24.6 C
Uberlândia
sábado, junho 22, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesPesquisadores percorrem 1,8 mil km entre Goiás e Tocantins para ampliar conhecimento...

Pesquisadores percorrem 1,8 mil km entre Goiás e Tocantins para ampliar conhecimento sobre os solos do Planalto Central Brasileiro

Divulgação

A XIV Reunião Brasileira de Classificação e Correlação de Solos: RCC de Goiás e Tocantins (XIV RCC) começa neste sábado (8/10) e prossegue até o dia 15 de outubro. O evento técnico-científico, cujo principal objetivo é contribuir para o aprimoramento do Sistema Brasileiro de Classificação de Solos (SiBCS), percorrerá uma região com fortes contrastes bioclimáticos e paisagens que incluem áreas de cerrado, campos de altitude e extensas planícies aluvionares do Rio Araguaia.            

O roteiro da excursão inclui um percurso de sul a norte dos estados de Goiás e Tocantins, desde Goiânia (sul) até Palmas (norte), com exame de 14 perfis de solo por dezenas de participantes e colaboradores técnico-científicos. Aproximadamente 1.800 km serão percorridos ao longo das rodovias BR-153, GO-239, TO-040 e de estradas vicinais (veja o mapa abaixo e acesse aqui a programação completa).            

O pesquisador da Embrapa Solos José Francisco Lumbreras, que faz parte da comissão organizadora, explica que além de possibilitar a validação de alterações inseridas na 5ª edição do SiBCS, lançada pela Embrapa em 2018, bem como da recém-publicada proposta de atualização daquela edição, a XIV RCC é uma oportunidade ímpar de prover conhecimentos importantes para o desenvolvimento de futuras edições do sistema, já que reúne os principais profissionais do País familiarizados ao tema classificação de solos, com diferentes experiências e conhecimentos, a fim de discutir o SiBCS em frente a “perfis de solos problemas”, que foram intencional e previamente selecionados pelos organizadores do evento.

“A XIV RCC também é palco para a ampliação e intercâmbio de conhecimento sobre os solos e ambientes do bioma Cerrado do Planalto Central Brasileiro entre pesquisadores, professores e outros profissionais de áreas correlatas”, completa Lumbreras.

Segundo Maurício Rizzato Coelho, também organizador do evento e pesquisador da Embrapa Solos, foram realizados diversos estudos com as amostras dos 14 perfis de solos selecionados para a reunião, os quais foram compilados no documento intitulado “Guia de Campo da XIV Reunião Brasileira de Classificação e Correlação de Solos: RCC de Goiás e Tocantins”, a ser distribuído aos seus participantes durante a excursão. “Esses estudos compreendem desde caracterizações ambientais, análises e interpretações físico-hídricas, físicas, químicas, micromorfológicas e mineralógicas de solos, até a avaliação da aptidão agrícola das terras, contribuindo para o avanço do conhecimento dos solos e ambientes da região percorrida, além de possibilitar novas parcerias científicas para futuras pesquisas”, explica Rizzato.

A XIV RCC é promovida pelo Núcleo Regional Centro-Oeste da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo (SBCS) e organizada por Universidade Federal de Goiás (UFG), Embrapa Pesca e Aquicultura, Embrapa Solos, Instituto Federal Goiano (IF Goiano), Embrapa Arroz e Feijão, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e Associação dos Engenheiros Agrônomos de Goiás (AEAGO).

ARTIGOS RELACIONADOS

Nutrição de solo eleva a produtividade da soja em 3,2 sc/ha

Fortalecendo a presença em São Paulo, Mosaic Fertilizantes mostra eficiência do MicroEssentials, Aspire e K-Mag durante a Coopercitrus Expo

Soluções e inovações para aumentar a produtividade agrícola

Evento será realizado na próxima semana e, além de palestras e debates, reunirá o que de mais avançado existe para o segmento da distribuição de insumos...

Dia do solo: o protagonismo do agronegócio na garantia do futuro do planeta

De acordo com Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), a ...

Complexo orgânico para recuperação da vida do solo é fundamental

  Estimulante da microbiologia já existente no solo para qualquer sistema de produção agrícola é desenvolvido por meio da nanotecnologia Uma tecnologia orgânica que promete ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!