19.6 C
Uberlândia
domingo, junho 16, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosHortifrútiNovos tipos de alface são lançados

Novos tipos de alface são lançados

Com um mercado cada vez mais exigente, não basta à alface ser bonita, é preciso também ser atrativa ao paladar

 

Foto 01 - Abrir matéria - Fotos Divulgação Agristar
Divulgação Agristar

A alface é a hortaliça folhosa mais consumida no Brasil, com cerca de 1,5 kg por habitante ao ano. Esse índice é baixo se comparado aos padrões mundiais de consumo. Em geral, o consumo de hortaliças pelo brasileiro está em 27 kg por habitante ao ano. Em países como Itália, por exemplo, o consumo passa dos 150 kg, e a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é de 400 g por dia ou 146 kg por habitante ao ano.

Isso mostra que o cultivo de hortaliças é uma atividade com oportunidades de crescimento, principalmente pela entrada de novos tipos de alface, com maior valor agregado, somados aos tradicionais que ainda representam o grande volume.

“O mercado está passando por mudanças e uma grande variedade de cores e formas é oferecida, dando mais opções aos consumidores, além do aumento de áreas de hidroponia fora dos cinturões verdes do Sul e Sudeste, que disponibilizam a alface fresca mesmo a quem está longe dos grandes centros“, explica o especialista em folhosas e brássicas da Agristar, Silvio Nakagawa.

Só para profissionais

Alface roxa Redstar - Fotos Divulgação Agristar
Alface roxa Redstar – Fotos Divulgação Agristar

A Topseed Premium, linha de sementes profissionais de alta tecnologia da Agristar do Brasil, possui uma linha completa de alfaces, diferenciadas em cores, formatos, texturas e sabores para atender as necessidades de cada região do país e oferecer exatamente o que o mercado consumidor busca.

Dentre as variedades estão as alfaces americana Maisah, crespa Camila, Mimosa Imperial, roxa Redstar, lisa Regina 500 e ainda cultivares da linha Especialidades, como baby leafs e minialfaces.

“Além das cores que agradam e atraem o consumo, principalmente por crianças, o sabor é um ponto que não pode passar despercebido, pois com maior nível de exigência do consumidor não basta ser uma alface bonita, tem que ser atrativa ao paladar também“, afirma o especialista.

Segundo Silvio, a indicação da melhor variedade para cada região é diferente devido ao clima e solo. Por isso, é importante consultar um técnico especializado antes de iniciar o cultivo. A escolha também deve ser baseada no cultivar que ofereça o maior número de resistências para minimizar os efeitos das doenças no campo para que o produtor tenha sucesso na lavoura.

Vale a pena saber

Os principais polos de produção se encontram no entorno das grandes cidades do Sul e Sudeste do Brasil, como São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. As principais doenças que atingem a alface no verão são o LMV, Vira-cabeça, Fusarium e Rhizoctonia.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

Produção de hortaliças folhosas no Brasil

As principais hortaliças folhosas são alface, repolho, couve, rúcula, espinafre, almeirão, agrião, acelga, chicória e outras de folhas comestíveis.

Acadian – Bioativação para a vida

  A Acadian tem trabalhado com os principais cultivos hortícolas, como batata, tomate, alface, beterraba e pimentão. Para estas culturas, a empresa destacou, durante a...

Para cultivar é preciso nutrir

A 6ª e última reportagem aborda os elementos compostos nos fertilizantes e a aplicação desses produtos na agricultura   A 6ª e última reportagem da série...

Produtividade é o alvo dos fertilizantes organominerais

Letícia de Abreu Faria Doutora e professora - Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA)- campus Paragominas leticiadeabreufaria@gmail.com Raimundo Vagner de Lima Pantoja Graduando em Agronomia " UFRA Os...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!