25.6 C
Uberlândia
terça-feira, julho 23, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesPoda do maracujá: como fazer?

Poda do maracujá: como fazer?

Crédito: Henrique Petry

Rayla Nemis de Souza
nemisrayla@gmail.com
Rafael Rosa Rocha
rafaelrochaagro@outlook.com
Engenheiros agrônomos e mestrandos em Ambientes e Sistemas de Produção Agrícola (UNEMAT)

O maracujazeiro, por se tratar de uma planta de crescimento contínuo e indeterminado, necessita de uma estrutura que lhe dê sustentação, proporcionando boa distribuição das ramas e garantindo maior produção de frutos, além de facilitar os tratos culturais.

Com o intuito de aumentar a produtividade do maracujazeiro, deve-se evitar o acúmulo de vegetação e de frutos, porque são prejudiciais à qualidade da colheita. Dessa forma, a poda visa estabelecer o equilíbrio da vegetação.

Por onde começar

Após o plantio, as mudas devem ser conduzidas em haste única. No início de surgimento de brotos laterais, deve-se iniciar-se a operação de poda de formação, deixando apenas o ramo principal, ou haste principal, que será conduzida por um tutor até atingir o arame de sustentação.

Quando o ramo principal ultrapassar o fio de sustentação em aproximadamente 10 cm, efetua-se a eliminação da gema terminal para forçar a emissão de brotações laterais, formando os ramos secundários, que serão conduzidos para os dois lados sobre o fio de sustentação.

Os ramos secundários deverão ser conduzidos até alcançarem os ramos de outra planta, e então serão podados para forçar o desenvolvimento de outras gemas laterais, formando os ramos terciários e quaternários, também formando a chamada “cortina”.

Tipos de podas

A técnica pode ser dividida em quatro tipos distintos: poda de formação, frutificação, renovação e limpeza, que são realizadas de acordo com a necessidade ao longo do ciclo de vida da planta.

Como a frutificação do maracujazeiro ocorre em ramos novos, deve-se efetuar a poda, de modo a possibilitar produções satisfatórias. Os ramos produtivos crescerão livremente em direção ao solo, tendo que ser podados a 20 cm de distância do solo.

Portanto, a principal função desta poda é uma distribuição harmoniosa dos ramos, permitindo uma boa aeração e incidência de luz entre os ramos, disponibilizando condições essenciais para o aumento da produtividade e produção de frutos de qualidade.

A frequência dessa atividade depende do clima da região, da adubação e dos demais tratos culturais, podendo variar em um intervalo de cinco a 15 dias.

Produção e frutificação

A poda de produção ou frutificação é iniciada após da formação da copa da planta. Seu principal objetivo é regularizar e melhorar a frutificação, reduzindo os ramos frutíferos para que haja maior intensidade de vegetação, a fim de evitar a superprodução da planta, que abaixa a qualidade de fruta, ocasionando a rápida decadência das plantas.

A poda de produção deve ser feita sempre que se observa um excesso de brotações ou que estas estejam encostando no solo, ou para eliminar ramos que já produziram e propiciar o aparecimento de novos ramos.

Crédito: José Carlos Cavichioli

Renovação

A poda de renovação deve levar em consideração a diversidade regional, bem como alguns requisitos de sanidade da cultura, antes da aplicação da técnica, como adubação, umidade do solo e o fato de as plantas não estarem em período de dormência.

Então, se recomenda que a época mais apropriada para fazer a poda do maracujazeiro seja no início da primavera. Nesse período, existe boa disponibilidade de água no solo e a temperatura do ar começa a aumentar.

Limpeza

A poda de limpeza é uma leve, consistindo em retirar possíveis ramos doentes, quebrados, secos, praguejados ou inconvenientes. Normalmente, essa poda é executada em períodos de baixa atividade fisiológica da planta, ou seja, no período de inverno ou logo após sua colheita.

Quando executada corretamente, esta prática proporciona excelentes resultados em termos de qualidade dos frutos e longevidade do pomar.

Cuidados

Alguns cuidados devem ser tomados antes e após a prática da poda, como: antes de se fazer a poda, deve-se adubar as plantar e garantir boas condições de umidade no solo; verificar se as ferramentas (tesouras de poda ou facões) utilizadas estão limpas e em condições adequadas, fazer cortes inclinados, na intenção de evitar acúmulo de umidade no local podado.

Importante desinfetar as ferramentas em suspensão de água sanitária e sabão concentrado, dessa forma, diminui a disseminação de patógenos de uma planta a outra. Tratar os locais podados com fungicidas à base de cobre ou triazóis registrados para essa cultura e retirar os restos vegetais do pomar a fim de evitar fonte de inóculo de doenças e pragas.

ARTIGOS RELACIONADOS

Adensamento otimiza produtividade do cafeeiro

  Wander Eustáquio de Bastos Andrade Engenheiro agrônomo e pesquisador da PESAGRO-RIO/CEPDPL wanderpesagro@yahoo.com.br Uma pesquisa realizada pelo Núcleo de Pesquisa Participativa, do Programa Rio Rural, em parceria com...

Pior doença da bananeira

Cientistas da Embrapa Mandioca e Fruticultura (BA) estão obtendo resultados promissores com o fungo Trichoderma asperellum no controle de outro microrganismo do mesmo reino, o Fusarium oxysporum f.sp. cubense (Foc), causador da murcha de Fusarium, uma das piores doenças da bananeira, antes conhecida como mal-do-panamá.

Pragas e doenças – Ameaça ao caquizeiro

O caquizeiro possui diversos problemas fitossanitários relacionados ao seu cultivo e que culminam na redução da produtividade, qualidade da produção e, em alguns casos, a perda do produto comercial. As principais doenças relacionadas à cultura são a cercosporiose (Cercospora Kaki), antracnose (Colletotrichum horii), mofo cinzento (Botrytis cinerea), pestalozia (Pestalotiopsis spp.), a queima-dos-fios (Cerotobasidium sp.) e a galha da coroa (Agrobacterium tumefaciens). A cercosporiose e antracnose consistem nas principais doenças que ocorrem na cultura.

Nutrição na dose certa para o cafeeiro

Autor Givago Coutinho Doutor em Fruticultura e professor efetivo do Centro Universitário de Goiatuba (UniCerrado) givago_agro@hotmail.com A exigência nutricional é um dos principais...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!