Plantio com monitoramento online fornecido pela Jacto Next

0
42
Soja – Créditos: shurtterstock

Por meio da conectividade 4G, plataforma EKOS de gestão de operações agrícolas unifica todos os dados de máquinas e clima da fazenda e os entrega ao produtor no aplicativo Jacto Connect, em forma de mapas e indicadores.

Com o fim do período do vazio sanitário no estado de Mato Grosso, teve início o plantio de soja nas fazendas da região de Campo Verde, da Bom Futuro. Esse ano, a equipe da Jacto Next, área de serviços da Jacto responsável pela comercialização e entrega de serviços em agricultura 4.0 dentro da porteira, tem tido uma participação especial nesse processo em fazendas na região mencionada.

A Bom Futuro escolheu trabalhar com a plataforma EKOS, solução presente no portfólio da Jacto Next que promove a gestão online das operações agrícolas.

Nesse momento, a solução tem permitido ao time da Bom Futuro o acompanhamento da performance das máquinas e implementos utilizados no plantio. Os equipamentos multimarcas estão conectados via 4G na plataforma, enviando dados sobre eficiência operacional, velocidade na operação e deslocamento, rendimento operacional, performance dos operadores e equipe, consumo de combustível (litros/há litros/horas), embuchamentos, motivos de paradas, entre outras valiosas informações que chegam ao produtor por meio de mapas e gráficos disponibilizados na plataforma EKOS, por meio do aplicativo Jacto Connect.

“Com a plataforma EKOS, os agricultores têm acesso a uma verdadeira ‘radiografia’ de suas operações e áreas, o que possibilita uma série de benefícios, como o aumento de eficiência de 10% a 30% no rendimento operacional (fazer mais com menos equipamentos); ajustes na logística de abastecimento de combustível e sementes agrícolas; maior disponibilidade de plantadeira após ter sido observado, por exemplo, que entre duas plantadeiras uma embuchava mais que a outra por diferenças em disco de corte; ganho de combustível com redução no consumo de toda operação ao padronizar e monitorar o rpm dos equipamentos; maior satisfação no trabalho por meio de “gamificação” e acompanhamento de todas as operações e indicadores, com adoção de remuneração variável para estimular os operadores”, explica Felippe Antonelle Gonçalves, gerente de negócios da Jacto Next.

Lançado em junho de 2021, o EKOS foi desenvolvido para fazer a gestão de todas as operações agrícolas presentes nas culturas de cereais e fibras, com monitoramento online multimarcas, e entrega de todas as informações das “coisas” presentes dentro da porteira, máquinas, sensores, drones, estações meteorológicas e armadilhas eletrônicas na palma da mão para tomada de decisão rápida e precisa.

No caso da Bom Futuro são mais de 150 equipamentos monitorados pela plataforma.

Sobre a Jacto

A Jacto , empresa brasileira de máquinas e soluções agrícolas, possui uma história de mais de 70 anos, que começou com o seu fundador Shunji Nishimura, em 1948, na cidade de Pompeia (SP). Atualmente, com fábricas no Brasil, Argentina e Tailândia, escritório comercial e Centro de Distribuição no México e Estados Unidos, a empresa comercializa seus produtos para mais de 100 países.

A Jacto possui uma ampla linha de produtos de alta tecnologia, que vai de equipamentos portáteis a máquinas de grande porte para pulverização, adubação, plantio, poda, colheita de café e cana-de-açúcar. A empresa também oferece soluções e serviços para a agricultura de precisão e agricultura 4.0, propiciando uma produção cada vez mais sustentável. A companhia é ainda mantenedora da Fundação Shunji Nishimura, a qual engloba um colégio de ensino infantil e fundamental, uma escola técnica do Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e uma Fatec (Faculdade de Tecnologia de São Paulo) com cursos inéditos voltados ao agronegócio.

Sobre a Bom Futuro

Com mais de 30 anos de atuação no Estado de Mato Grosso, a Bom Futuro desenvolve o planejamento estratégico das atividades na capital Cuiabá-MT, sede da empresa. As atividades são distribuídas em todo o estado, gerando desenvolvimento e inúmeras oportunidades para centenas de municípios.

A Bom Futuro é advinda da agricultura. A expertise na área, auxílio da tecnologia e respeito ao meio ambiente aliadas a persistência e muito trabalho, pautaram o crescimento da empresa em seus longos anos de atividade. Ações como essas, garantiram o destaque mundial em produtividade sustentável, possibilitando a atuação em sete áreas: agricultura, pecuária, piscicultura, sementes, energia, aeroportuário e imobiliário. A determinação e competência profissional de seus mais de sete mil colaboradores, norteados pela ideologia e a vertente empreendedora da empresa, possibilitaram a atuação da Bom Futuro em diversas áreas, mas todas com o mesmo propósito: ajudar a alimentar e vestir o mundo!