26.6 C
Uberlândia
terça-feira, abril 23, 2024
- Publicidade -
InícioTecnologiaPainéis inteligentes otimizam custos no agronegócio

Painéis inteligentes otimizam custos no agronegócio

Consumo fica menos oneroso e impacta a produtividade e o rendimento do negócio.

Um dos insumos essenciais para o agronegócio, a energia elétrica é o princípio de tudo. É o que movimenta as máquinas, ajuda na preparação dos insumos para a produção, passando pela estocagem, conservação e logística na comercializaçõa dos produtos agrícolas.

O relatório “Energia, Agricultura e Mudança Climática”, desenvolvido pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), revelou que o agronegócio é responsável pelo consumo de cerca de 30% da energia mundial. Com a perspectiva de crescimento populacional e de maior produção de alimentos, a tendência é que o número aumente.

Neste cenário, a conta de luz elevada, somando-se aos problemas de abastecimentos das regiões rurais do país e à crise hídrica representam custos adicionais aos produtores. Para otimizar a produção e reduzir os custos operacionais, uma das alternativas é a implantação de painéis elétricos inteligentes.

Isso porque os painéis conseguem fazer a correta distribuição de cargas das máquinas a partir do uso de modernos componentes elétricos, proporcionando eficiência ao consumo de energia elétrica dos equipamentos em uma agroindústria, por exemplo, como os motores, ou até mesmo a iluminação em barracões de estocagem. “Além de reduzir desperdícios, os quadros se tornam aliados para o setor, porque promovem a gestão contínua de energia, eliminando paradas para manutenção que não precisariam acontecer, e entregam eficiência energética, tornando o consumo menos oneroso e aumentando a produtividade”, defende Fábio Amaral, CEO da Engerey.

Fábio Amaral, CEO da Engerey

A empresa dispõe de painéis conectados de média e de baixa tensão, ambos da francesa Schneider Electric. Os quadros de baixa tensão são da linha PrismaSeT e são robustos, de até 4000A, com conectividade integrada e curto-circuito de até 100kA.

O produto é voltado para o gerenciamento de energia mais complexo, a exemplo de maquinários, e utiliza tecnologia inteligente para maior segurança das atividades rotineiras e continuidade na operação dos equipamentos.

Os quadros também têm acoplados a tecnologia IoT e Cloud Computing. Por meio de sensores inteligentes é possível detectar superaquecimento de cabos e evitar, assim, possíveis incêndios. Tudo podendo ser acompanhado em tempo real.

“Quando um empreendedor do campo investe em painéis elétricos, consegue economizar em energia consideravelmente e, assim, tornar seu negócio mais sustentável”, reforça Amaral.

Outra vantagem do uso do painel elétrico é a customização, uma vez que o quadro somente é instalado depois de estudada a real necessidade da empresa para ter um retorno mais rápido e tangível do investimento.

ARTIGOS RELACIONADOS

Quais os principais tipos de tributação que impactam o agronegócio?

Por Leonardo Amaral, advogado tributarista.

Multinacional canadense do ramo agrícola

Mais um importante investimento vai chegar a Uberlândia em breve. Na tarde desta terça-feira (15) ...

Planejamento tributário no agronegócio

O agronegócio está em uma posição de destaque no mercado nacional e, se consolida, ano ...

Com tema ‘Integrar para fortalecer’, 21º Congresso Brasileiro do Agronegócio acontece em SP

Congresso apontará caminhos para ampliar a sustentabilidade no agro, atendendo as novas exigências de mercado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!