20.6 C
Uberlândia
sábado, maio 25, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioAnimaisBovinosPasto com genética superior gera ganho de peso 25% acima da média...

Pasto com genética superior gera ganho de peso 25% acima da média em rebanho nelore

Sistema produtivo baseado na brachiária híbrida Mavuno antecipou em três meses o tempo necessário para o abate

Fazenda Rancho Alegre/Altura de entrada recomendada, de 70 centímetros, foi respeitada

A opção por um capim com genética superior e seu manejo adequado garantiram à Fazenda Rancho Alegre, em Auriflama (SP), um Ganho Médio Diário de Carcaça (GMDC) 25% acima da média nacional para um rebanho da raça nelore criado à pasto.

O valor do GMDC ficou em 1,25 quilo por dia na fase de terminação, etapa em que os animais foram para um ciclo de semiconfinamento visando acelerar o ganho de peso para o abate. Durante 100 dias, o gado se alimentou da brachiaria híbrida Mavuno e mais 2,5% do peso vivo do rebanho em ração no cocho.

O ganho de carcaça superior a um quilo por dia é um indicador crucial para a lucratividade do pecuarista, uma vez que os frigoríficos remuneram o produtor com base no peso da carcaça.

Anteriormente à terminação em semiconfinamento, na fase de recria, período mais longo entre o desmame e a terminação, a alimentação foi baseada no capim Mavuno, com suplementação de apenas 0,3% do peso vivo do rebanho, considerada de baixo consumo.

“Quando a gente pensa em recria, o objetivo era ganhar de seis à sete arrobas. Terminamos a fase com 9,5 arrobas por animal, em média”, afirma Rayner Sversut Barbieri, pecuarista, proprietário da Fazenda e pesquisador na área de manejo de pastagens.

Durante 154 dias de recria, os animais tiveram um ganho médio de peso diário de 0,76 quilo, o que antecipou em três meses o tempo necessário para o abate, considerando que o ganho médio em recria, em um sistema médio a intensivo no Brasil, deveria ser de pelo menos 0,55 quilo por dia.

“Na pecuária de corte a pasto, a nutrição do rebanho tem como base o capim. O suplemento, como o próprio nome diz, é para suplementar e corrigir deficiências nutricionais do capim. Por isso digo que a influência do capim Mavuno nos resultados foi total”, explica Barbieri, que é coordenador do curso de Zootecnia da Fazu – Faculdades Associadas de Uberaba, doutor em Sistemas de Produção (recuperação de pastagens) pela Unesp – Universidade Estadual Paulista e consultor em manejo de pastagens, formulação e balanceamento de dietas para bovinos de corte.

O especialista ressalta, entretanto, que intensificação da produção precisa ser horizontal e completa. “Tem que ter controle gerencial de todas as atividades, ficar atento ao manejo da pastagem – correção e adubação do solo, manejo do pastejo, infraestrutura e mão de obra, características do rebanho – genética, manejo, bem-estar e sanidade. Se pecar em alguns desses pontos já perde rendimento”, alerta.

Fazenda Rancho Alegre/Implantação de pastagem de Mavuno em consórcio com sorgo forrageiro

Implantação do pasto
Como pecuarista e pesquisador, Barbieri descreveu o sistema utilizado para obter os expressivos resultados com o rebanho alimentado à pasto. O material foi elaborado em parceria com o engenheiro agrônomo Edson Castro Júnior, coordenador técnico da Wolf Sementes, empresa que desenvolveu a brachiaria híbrida Mavuno.

O pasto com capim Mavuno foi estabelecido na safra 2021/22 em uma área de 7,35 hectares da Fazenda Rancho Alegre que necessitava reforma. A semeadura foi feita em novembro/2021, em consórcio com sorgo forrageiro para silagem. O sorgo com 90 centímetros de espaçamento e 15 sementes por metro linear e o Mavuno, a lanço, numa proporção de 8 quilos por hectare.

No plantio foi utilizada adubação com 145 quilos por hectare na formulação 8-28-16. Após 30 dias, foi realizada uma adubação de cobertura de 600 quilos por hectare na proporção 20-05-20. O sorgo foi colhido no final de março.

Na implantação, a área ainda enfrentou desafios e pressões de pragas como pulgão e lagarta, que afetaram visualmente o sorgo, mas não o Mavuno.

Após a colheita, o pasto com Mavuno foi vedado e sem adubação até atingir a altura de 40 centímetros, indicada para entrada do pastejo. Na ocasião a análise bromatológica que indicou o alto teor de 15,5% de proteína bruta do Mavuno, com 22,89% de massa seca.

O Mavuno tem por excelência alta palatabilidade e digestibilidade, que favorece a engorda dos animais à pasto, com explica o coordenador técnico da Wolf Sementes.

“Como o próprio professor Rayner aponta, a suplementação de baixo consumo ajudou mais na digestibilidade e no maior consumo do capim, evidenciando que o bom desempenho veio mesmo da alta qualidade do capim Mavuno”, destaca Edson Castro.

De acordo com o pesquisador, a ideia agora é manter a área com Mavuno, fazendo eventuais ajustes na taxa de lotação. “Se for o caso de colocar mais animais, aumentamos a adubação do pasto e a suplementação. A partir de março, levamos os animais para o confinamento e na seca, diminuímos a lotação ou vedamos a área para o capim poder se recuperar na entressafra”, explica Barbieri.

LEIA TAMBÉM:

VÍDEO: confira os conteúdos da Revista Campo & Negócios

ARTIGOS RELACIONADOS

Bahia Farm Show será palco de leilão de gado com padrão genético de alta qualidade

A participação dos pecuaristas demonstra a força da feira internacional de tecnologia agrícola na integração de todo o setor do agronegócio.

BVD é um risco à pecuária brasileira

Os riscos da Diarreia Viral Bovina e os prejuízos causados pela enfermidade aumentam com a incidência dos animais persistentemente infectados (P.I), que são os maiores transmissores da doença

Tecnologia beneficia processos de hibridação de plantas em melhoramento genético 

Há décadas a técnica é parte relevante do processo de melhoramento genético, mas esse procedimento tem passado por avanços tecnológicos 

Rastreabilidade atende mercado europeu e gera maior rentabilidade aos pecuaristas

O mercado internacional de carne bovina está em crescimento. Segundo o USDA, serão comercializadas 11 milhões de toneladas em 2020. O Brasil é o líder em exportações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!