19.6 C
Uberlândia
sábado, junho 15, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasPlantUP chega a mais de 10 milhões de hectares cadastrados em um...

PlantUP chega a mais de 10 milhões de hectares cadastrados em um ano

A plataforma digital de informações agrícolas tem sido uma aliada importante para agricultores nas tomadas de decisões

Soja – Crédito: Shutterstock

PlantUP é a plataforma digital de informações agrícolas que ajuda os agricultores nas tomadas de decisões, visando aumento de produtividade sem custos adicionais. O número total de áreas agrícolas cadastrados na plataforma PlantUP chegou a 10,2 milhões de hectares do Brasil e Paraguai, em apenas um ano desde seu lançamento.  Já são mais de 3600 agricultores cadastrados, de 21 estados e 454 municípios do Brasil e do Paraguai, que imputaram resultados de  448 cultivares de soja, 452 cultivares de milho e 30 de algodão.

A plataforma, agora, conta com novidades que facilitarão o acesso às informações cadastradas. Foi preparada uma nova tela com foco na objetividade: o Painel de Destaque. Essa novidade resume os principais resultados do agricultor comparativamente à sua região e indica oportunidades de ganho, apontando as cultivares mais produtivas e mais plantadas. “Assim a plataforma mostra, em números gerais, informações que farão a diferença na hora de o agricultor decidir quais cultivares deve plantar em sua propriedade”, explica Odilio Balbinotti Filho, presidente do Grupo Atto, criador da plataforma. Clicando nos cards de interesse, o agricultor terá acesso a áreas para análises mais aprofundadas sobre cada cultivar e situação.

Os agricultores também podem ter acesso à plataforma PlantUP e ao painel de destaques na palma das mãos, com o aplicativo para aparelhos celulares e tablets. Está disponível nos sistemas operacionais iOS e Android, podendo ser baixado nas lojas da Apple e Play Store. “O aplicativo facilita muito o lançamento dos dados e também apresenta a tela de destaques para que o agricultor tenha um panorama rápido da região. Nosso objetivo é que a plataforma fique cada vez mais intuitiva”, destaca Odilio.

Análises aprofundadas

A plataforma foi criada para ser uma ferramenta digital simples e de alto impacto, que permite ao agricultor fazer um registro organizado dos resultados da sua propriedade, talhão a talhão e comparar sua performance com sua região.  A região é composta de cinco a seis municípios no entorno de sua propriedade.

A necessidade de o agricultor ter informações confiáveis para decidir está, por exemplo, no fato de anualmente 150 cultivares de soja e 350 de milho serem lançadas no Brasil. São muitas opções no mercado, sendo difícil saber qual a melhor para a sua realidade. A plataforma auxilia a analisar a performance de cada uma delas, trazendo informações sobre melhor população, época de plantio, textura de solo, entre outros dados. Escolhendo as melhores cultivares e readequando seu posicionamento tem sido possível aumentar de três a cinco sacas de soja por hectare em relação à média de cada região.

PlantUP mantém todos os dados lançados confiáveis e seguros através de algoritmos avançados de validação, rígido processo de auditoria, criptografia dos dados e anonimato das informações.

Todo e qualquer agricultor pode ter acesso, gratuitamente, à plataforma PlantUP pelo site meuplantup.com, independentemente do tamanho da propriedade e níveis de tecnologias aplicadas.

Sobre o Grupo ATTO                                                                                                                                             

Com sede em Rondonópolis (MT), o Grupo ATTO é a holding proprietária da ATTO Sementes – antiga Sementes Adriana, líder na produção de sementes de soja no Brasil com 40 anos de história na agricultura nacional. O fundador do grupo, Odílio Balbinotti, chegou a Mato Grosso em 1980 e, mesmo com os desafios da época, conseguiu produzir sementes de qualidade para uma então nova fronteira agrícola, no município de Alto Garças. Desde 2003 a empresa é presidida por Odilio Balbinotti Filho e, além da semente de soja, passou a produzir sementes de milheto, crotalária, azevém e brachiaria, que plantam mais de 1,5 milhão de hectares no Brasil e mais oito países. Em setembro de 2019, o Grupo lançou a plataforma PlantUP, que vem contribuir com a tomada de decisão do agricultor, alinhada com o propósito de elevar sua competitividade sem o aumento de custos.

ARTIGOS RELACIONADOS

Fertilizantes impulsionam a produtividade da soja

Com soluções da Mosaic Fertilizantes, agricultores de Itapeva (SP) e Nepomuceno (MG) estão entre os campeões do Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja do CESB

TMG Conecta aproxima o campo do escritório

Aplicativo da TMG busca comunicação integrada entre todos os colaboradores.

As incertezas econômicas do mercado da soja

Tendência de preços baixos para a oleaginosa, altos custos de produção e incertezas climáticas exigem que o produtor melhore a gestão de riscos do negócio

UPL apresenta tecnologia multissítio contra doenças fúngicas da soja

A UPL, uma das quatro maiores empresas de soluções agrícolas do Brasil, apresenta sua ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!