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos (UNIFEB)
fabio.nobile@unifeb.edu.br

Letícia Ane Sizuki Nociti Dezem
Doutora e professora em Produção Vegetal – Faculdade São Luís de Jaboticabal
agronomia@saoluis.br

A adubação com nitrogênio via fertirrigação pode ser uma prática eficiente para aumentar a produtividade do cafeeiro. O nitrogênio é essencial para o crescimento e desenvolvimento das plantas, sendo que sua disponibilidade pode afetar diretamente a produção de café.

Pesquisa

Um estudo realizado por Coutinho et al. (2019) avaliou os efeitos da aplicação de nitrogênio via fertirrigação na produção de café arábica em diferentes estádios de desenvolvimento.

A aplicação de nitrogênio via fertirrigação aumentou a produtividade do cafeeiro em até 54% em relação ao tratamento sem nitrogênio e a aplicação de nitrogênio durante a fase de frutificação foi mais eficiente do que na fase vegetativa.

Outro estudo realizado por Moraes et al. (2020) avaliou os efeitos da aplicação de nitrogênio via fertirrigação em diferentes doses na produtividade do cafeeiro. Os resultados mostraram que a aplicação de nitrogênio via fertirrigação aumentou a produtividade do cafeeiro em até 31% em relação ao tratamento sem nitrogênio. Além disso, a dose de nitrogênio mais eficiente foi de 100 kg ha-1.

Fertirrigação

A aplicação de fertilizantes nitrogenados via fertirrigação em lavouras de cafeeiro (Figura 1) irrigadas é mais fácil e eficiente, principalmente porque o sistema de irrigação já está instalado e pode ser facilmente adaptado para a aplicação.

Figura 1
Crédito: Netafim

Além disso, permite a aplicação precisa e controlada de nutrientes diretamente nas raízes das plantas, aumentando a eficiência de absorção e reduzindo as perdas por lixiviação e volatilização.

Ainda, a fertirrigação permite uma redução no uso de fertilizantes em comparação com a aplicação convencional, reduzindo os custos e o impacto ambiental.

Estudo realizado por Gonçalves et al. (2017) mostrou que a fertirrigação permitiu uma redução de 30% na dose de fertilizante nitrogenado em comparação com a aplicação convencional.

De olho na fonte

A pureza da fonte de nitrogênio é um fator importante a ser considerado na aplicação via fertirrigação, pois afeta diretamente a eficiência de absorção do nitrogênio pelas plantas.

Fontes de nitrogênio impuras, proveniente de efluentes animais, podem conter impurezas que prejudicam a absorção de nutrientes pelas plantas e aumentam a possibilidade de contaminação ambiental.

Novais et al. (2016) verificaram que o uso de efluentes de suinocultura como fonte de nitrogênio na fertirrigação pode reduzir a eficiência de utilização do nitrogênio pelas plantas em até 50%. Também podem prejudicar a qualidade dos grãos, aumentando a possibilidade de contaminação ambiental.

Cunha et al. (2015) também verificaram que o uso de efluentes de suinocultura como fonte de nitrogênio na fertirrigação pode aumentar o teor de metais pesados no solo e nas plantas, representando um risco potencial à saúde pública e ao meio ambiente.

Benefícios

A aplicação adequada de nitrogênio pode aumentar o teor de sólidos solúveis totais nos frutos, o que contribui para melhorar a qualidade do café produzido. Segundo estudo realizado por Carvalho et al. (2019), a aplicação de nitrogênio via fertirrigação no cafeeiro resultou em um aumento significativo no teor de sólidos solúveis totais nos frutos, indicando uma melhoria na qualidade do café.

Além da produtividade, a aplicação de nitrogênio via fertirrigação no cafeeiro pode melhorar outros fatores, como a qualidade dos frutos e a eficiência do uso da água.

Com relação à contribuição para uma melhor eficiência no uso da água, cabe lembrar que nitrogênio é um elemento-chave no processo de fotossíntese das plantas e, portanto, afeta diretamente a transpiração.

Andrade et al. (2017) mostrou que a aplicação de nitrogênio via fertirrigação no cafeeiro resultou em uma redução significativa na evapotranspiração, indicando uma maior eficiência na utilização da água.

Mais eficiência

Sobre a qualidade dos frutos, Carvalho et al. (2019) relataram que aplicação de nitrogênio via fertirrigação no cafeeiro resultou em um aumento significativo no teor de sólidos solúveis totais nos frutos, indicando uma melhoria na qualidade do café.

Para garantir uma aplicação eficiente de nitrogênio via fertirrigação nas lavouras cafeeiras, é necessário adotar algumas medidas de manejo importantes. Dentre as principais, podemos destacar:

1. Avaliação do teor de nutrientes no solo: é importante avaliar o teor de nitrogênio no solo antes de aplicar fertilizantes nitrogenados via fertirrigação. Isso ajuda a determinar a quantidade de nitrogênio necessária para suprir as necessidades da cultura e evitar o excesso de aplicação.

2. Monitoramento do pH do solo: o pH do solo afeta a disponibilidade de nutrientes para as plantas, incluindo o nitrogênio. É importante manter o pH do solo dentro de uma faixa adequada para a absorção de nutrientes pelas plantas.

3. Controle da umidade do solo: a fertirrigação deve ser realizada em condições de umidade adequadas para evitar a lixiviação do nitrogênio. É importante monitorar a umidade do solo e ajustar a frequência e a quantidade de aplicação de acordo com as necessidades da cultura.

4. Escolha da fonte de nitrogênio: é importante escolher fontes de nitrogênio puras e de alta qualidade para a fertirrigação, a fim de garantir uma maior eficiência de absorção de nutrientes pelas plantas, melhor qualidade dos grãos e redução do impacto ambiental.

5. Ajuste da quantidade de nitrogênio aplicado: a quantidade de nitrogênio aplicada deve ser ajustada de acordo com as necessidades da cultura, evitando o excesso de aplicação, que pode levar a problemas de contaminação ambiental e redução da eficiência de utilização de nutrientes pelas plantas.

Essas medidas de manejo podem garantir uma aplicação eficiente de nitrogênio via fertirrigação nas lavouras cafeeiras, aumentando a produtividade e a qualidade dos frutos e reduzindo os impactos ambientais negativos.

ARTIGOS RELACIONADOS

Vem aí o maior evento de irrigação do país

Segunda edição da FIIB 2018 contará com diversas palestras, minicursos e grandes expositores A segunda edição da Feira Internacional da Irrigação Brasil 2018 (FIIB...

Essencialidade do nitrogênio para o milho safrinha

O nitrogênio é um dos nutrientes mais requeridos e de maior custo para a cultura do milho. E sua maior eficiência depende de conhecimentos...

Preço alto atrai feijocultores

A feijoicultura brasileira ganha destaque internacional no agronegócio, dado que o País desempenha função fundamental neste setor, sendo considerado um dos maiores produtores e consumidores deste produto agrícola, apresentando uma produção média anual de 3,5 milhões de toneladas, em uma área total estimada de 3,1 milhões de hectares, com rentabilidade em torno de R$15,5 bilhões (MAPA, 2016; Conab, 2017).

Consorciação com café – Sombra e água fresca garantidas

  A produção de café sombreada por florestas ou outras culturas que tenham esse efeito é classificada com vantajosa, uma vez que as interferências climáticas,...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!