17.6 C
Uberlândia
terça-feira, maio 28, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosPerspectivas para o uso de fertilizantes especiais

Perspectivas para o uso de fertilizantes especiais

As perspectivas para o uso de fertilizantes especiais prometem impulsionar a produtividade e a sustentabilidade nas lavouras.

Edson Pereira da Mota
Doutor em Ciência do Solo e professor – Faculdade de Ensino Superior Santa Bárbara (FAESB)
prof.edson.mota@faesb.edu.br

Crédito: Shutterstock

As perspectivas futuras para o uso de fertilizantes especiais na agricultura podem ser resumidas em uma palavra – crescimento. Isso porque elas são muito positivas, e os resultados mostram claramente as tendências.
Nos últimos cinco anos, o mercado triplicou sua operação, independente da categoria de fertilizantes especiais ou cultura em que foram adotados esses insumos. São taxas de crescimento impressionantes e que continuarão a ter performance para os próximos anos.
Mesmo a agricultura passando por ocorrências peculiares a cada safra, como secas, geadas, chuvas em excesso e outros, os fertilizantes especiais vieram para ficar e continuarão a contribuir para o aumento de produtividade e qualidade do sistema de produção agrícola.

Palavra de especialista

As recomendações básicas são: conheça seu solo, sua planta e acompanhe de perto seu sistema produtivo. Conhecer o solo é o maior aliado da fertilidade.
Com a análise de solo, seguida da correta interpretação dos resultados analíticos, é possível entender o perfil, as possibilidades e necessidades para ajustar as doses e estimar os níveis produtivos.
Conhecer a planta implica em entender as necessidades e demandas do cultivo escolhido, refletindo na escolha dos melhores produtos e manejos a serem praticados, e por conseguinte, em plantas sadias e que possam expressar o máximo do seu potencial genético.
Acompanhar de perto o sistema produtivo engloba entender o solo e a planta periodicamente, registrar os dados e possuir histórico dos talhões da propriedade, mapeando cada área para que as decisões sejam precisas e rentáveis.

Pesquisas científicas

Cada vertente dos fertilizantes especiais está desenvolvendo pesquisas específicas e direcionadas para as tecnologias que abordam.

  • Fertilizantes com tecnologia agregada: muitas pesquisas envolvendo o encapsulamento dos produtos têm sido desenvolvidas, o uso de polímeros e combinações de materiais são foco para proteger o fertilizante e buscam a liberação em sincronia com a absorção da cultura.
  • Fertilizantes líquidos via solo e foliares: as pesquisas têm explorado produtos nanométricos, compostos de diferentes solubilidades e o processo de quelatização, verificando novas formas de aumentar a absorção dos produtos e evitar perdas no momento da aplicação;
  • Fertilizantes orgânicos: o processo de compostagem tem sido foco de pesquisas, sendo realizado o enriquecimento nas leiras, junto à mistura de diferentes resíduos e com destaque para a aplicação de microrganismos visando aumentar a liberação de nutrientes, como o fósforo orgânico.
  • Fertilizantes organominerais: diferentes formulações têm sido testadas, combinando os produtos orgânicos e minerais e comparando-os com as fontes puramente minerais. Além disso, o processo de aplicação também tem sido foco de pesquisas, uma vez que a uniformidade de aplicação é um fator em constante desenvolvimento e o processo de peletização auxilia no equilíbrio do tamanho dos grânulos e diminui o efeito da segregação.
ARTIGOS RELACIONADOS

Tecnoshow Comigo: aspectos globais, ciclos e perspectivas para a pecuária em 2023

A intenção é falar da revolução vivenciada pela pecuária no Brasil e no mundo.

Quais as perspectivas para o agronegócio em 2023?

Estudo que demonstra panorama das startups agro neste ano abrem portas para análises sobre o futuro do setor.

Cana-de-açúcar: setor tem boas perspectivas

Estimativa do Valor Bruto da Produção para 2023 é de R$103 bilhões. Soluções ajudam a levar mais eficiência e velocidade para a produção e a planejar a safra de forma mais eficaz

Perspectivas para Agrishow 2022 são excelentes

Tirso Meirelles, vice-presidente da Federação, destacou a alta produtividade da agropecuária paulista; Centro de Excelência da Cana-de-Açúcar será lançado na quinta-feira em Ribeirão Preto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!